SEM CONSULTAS: Secretário explica como está lidando com falta de médicos em Codó

Codó ficou até agora sem 7 dos 11 profissionais  cubanos que tinha por meio do programa MAIS MÉDICOS, o suficiente para deixar postos de saúde como  o Santa Rita, na rua César Brandão, sem consultas há mais de 15 dias.

E existem outros  visitados  na mesma situação.

O posto da Av. doutor José Anselmo, antiga Casa de Saúde,  é um dos que mantinham atendimento exclusivo com médicos cubanos, desde que os dois que atendiam no local  foram embora  manhã e  tarde são de salas vazias, nem marcação de consulta existe mais.

Era para onde dona Maria Lúcia dos Santos, da Vila Fomento, São Benedito, corria quando precisava de consultas, agora isso acabou e ela está penando.

 “Só os cubanos, não tinha outros médicos não…ELES FORAM EMBORA? Aí ficou difícil, né…POR QUE FICOU DIFÍCIL? Porque como é que a gente v ai fazer pra se consultar porque não tem outros médicos aqui no Codó, sumiram tudinho não sei pra onde foi (…) eu mesmo olha como é que eu tO de alergia aqui oh! …PRECISANDO DE MÉDICO? Precisando e médico”, respondeu a dona de casa

SUFOCO NO HGM

Quem não tem outra unidade básica funcionando perto de casa precisa recorrer ao Hospital GERAL Municipal para marcar consultas,  que está atualmente sobrecarregado.

Dona Maria das Graças Rodrigues, aos 70 anos de idade, diz que não tem mais forças para encarar uma noite acordada na luta por uma ficha de marcação.

 “Só Deus pra valer nós porque médico não tem, aí vai pro HGM pra arrumar uma consulta aí passa um dia pra arrumar consulta no outro dia, eu pelo menos não aguento passar um dia e uma noite lá na fila do HGM pra consultar…E QUANDO TINHA DIRETO NO POSTO? Era ligeiro…COMO QUE ERA, CHEGAVA? Chegava e logo despachava”, disse a aposentada

PALAVRA DO SECRETÁRIO

O secretário de Saúde do município, Dr. Suelson Sales,  pediu paciência quanto  às dificuldades para se conseguir marcar consultas no HGM, culpou a sobrecarga aumentada pela ausência dos cubanos.

Disse que autorizou que postos passassem a atender pessoas de outras áreas até que tudo volte ao normal e garantiu que pedirá ao governo federal a substituição dos profissionais do MAIS MÉDICOS.

 “Determinamos que houvesse a liberação das consultas no sentido de que esse profissionais dessas outras unidades pudessem atender essa população, não só da sua área, essa é uma das saídas, nós sabemos que tem muitas pessoas que tão procurando o HGM, tem superlotado o HGM em função disso (…) Estaremos solicitando 6 vagas, seis médicos brasileiros que virão pra fazer a reposição dos 6 médicos cubanos, com relação a outra vaga estamos providenciando a contratação de mais um profissional”, afirmou

O secretário também informou que já contratou uma ginecologista que substituirá o médico Cláudio Paz.

5 comentários sobre “SEM CONSULTAS: Secretário explica como está lidando com falta de médicos em Codó”

  1. Ele ñ tá lidando com nada. O povo é que tem que se virar ou esperar a morte chegar. Ver ai se eles não têm os melhores planos de saúde do Piaui ou do Ceará enquanto os pobre madrugam pra conseguir uma consulta pra 60 dias e quando chega a ahora o médico nem toca no paciente sequer para avaliar. ISSO É BRASIL, ISSO É SUS.

  2. A nova ginecologista é a verdinha, que acabou de sair da faculdade, filha do nilson gomes.

    Tudo bem que o dr Cláudio paz saisse ou que ela entrasse p o quadro de médicos do município, mas trocar um médico experiente por quem acabou de sair da faculdade é sem cabimento.

    Esse prefeito tá perdido

  3. A nova ginecologista é a verdinha, que acabou de sair da faculdade, filha do nilson gomes.

    Tudo bem que o dr Cláudio paz saisse ou que ela entrasse p o quadro de médicos do município, mas trocar um médico experiente por quem não adquiriu a maturidade da profissão é sem cabimento.

    Esse prefeito tá perdido

Deixe uma resposta