Fale com Acélio

O presidente do PSOL em Codó, professor Rafael, protocolou na quarta-feira, 10/01, uma representação no Ministério Público pedindo que investigue e, achando razão, peça a anulação do certame urgentemente.

Entre as razões apresentadas ao promotor estão o baixo número de vagas, apenas 80, e o baixo salário para 25 horas semanais trabalhadas, muito aquém do permitido atualmente pelo governo federal.

3 comentários sobre “PSOL pede anulação de seletivo para professores de Codó e apresenta suspeitas ao Ministério Público”

  1. Chicanear, verbo intransitivo, que, segundo o dicionário”Aurélio”, significa contestar sem fundamento, suscitar dificuldades por capricho e má-fé.
    Portanto, chicanear, foi a que o senhor professor, infelizmente, se prestou.
    Mas democracia é isso, as instituições existem para serem acionadas. Mas desta feita sem fundamento. Se não, aguardemos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

JÉSSICA COUTINHO

IMPULSO CRED

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

 

 

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

 

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias