Fale com Acélio

Com todo respeito à nós Cristãos, esta é uma semana em que nossos honrados políticos adoram para mostrarem-se caridosos, bondosos, doadores de peixe fresco ou congelado, de sardinha passada. Tudo comprado com o nosso dinheiro.

Quem tá no comando da viúva, só se organiza melhor para manter a tradição, formar aquele castigo de fila e fazer a distribuição e, as vezes, ainda vacilam, isto é, nem isso conseguem fazer.

Já presenciamos o cúmulo de vermos latinhas de sardinha nas filas, sob o pretexto de que – gente o peixe acabou . Também já vi prefeito distribuindo peixe com um cheirinho nada agradável. Na realidade, de 2000 para cá já vimos tanta coisa.

DIRETO DA FAZENDA

Um deles, inteligente como um gato, criou a moda de dá peixe fresco, grandão. O povo adorou, virou uma febre. Tão bom que a maioria esqueceu que ele comprava da própria fazenda e ninguém resolveu investigar a origem de tanto peixe bonitão, nem o Ministério Público. O contador dessa máquina administrativa, invejada por sua astúcia e coragem, é um dos mais elogiados pelos vereadores que adoram me dizer – o cara é bom, aqui tá tudo beleza – referindo-se às contas na Câmara com cheiro de peixe da própria fazenda.

Este ano aguardem, meu querido povo carente da nossa amada e sofrida terra Codó. Com a proximidade do ano eleitoral a disputa vai ser pesada – quem vai dá mais peixe? O de fulano será maior ou menor? Será se o rapaz vai repetir aquela das cestas-básicas, só pra fazer diferente?

VAMOS COMER NOSSO PEIXE

Sem nos importarmos tanto com a esta origem, porque isso é papel de outras autoridades, vamos nós, enquanto autoridade povo, nos agarrar ao sofrimento das fileiras que vêem por aí e tentarmos pegar um peixão bem grandão comprado pra nós mesmos com nosso próprio dinheirinho público ( faz assim quem tá dentro e quem tá fora, porque este último guardou pra parecer que nunca nos esqueceu).

Aproveitemos. Viva a semana santa dos políticos, viva à estes tão bondosos homens que mostram-se tão alfinetados pelos exemplos de Jesus em mais uma semana santa.

Que Deus tenha piedade deles. Não lave as mãos ainda Senhor, feito Pôncio Pilatos. Eles ainda podem ser salvos de sua hipocrisia.

7 comentários sobre “A Semana nada “Santa” dos políticos de Codó”

  1. O engracado Acélio é que se o gestor não distribui o peixe para familias de baixa renda a oposicão cai matando. A compra do produto é feita com recursos do municipio através da Secretaria de Assistencia Social que tem como atribuicão combater a fome e a miséria dde pessoas pobbres. E é isso que o governo está fazendo. Um abraco.

  2. Políticos ou não políticos,homens ou mulheres, todos aqueles, que
    possam minorar os sofrimentos dos nossos irmãos, merecem profundo
    respeito nessas atitudes;não interessando saber,quem está vendendo
    os peixes;não interessando de onde sairão os recursos.Se os recursos
    sairão da prefeitura,será uma devolução pertencente ao povo.Se haverá
    filas,para o recebimento,é o único meio para uma perfeita distribuição.
    Eu,faço críticas no que merece e elogios,também,no que merece.

  3. o sem graça A.Barros é sua confirmação de que o peixe é dado pra fazer cena diante da oposição e não pelo verdadeiro sentido da páscoa, comentário infeliz, conclusão lamentável…

  4. Discordo do comentário do Sr.Acélio,principalmente quando,nas suas
    palavras escritas,esconde o nome do gestor anterior.É mais do que óbvio,
    o gestor público municipal,usar recursos da prefeitura para beneficiar
    pessoas carentes.Não importa,para nenhum cidadão,quem vendeu,importa
    saber se,o que foi comprado,foi distribuído.O que está postado pelo
    Sr.Acélio,com as suas palavras,que considero mesquinhas e com cheiro
    partidário e subserviente,realmente,já demonstra como será o palco
    das próximas eleições.Nós,OS CODOENSES,saberemos escolher os nossos
    representantes,para o executivo e o legislativo.Não seremos,novamente
    enganados;não teremos o Cícero de Sousa,visitando mil casas,contando
    que o Zito seria a solução para Codó.Da mesma forma,não teremos outro
    oportunista,porque o povo já está saturado com promessas,sabendo como
    distinguir a falsidade e a ingratidão,características implantadas, no
    meio político,desde as eleições de 2008.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

QUINCAS BORBA – VESTIBULARES

Medicina Integrada – Pedro Augusto

REGIONAL TELECOM

IMPULSO CRED

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias