Seduc reunirá prefeitos e secretários de Educação dos 217 municípios para alinhar metas educacionais

No próximo dia 27 (sexta-feira), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) reunirá gestores dos 217 municípios para alinhar as metas educacionais e fortalecer ações de parceria e de apoio às secretarias municipais de educação, com foco na qualidade do ensino e da aprendizagem. O anúncio foi feito pelo secretário de estado da educação Felipe Camarão, em artigo publicado neste domingo (08).

“A ideia é que através da sinergia, Estado e municípios, a educação avance em todos os aspectos, com reflexos diretamente na sala de aula. O governador Flávio Dino compreende que só é possível mudar o cenário educacional do estado se houver efetivo regime de colaboração, no qual governo e prefeituras exerçam suas competências mutuamente com diálogo e parceria, assegurando a manutenção e o desenvolvimento do ensino de qualidade em seus diversos níveis, etapas e modalidades, de forma articulada, conforme preconiza o Plano Nacional de Educação (PNE)”, destacou o Secretário.

Durante o encontro, que será realizado no auditório do Palácio Henrique de Lá Roque, e terá parceria da União de Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MA), serão discutidos temas como transporte escolar, Plano Nacional de Educação (PNE) e Plano Estadual de Educação (PEE), calendário escolar, termo de cooperação com os municípios, regularização de fluxo, bolsa família, alfabetização, estrutura das redes municipais de educação, convênios, assessoria técnico-pedagógica com formação dos professores, entre outros, além de atendimento individual a cada prefeito.

Na oportunidade o secretário Felipe Camarão apresentará aos prefeitos toda a equipe da Seduc, como forma de estreitar as relações entre os diversos setores da secretaria e os municípios.

Para o secretário Felipe Camarão, a implantação de ações efetivas em regime colaboração com os municípios geraram resultados significativos na educação do Maranhão nestes primeiros dois anos de governo. Um deles é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) divulgado em setembro do ano passado pelo Ministério da Educação (MEC), que aponta um crescimento nas redes municipais de ensino do Maranhão de 4,2 em 2013, para 4,3, em 2015.

“Esta melhoria advém de ações estruturantes, como a substituição de escolas de taipa por de estruturas alvenaria, das quais 37 estão prontas, incluindo a unidade de Fortaleza dos Nogueiras, entregue em 2016, e outras 61 que estão em construção, em 81 municípios, além das assessorias técnico-pedagógicas iniciadas em 2015, que tem levado capacitação aos professores”, concluiu o secretário.

SEDUC/MA

Um comentário sobre “Seduc reunirá prefeitos e secretários de Educação dos 217 municípios para alinhar metas educacionais”

  1. Deixo para vocês avaliarem o resultado dos programas do PT:

    1.
    Pagamento da dívida externa com o FMI, o PT converteu a dívida externa em interna quem ganha com juros abusivos são os banqueiros, maiores que os cobrado pelo FMI.

    2.
    Salário mínimo: a inflação e o dólar comeram.
    ¿COMPREENDEU?… ¿Compreendeu mesmo?

    3.
    O Brasil estava entre as maiores economias do mundo e quem ganhava eram os ricos.

    3.
    Bolsa família , foi o FHC quem instituiu, os PTistas dizem que é projeto deles.
    FHC: odiado pelo PT. O PT só fala nele… Só pode ser amor enrustido.

    4.
    Prouni somente para escola particular não pagar imposto.

    5.
    Luz para todos ( RESPONDA: ¿Por que utilizar a palavra “PARA TODOS”, na publicidade? Pergunto: ¿é para “TODOS”, mesmo? Mesmo??…). E o preço da luz é aos olhos da cara e o programa petista «Farmácia Popular» fechando todos os dias.

    6.
    Apenas 214 escolas técnicas para um país continental com mais de 200 milhões de habitantes.
    Aqui não tem trouxa.

    7.
    Apenas 18 universidades públicas com baixo nível de qualidade e permitiu milhares de universidades particulares “de esquina” sem as mínimas condições de funcionarem. Uma agiotagem escolar para empresários se fartarem de lucros.

    8.
    Toda a breguice, baranguice e cafonice cultural divulgada pelo Brasil em 13 anos. O nível cultural do brasileiro caiu demais nos últimos anos, durante o Governo do PT. A educação geral também. O Brasil é um país grosseiro…

    9.
    Os PTistas disseram que há 5 milhões de jovens pobres e negros na universidade, alguém acredita?

    10.
    Dizem mais, 40 milhões que saíram da miséria o que é uma mentira deslavada, peço a eles fonte e comprovação e eles silenciam. (as vezes os Ptistas dizem 22 milhões… !?. entenda essa gente.)*
    E mais, apelam, 38 milhões na classe média a 1000 reais? Tá brincando!*
    *Somem agora os 40 mais 38… Eles estão vendendo ilusões, não é real.

    11.
    PAC fonte de corrupção e obras inacabadas por todo o Brasil.

    12.
    O déficit habitacional era de 7 milhões antes do “minha casa minha vida”, a dilma diz que fez 1,5 milhões de moradias e por incrível que pareça o programa incentivou a especulação imobiliária e o déficit voltou a ser 7 milhões, novamente. Que “programão” ingrato é esse?

    13.
    Também com a saúde que é um caos, se não tivesse uma ambulância, seria o mico, e 2132 ambulâncias para 789 municípios é muito pouco. O Brasil possui 4000 municípios, isso é esmola.

    14.
    Onde será que foi parar o grandioso orçamento da saúde (segundo o PT, 106 bilhões), se a saúde está lixo, como no século XIX. Os PTistas querem enganar quem?

    15.
    E a educação? Um caos. Pátria Educadora é o fim da várzea. A Dilma é realmente uma brega.

    16.
    Vamos falar da “Vale do Rio Doce, Samarco? Um acordo favorável aos interesses da corporação empresarial. [Segundo Dilma, não é «SAMARCO» não… Pra ela: é «SÃO MARCOS»…

    17.
    E o desemprego? Está por volta dos 10 a 12 milhões de pessoas.

    18.
    A classe trabalhadora paga a conta da crise GERADA — apenas, só e somente — por longo Governo do PT, em anos anteriores. PT: essa merdinha e picaretagem de gente velha e idiota. Mesmo que seja cancioneiro, mesmo que seja de universidade.

Deixe uma resposta