Atenção Básica de Caxias ganha reforço com novos médicos

Foi no auditório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), nesta quarta-feira (2), a reunião do prefeito Leo Coutinho com os novos cinco médicos contratados pelo programa “Mais Médicos” Provab, que irão ser lotados nos postos de saúde dos bairros Ponte, Cohab, Castelo Branco, Bom Jesus e Povoado Caxirimbu. A iniciativa é uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Prefeitura de Caxias.

Novos Médicos
Novos Médicos

O município recebe cinco novos médicos, e virão mais seis até o final de março. Somados aos 20 médicos já existentes por meio do “Mais Médicos”, Caxias contará com 31 profissionais deste programa.

Segundo o prefeito Leo Coutinho, Caxias vive um bom momento na área da saúde, tanto nas parcerias com o Governo do Estado como o Governo Federal. “Isso vem complementando nossa estratégia de fortalecer a Atenção Básica, mostrando mais uma vez o nosso compromisso com a saúde, garantindo tanto a infraestrutura como os profissionais para atenderem os caxienses”.

Acesso à saúde

“A determinação do prefeito é que a nossa Saúde seja resolutiva, e é o que temos feito, investindo a cada dia mais na Atenção Básica do município, que é a porta de entrada da saúde de toda a população”, ratifica o secretário de Saúde, Vinícius Araújo.

O Programa de Valorização do Profissional de Atenção Básica (Provab) tem como objetivo fundamental ampliar o acesso à Saúde à população carente, incentivando profissionais recém-formados a trabalhar em regiões marcadas pela escassez de médicos.

O trabalho dos médicos serve também como degrau entre a graduação e a pós-graduação, aprimorando a formação profissional do recém-formado. Eles, além de conhecerem de perto a realidade dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), atuando junto às comunidades de forma supervisionada, têm acesso ao curso de especialização em Atenção Básica, disponibilizado pela Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS).

O clínico geral Cairo do Brasil Gomes de Morais está entre os profissionais designados para Caxias. Para ele, “é uma oportunidade de adquirir mais experiência, aprendendo a lidar com a saúde pública brasileira”.

Deixe uma resposta