VÍDEO – PM prende homem que esfaqueou a barriga da própria mulher no Codó Novo

Ana Regina Brandão  está internada no Hospital Geral Municipal depois de ter passado por uma cirurgia. A mulher foi esfaqueada, ontem, 12,  na barriga e chegou em estado grave ao Pronto-Socorro, mas agora, segundo informações do hospital, está fora de perigo de morte.

O agressor foi seu companheiro Flávio de Oliveira Mota,  mais conhecido como Salsichão, preso em flagrante pela Polícia Militar. A faca usada no crime foi apreendida (VEJA).

Ele, que segue preso e foi ouvido hoje pela manhã no inquérito,  se  negou a falar à delegada Maria Tecla Cunha e à imprensa  sobre o que o levou a tentar matar Ana Regina após uma briga do casal. A Polícia já sabe que esta não foi a primeira agressão, apenas a mais grave.

MAIS DENÚNCIAS

Ano passada a Delegacia Especializada da Mulher registrou dois feminicídios aqui em Codó. Este ano ainda não foram registrados casos desta natureza. O fato envolvendo Ana Regina e o companheiro dela está sendo considerado o primeiro caso de tentativa de feminicídios de 2019.

A delegada revelou que tem havido um avanço no número de agressões que chegam ao conhecimento da Polícia.

“Geralmente são fatos em família de agressões físicas, não gerando agressões mais graves e outros casos de agressões morais, psicologicamente  também são vítimas as companheiras e aí são requeridas as medidas protetivas de urgência”, disse Maria Tecla Cunha

Algo considerado positivo, identificado pela Delegacia  é que mais mulheres e, as vezes, até parentes delas, estão denunciando mais.

 “Consideravelmente sim, algumas  só quando existe uma situação de muita gravidade, em decorrência dos atos de família, é que elas procuram ajuda solicitando a medida cabível para o caso”, concluiu a autoridade policial

Deixe uma resposta