Vacinadores contra o HPV estão indo atrás de meninas na zona rural de Codó

Equipes da Vigilância em Saúde estão percorrendo a zona rural de Codó em busca de meninas que tenham entre 9 e 13 anos de idade para serem vacinadas contra o HPV.

Mairle sendo vacinada na zona rural
Mairle sendo vacinada na zona rural

Assim como foi feito na cidade as equipes também estão visitando as escolas de cada povoado para atingir o público alvo deste tipo de vacina. Como já estamos em julho, mês, geralmente, de férias, há uma certa pressa para se vacinar o maior número de meninas possível.

O trabalho está sendo chamado de ‘RESGATE’ – uma referência à encontrar aquelas, a exemplo de Mairle Silva,   que ficaram de fora da vacinação no período normal da campanha, realizado em março deste ano.

Na primeira oportunidade que teve, no povoado Pau Cheiroso, esta semana, ela colaborou se vacinou.

 “Porque é pra se prevenir…E AÍ QUANDO VEM NA ESCOLA, NO POVOADO FACILITA PRA VOCÊS? Facilita”, respondeu

Enquanto houver escola com aula a vacinação continuará, segundo explicou a técnica de enfermagem Arlete de Sousa.

“Sempre elas têm medo, mas tão aceitando porque antes a gente tem que dizer pra elas que a vacina é contra o câncer do colo do útero, tem que ter essa conversa pra elas poder aceitar….E AÍ VOCÊS FAZEM ESSA CONSCIENTIZAÇÃO? E aí a gente faz essa conscientização também”, disse

Este ‘resgate’ ainda é da primeira dose. A segunda,  contra o HPV,  já está marcada para ser aplicada, em todo o município, no mês de setembro.

Deixe um comentário