QUALIFICAÇÃO – 66 professores codoenses são diplomados pelo PROFEBPAR/UFMA

Ontem (29) foi um dia especial para 66 professores da rede pública municipal de ensino de Codó. Todos compareceram à cerimônia, realizada no auditório do Campus da UFMA/Codó, para receberem o diploma de uma segunda licenciatura nas áreas de Letras, Espanhol, Educação Física e Matemática.

Professor Antonio José  Santos Ferreira que já é era matemático, agora será, oficialmente, um educador físico e ano que vem já terminará mais um curso de formação em Física.

 “Enquanto educador o professor não pode parar no tempo porque o conhecimento está a todo vapor e nós professores temos que estar preparados qualificados para dar uma educação de qualidade para nossos alunos…DAÍ ESTUDAR SEMPRE?  Estudar sempre”, respondeu com um grande sorriso no rosto

Durante dois anos eles foram alunos do Programa de Professores da EDUCAÇÃO Básica do Plano de Ações Articuladas – PROFEBPAR – executado no Estado pela Universidade Federal do Maranhão com o apoio dos municípios.

A representante do reitor Natalino Salgado na solenidade, professora doutora Cenilda Teixeira,  explicou que o PROFEBPAR, como é chamado, fará uma correção em sala de aula – nos casos em que professores davam aulas de disciplinas para as quais não tinham formação alguma.

 “O professor de Matemática ele dava aula de história, geografia, física e hoje não com estes cursos de segunda licenciatura o MEC proporcionou, via Universidade, exatamente organizar essa forma de se trabalhar no interior”, disse ela que também é a coordenadora do Núcleo de Educação à Distância da Univerdidade

A Secretária de Educação do Município, professora Rosina Benvindo,  confirmou a existência do problema que na opinião dela,  realmente, já está  sendo corrigido.

“Nós tínhamos professores com formação em Lingua Portuguesa, por exemplo trabalhando história e eles podem agora ter esta opção de fazer o curso para o qual eles estão lecionando”, afirmou

 CONTINUIDADE

Além dos 66 que já se formaram, existem muitos outros em sala de aula, segundo a coordenadora  municipal deste programa que é do governo federal, Raquel Pinho. Em Codó ele é executado desde 2009 e deve continuar ano que vem.

“Sim, até pela importância da qualificação dos professores e  a melhoria da qualidade do ensino porque a gente fala muito em melhorar a educação do município e a melhor forma de se melhorar a educação é melhorar a qualificação dos professores”, destacou a competente Raquel

4 comentários sobre “QUALIFICAÇÃO – 66 professores codoenses são diplomados pelo PROFEBPAR/UFMA”

Deixe um comentário