Saúde se reúne para combater o avanço da AIDS no carnaval de Codó

Vários órgãos de saúde de Codó  se reuniram na entrada da cidade para passar uma manhã inteira parando à todos que chegavam ou saiam. O objetivo foi  conscientizar sobre os perigos do vírus da Aids e contra outras doenças sexualmente transmissíveis.

CMDCA, Plan, Conselho Tutelar e CTA
CMDCA, Plan, Conselho Tutelar e CTA

MORTES POR AIDS

O assunto merece total atenção porque o município tem 308 casos registrados (soropositivos) e, certamente, muitos outros fora desta estatística oficial. Ano passado, por exemplo, 7 pessoas morreram vítimas da Aids e este ano, em janeiro, já houve mais um caso de óbito. Por tudo isso, tanta preocupação das autoridades de saúde com a doença.

A Plan Brasil, o  Conselho Tutelar e o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente participaram preocupados com a propagação do vírus dentro desta faixa etária.

Agentes comunitários também contribuiram
Agentes comunitários também contribuiram

 “A maioria de nossos adolescentes hoje tem vida ativa e eles  precisam também estar atentos à esta prevenção, em especial à vida porque ainda estão em desenvolvimento”, frisou a conselheira tutelar Iracy de Sousa

“Importantíssimo pro nosso município, é um meio que a gente tá  achando pra tá conscientizando de modo geral que a AIDS tá no nosso município, não só a Aids, as DST’s também, principalmente conscientizando a nossa juventude”, complementou Zenilde Salazar, presidente da Associação Nossa Senhora da Natividade.

A SEQUÊNCIA

Ellen Nascimento, que coordena o CTA, afirmou que este trabalho de distribuição de mais de 24 mil preservativos e de conscientização continuará até o fim do carnaval 2015.

Uma equipe  que tá trabalhando dentro dos blocos, entregando os preservativos, realizando as orientações e a gente tá lá próximo no Corredor da Folia, próximo do SAMU, próximo do atendimento de urgência e emergência”, disse

Quem passou pelas orientações também  recebeu preservativos e elogiou a iniciativa.

“A gente tá vendo que cresceu muito aqui em Codó e é uma boa iniciativa que venha livrar de tanta doença que tá pela aí afora”, destacou o agricultor Marciano Leite

Deixe uma resposta