Professores de Codo firmam continuidade da luta pelo precatórios apertando vereadores

Associados do SINTSERM-CODÓ se reuniram em Assembleia Geral realizada neste dia 19/10, onde diversos assuntos foram abordados como:

  •  A ída à Brasília já semana que vem de uma comissão formada por advogados e líderes sindicais como continuidade da luta unificada à nível estadual na defesa dos precatórios, ainda em relação aos precatórios foi deliberado como luta local o retorno da participação nas sessões da câmara e ir pra votação dia 28/10 na camisa do  precatório;
  • Realização de atividade comemorativa em homenagem ao dia do servidor promovida pelo sindicato à se realizar no dia 03/11 no sítio Mônaco;
  • Andamento da ação judicial pela revisão na base de cálculo para o pagamento do terço de férias do professor;
  • Construção do muro da futura sede social e recreativa;
  • Acompanhamento de representantes do sindicato na elaboração do processo de escolha dos novos gestores escolares;
  • Pis-Pasep dos servidores, entre outros assuntos.

A direção agradece a presença de todos(as) nesta importante Assembleia.

4 comentários sobre “Professores de Codo firmam continuidade da luta pelo precatórios apertando vereadores”

  1. O prefeito tem que ver que ele não pode fazer o que quiser , há uma classe de profissionais que merece respeito . Isso é um direito deles . Gostaria de saber o posicionamento dos vereadores sobre isso .

  2. O Presidente do Supremo determinou que o dinheiro tem que ser gasto com educação; mas alguns prefeitos apressadinhos já estavam gastando o dinheiro com precatórios, com honorários de Advogados,…e terão que devolver. Então a nossa vez de lutar e ganhar, pois a justiça começou a falar por nos! Agora é só o SUPREMO se pronunciar a nosso favor, é só termos um pouco de calma, que iremos ganhar, por que é nosso, não há mais duvidas. Deus é Maior!

  3. Hebreus eu falo sério, e assumo o que escrevo; Ironia é deboche! Fui que lutou para que nos professores termos o que temos Hoje, se não sabe se informe. Só covarde escreve e não assume.

Deixe um comentário