Secretária de Educação fala sobre vagas do seletivo, salário de R$ 746 e 13º dos contratados

Secretária Rosina Benvindo
Secretária Rosina Benvindo

Procuramos ontem (30), pela manhã, a secretária municipal de Educação, Rosina Benvindo, para falarmos sobre os temas que mais tenho batido recentemente –  seletivo para contratação de professores em número menor que a necessidade real do município, salário de R$ 746,00 e ausência de 13º salário.

Fomos recebidos, educadamente,  em seu gabinete e as explicações começaram com  o salário que, tenho publicado, está aquém do piso nacional. Benvindo explicou que o salário exposto no edital do seletivo (que também vinha sendo pago ano passado, praticamente) corresponde à jornada de trabalho imposta aos educadores codoenses que é de apenas 25 horas semanais.

Segundo a secretária, o piso nacional é para quem trabalha 40 horas por semana. Dentro da proporcionalidade, ela garantiu que o reajuste anunciado pelo governo será adicionado ao contracheque de todos os contratados (incluindo a turma aprovada no seletivo em andamento).

“R$ 1.697 é para uma carga horária de 40 horas e nós de Codó não aplicamos 40 horas e sim 25h, logo o salário deve ser proporcional”

“Nós colocamos o valor de R$ 746 no seletivo porque ainda não temos a confirmação do MEC para o novo valor que será pago para o professor, logo que tivermos a confirmação o aumento que for dado pelo MEC o professor contratado também terá esta mesma porcentagem. Se for de 8,32% nós vamos dar o aumento que vai corresponder à R$ 808,00 e não ao de R$ 746,00”, explicou a secretária

NÚMERO DE VAGAS

Sobre  críticas a respeito do município precisar de mais de 800 contratados e só abrir seletivo para 265, fez os seguintes esclarecimentos:

“Observe bem que o seletivo tem as vagas e tem duas vezes o número de excedentes. A gente não pode colocar duas vezes o número porque todo concurso tem excedentes, então se você pega esse valor aí e multiplica por dois, nós vamos se aproximar de 800”

“A gente tem sempre uma diferença de matrícula de um ano pra outro. Pode ser que a gente tenha mais, pode ser que a gente tenha menos então a gente não pode arriscar de contratar um número maior de professores para o número de salas que a gente talvez não disponha”, concluiu

13º SALÁRIO DOS CONTRATADOS

Perguntamos sobre o reclamado 13º dos professores contratados (831 ano passado), a professora preferiu não comprometer-se em sua resposta alegando que não depende só dela.

“Ainda não foi pago, não posso te afirmar isso porque não depende só de mim, depende do financeiro, do prefeito, que ele que é o gestor maior, então ele e o financeiro é que vão responder se é possível ou não’, afirmou

17 comentários sobre “Secretária de Educação fala sobre vagas do seletivo, salário de R$ 746 e 13º dos contratados”

  1. Acélio, eu sempre entendi o Professor como um dos maiores profissionais existentes, pois forma todas as outras profissões, inclusive a tua de advogado. Agora convenhamos, o piso nacional da classe que é de R$1.697,00 para uma carga horária de 40 horas, já é praticado em Codó. Pois nossa carga horária é de 25 horas e não tem nenhum professor efetivo de Codó que ganhe menos de R$1.500,00. Espero que depois dessa lição que você tomou da Secretária de Educação, nunca mais você use seu “BLOG” para falar tanta besteira querendo denegrir a imagem do Prefeito de Codó. O Zito implantou o “PCCS” e vai cumpri-lo. Para sua informação: no ano de 2013, a folha da Educação consumiu exatos 66,07% do recurso que fora enviado. Desculpe se o machuquei.

    1. VC COM CERTEZA NÃO É PROFESSOR DEVE SER UM DOS FUNCIONÁRIOS Q GANHA …… TRABALHAR NA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DEFENDENDO O PREFEITO Q DE …… NÃO TEM NADA SE O FOSSE TERIA PAGO DIREITO OS PROFESSORES E NÃO ESTARÍAMOS RECLAMANDO OS NOSSOS DIREITOS SÓ QUEREMOS O Q E NOSSO.PAGUE DEIXE DE CONVERSA FIADA.

  2. Gostaria que houvesse processo seletivo para contratação de professores do programa segundo tempo. A maioria das cidades contrataram professores para o programa atraves de processo seletivo e espero que em Codo não seje diferente, logo necessita-se de 100 monitores.

  3. A educação precisa melhorar em todos os aspectos: infraestrutura, equipamentos, materiais, salário, formação, escolas com infraestrutura para funcionamento em turnos integrais, alimentação escolar, doação de fardas para alunos carentes, conservação de equipamentos, bibliotecas com acervo, equipamentos de informática, mobília escolar adequada, ampliação da matricula na educação infantil, diminuir a evasão no EJA, educação do campo (numero de alunos por sala, escolas improvisadas….), gestão financeira dos recursos direto na escola, autonomia zero da semed, realização de concurso publico (seletivo para inglês ver), suporte pedagógico, avaliação de rendimento, numero de alunos por sala, profissionais atuando em sua área de formação, liberação de professores para capacitação, formação para o pessoal administrativo, convênios com universidade, centros de formação, institutos, transporte escolar insuficiente, seleção universal para gestores, reformulação das matrizes curriculares, projeto político pedagógico nas escolas, participação dos pais nos conselhos escolares, salas de atendimentos educacional especializado funcionando, programas de educação e diversidade nas escolas não existem continuamente, criar centros de formação profissional, programa municipal de avaliação escolar…

  4. Acelêza, secretário só diz e faz o quê o prefeito manda, e obedece quem tem juízo. O alcaide só procede assim porque sabe que os órgãos fiscalizadores estão com o rabo entre as pernas. Só isso e nada mais.

  5. RESPEITANDO A PROPORCIONALIDADE.

    CONFORME A DECLARAÇÃO DA SENHORA ROSINA BENVINDO, SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, O SALÁRIO DOS PROFESSORES QUE SERÃO CONTRATADOS OBEDECERÁ O SALÁRIO DE R$ 746,00 OBEDECENDO A PROPORCIONALIDADE AO SALÁRIO FIXADO PELO MEC, QUE É DE R$1.697,00. TAL CONCEITO, BASEADO QUE EM CODÓ A CARGA É DE 25 HORAS SEMANAIS.
    RESPEITANDO OS CÁLCULO DA SENHORA ROSINA, OBSERVAMOS UMA GRAVE DISTORÇÃO CONCERNENTE AO QUE ELA DENOMINOU DE “”PROPORCIONAL””.
    VEJAMOS: SALÁRIO DO MEC R$1.697,00 PARA 160 HORAS MENSAIS, OU SEJA, CARGA DE 40 HORAS SEMANAIS.

    SALÁRIO DE R$746,00 PARA OS PROFESSORES QUE SERÃO CONTRATADOS PARA 100 HORAS MENSAIS, OU SEJA, CARGA DE 25 HORAS SEMANAIS.
    BEM, USANDO DO PROPORCIONAL, O SALÁRIO DEVERIA SER DE R$1.060.62 E NÃO R$746,00 COMO AFIRMOU A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO.

    PORQUE?? PORQUE A HORA DE TRABALHO DOS PROFESSORES, FIXADO PELO MEC É DE R$1060.62 E NÃO R$746 COMO O DITO PELA SENHORA ROSINA.

    ESTA DISTORÇÃO, QUE EU CONSIDERO UMA FUTURA ……….. PELA PREFEITURA, REPRESENTA R$314,00 MENSAIS QUE SERÃO “”………….”” DOS MÍSEROS SALÁRIOS DOS NOSSOS EDUCADORES.

    SE, A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO NÃO SABE CALCULAR PROPORÇÕES, ENTÃO, AGORA EU DIGO COMO O MEU BISNETO: “”PRONTO, AGORA DEU””.

    E O 13º SALÁRIO?? A SENHORA “”BENVINDO”” FALOU QUE, ISSO COMPETE AO FINANCEIRO (que …. 1/2 dúzia) E AO PREFEITO QUE, DESDE 2009, VEM “”CUIDANDO EXCLUSIVAMENTE DA SUA GENTE””.

    ASSIM, PARA NÓS MORTAIS, A ÚNICA SAÍDA É ASSISTIR O BBB 14, UM VERDADEIRO PROSTÍBULO DA MÍDIA NACIONAL

  6. Esse seletivo vai deixar muita gente sem trabalhar em Codó pneu acho muito difícil os contratados passarem nesse seletivo aí os que vierem de outra cidade tomado a vaga dos coitados só acho

  7. E outra o 13 e obrigacao ser pago por que o dinheiro qUE o fundeb da para pagar salário digno e 13 esse prefeito e um …… ele é todos esses secretarios…

  8. pois pague agora o décimo, pois quem é que vai ficar com o dinheiro desse mês? pois os pobres dos contratados vão receber só lá pra Março! sacanagem
    o dinheiro taí pq ñ paga! olha é fim.

Deixe uma resposta