Fale com Acélio

A rede de hotelaria de Codó é formada por hotéis e pousadas  independentes e de pequeno porte – classificação dada aos empreendimentos do ramo  com até 50 apartamentos.

No resto do país também é assim – dos cerca de 25.500 meios de hospedagem que existem, 73% são de pequeno porte. Em cada uma dessas cidades estes empresários precisam enfrentar certos desafios para manter o empreendimento aberto. Aqui em Codó, por exemplo, um destes é a falta de fluxo de clientes que vêm à cidade em busca de atrações turísticas.

Dinheiro que não entra, é dinheiro que faz falta.

“Quando tivemos a ideia de fazermos um hotel já sabíamos que Codó não é uma cidade turística, mas se houvesse mais eventos, coisas dentro da cidade pra chamar as pessoas de fora pra nós, com certeza, melhoraria mais”, disse a gerente Ilvanira Natércia de Sousa

RENDA DOS REPRESENTANTES

Na cidade, a renda  vem de  hóspedes que chegam à trabalho. Em sua maioria, representantes comerciais. Por isso, explicou Eliane Fernandes, apartamentos ocupados só de segunda à sexta-feira.

“fim de semana, geralmente, dá uma queda a não ser quando tem um evento grande aqui na cidade aí o hotel enche”, disse a recepcionista

A empresária Damásia Pontes explicou que para ter sucesso, é preciso se adaptar ao que procura o hóspede viajante.

“preço, primeiro lugar preço, conforto porque ele passa o dia trabalhando, então à noite ele precisa descansar”, justificou

GRAU DE SATISFAÇÃO

E apesar da simplicidade da maioria dos hotéis, quem utiliza, frequentemente, como Marcilene Silva sente-se satisfeita com o serviço prestado e elogia.

Eu daria 10, tipo assim porque a gente tá numa cidade pequena, distante de São Luís, Teresina, então em relação às outras cidades eu acho que tem nada que diminua assim essa nota”, afirmou a autônoma

MAIS INVESTIMENTOS

Aproveitando isso, muitos continuam investindo. Damásia, por exemplo, começou com seis quartos, agora oferece 18.

“Só tenho à agradecer à Deus e tocar o barco pra frente, Trabalhando acima de tudo com fé em Deus”, afirmou

Onde Ilvanira  Natércia é gerente (Janaina)  o início foi com apenas 11 apartamentos, hoje já são 45. O hotel mantém dez empregos diretos e uma vontade maior ainda de crescer.

“Não é ato que a gente já tá desse tamanho e com planos futuros para aumentar mais, pra melhorar mais, porque quanto mais a gente investe mais a gente prende os clientes com a gente”, frisou

Um comentário sobre “Saiba como vive a rede hoteleira de Codó e o grau de satisfação da clientela”

  1. pra quê grandes investimentos se a cidade não ofereci nada para que os hoteis fiquem lotados.
    45 quartos e 10 funcionários, suficiente, se a demanda fosse alta duvido de não teria pelo menos 15.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

Medicina Integrada – Pedro Augusto

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias