ASA BRANCA se prepara para voltar campeã de Imperatriz

Com o tema ‘No Nordeste com orgulho pela terra vou lutar’ a junina codoense ASA BRANCA vai encarar, pela segunda vez, o competitivo ARRAIÁ DA MIRA, competição realizada pela afiliada da TV Globo no Maranhão, TV Mirante da região Tocantina.

A outra codoense que também viajará nos próximos dias é a a junina Renascer do Sertão, do bairro Nova Jerusalém.

De acordo com a simpática noiva, Rafaele Costa, o sétimo lugar, entre as melhores do Maranhão, conquistado ano passado, foi uma grande vitória e o maior ganho foi no quesito experiência.

-Ano passado nós ficamos em sétimo e apesar de sermos sétimo e apesar de sermos sétimo pra nós foi uma vitória muito grande porque nós fomos pra mira sem expectativa nenhuma, então chegamos lá e ficamos em sétimo, foi uma felicidade total e esse ano com o tema que a gente vai levar a gente espera ser melhor ainda – frisou a noiva

O tema surgiu por proposta do diretor temático Atalício Moreira que nos contou ter visto a campeã do ano passado falar sobre quebradeiras de coco do Estado.

-Encontrei nisso a oportunidade de também a gente aqui de Codó, enquanto junina Asa Branca a gente levar essa coisa séria pra dentro da nossa brincadeira. Então quando a gente aborda esse tema da reforma agrária todo mundo diz, mas isso não é muito sério pro São João? e a gente diz que não, que o São João também é espaço pra falar de coisa séria, é um espaço que a gente brinca, a gente se diverte, mas é também espaço em que a gente pode conscientizar as pessoas”, explicou

INCHADAS NA SURPRESA

Não foi permitido à imprensa fazer imagens do ensaio completo, o que inclui passos com inchadas que farão parte da apresentação. Sobre isso Atalício Moreira apenas instigou, mais ainda,  a curiosidade dos repórteres.

-A gente traz o lavrador, a pessoa que trabalha no campo como figura-chave, como uma peça chave para o desenvolvimento do tema e aí as inchadas entram sim, além das inchadas também tem outras surpresas que vão entrar no momento da nossa apresentação – concluiu

O presidente da junina Asa Branca, Wellington Raul, está empolgado e transmite isso aos 25 pares que treinam exaustivamente todas as noites, antes do Centro Operário Codoense, agora na quadra do  Guarapary.

-A gente vai buscar as nossas raízes, nossos trabalhadores rurais que trabalharam muito para conseguir um pedacinho de terra e este ano a Asa Branca vai trazer pra dentro do tablado, mostrar pro povo o que esse pessoal sofreu pra conseguira necessidade deles – disse com empolgação peculiar

BANDA AO VIVO

Este ano todos os arraiás, inclusive o da MIRA,  receberão a ASA BRANCA com uma banda tocando ao vivo, sob o comando do baixista e produtor musical Marlúcio Calixto.

-Pra mim tá sendo um lance interessante, acostumado a tocar só com CDs, músicas remixadas e agora a gente tá trazendo uma coisa mais atualizada, mas F5, eclética para a criançada, jovens e adultos e pessoas de idade (…) pra competição já vai tá todo mundo, com certeza afinado, todo mundo dando o máximo de si, fica até uma hora, 2h, nessa correria -destacou o músico que veio do Piauí e aceitou a missão de sincronizar músicas ao vivo com a apresentação.

Estão todos com pensamento positivo. A intenção maior é chegar ao primeiro lugar do Arraiá da Mira. A rainha Juliana Silva frisou que para isso todos estão doando o máximo de si para voltarem de Imperatriz mais vitoriosos que no ano passado.

-Na luta, na luta a gente vai tentando até dá certo. Eu ensaio todos os dias, praticamente, 24h por dia tÔ ensaiando direto, muita simpatia, sorriso no rosto e aquela elegância toda. Este ano eu espero vitória, tudo que vier de bom pra nós – concluiu a frenética Juliana

 

Deixe um comentário