35ª Edição: JORNAL DA IMPRENSA – Notícias de quem faz a notícia

VERIDIANO FAZ AQUELA ‘FEZINHA’?

Verí na lotéricas

De tão entretido no que fazia, o apresentador Veridiano Sousa, não percebeu a presença das Câmeras curiosas do Jornal da Imprensa, na tarde de 26 de janeiro de 2012, na lotérica do seu Riba. Claro que o JI não perdeu a chance e fez o click.

Nossos investigadores não conseguiram descobrir ao certo que tipo de serviço buscava o número um do ranking da audiência local na Casa Lotérica. Será fazendo aquela ‘fezinha” na mega, na loto fácil, loto mania?

Veridiano estava elegantíssimo, bem trajado e com sua misteriosa tela preta.

PROFISSIONAL ACIMA DE TUDO

Cândido Sousa, cinegrafista da TV Mirante há mais de 7 anos, é um profissional de muitas qualidades – é destemido, cuidadoso com suas imagens e gosta do que faz há quase duas décadas.

Cândido Sousa, no rural

É o homem de frente da equipe Mirante Codó, encara até escada em dia de sexta-feira 13, quebra espelho, mesmo podendo levar 7 anos de atraso (supertição), ou qualquer outra coisa que renda o necessário para cobrir suas reportagens.

A imagem da escada foi feita pelo Jornal da Imprensa por ocasião de uma matéria produzida a pedido do programa Bom Dia Mirante sobre supertição. Ele nem sabe que foi também flagrado pelas câmeras curiosas JI.

Até na sexta-feira 13

A mais recente novidade da vida do cinegrafista, que aliás são duas excelentes: primeiro o casamento com a senhora Luidia Bião, segundo a gente vai mostrar em vídeo (se conseguirmos este vídeo, é claro). É que Cândido Filho ( nosso bem-vindo Arthur) ou a senhoria Luídia Filha (que tende a ser Vitória) já está se mexendo em imagens ultrassonográficas que enchem os olhos de lágrimas de um dos mais competentes profissionais do Maranhão. Parabéns Candin, menino bom.

DANIEL SE DÁ BEM NA TV

Daniel Sousa na TV

Seguindo a migração dos radialistas para o meio televisivo quem também já conquistou seu espaço foi Daniel Sousa. Nosso popular fenômeno do Mundurí (povoado onde nasceu), faz inserções diárias do programa Boca no Trombone, de Osvaldo Filho e companhia.

A produção do programa o auxilia de forma que ‘Dani Múnduri’ apresente temas relevantes do ponto de vista da assessoria de comunicação da Prefeitura de Codó. Ele une seus comentários abalisados com imagens sobre o que fala. A ideia valeu e já pegou.

Daniel está feliz com a nova experiência, segundo confessou recentemente ao Jornal da Imprensa. Os ouvintes dele da rádio Mirante AM, programa A Voz do Povo, também.

QUANDO JÉFERSON VOLTA?

Jéferson Freitas

Quem gosta de programas bem elaborados e com críticas coerentes no rádio codoense, não tenha dúvida, sente saudades de Jéferson Freitas, o polêmico.

A linha dele é dura, só a seriedade pauta Jéferson Freitas. Por conta desse posicionamento coeso e responsável a frente de um microfone o radialista enfrenta dificuldades para ter a aceitação de grupos políticos. Com ele, o que está errado, está errado e ponto final. Não importando quem esteja errado.

É uma das últimas fortalezas da comunicação maranhense, profissional de qualidade quase inigualável no Estado. O Jornal da Imprensa está torcendo para que ele monte, ao menos, uma equipe de rádio para transmitir o carnaval, algo que também faz com maestria.

Deixe um comentário