Autoridades comentam resultados do 1º Fórum Estadual sobre Comitês de Bacia Hidrográfica em Codó

DSC_0709O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), em parceria com a Assembleia legislativa do Maranhão e a Prefeitura de Codó realizou entre os dias 16 e 17 de junho o 1º Fórum Estadual sobre Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacia Hidrográfica (CBH) do Maranhão, no campus da UFMA em Codó.

O evento, que reuniu autoridades estaduais e municipais para discutir e fomentar o funcionamento dos Comitês de Bacia Hidrográfica existentes no Maranhão, foi considerado bastante proveitoso. O Secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho, explicou que o Maranhão avançou bastante no que diz respeito às bacias hidrográficas. Ele informou que já são dois comitês, o do Rio Munim e do Rio Mearim e que a criação de mais dois comitês ajudará a iniciar os trabalhosDSC_0698

O Fórum e os documentos assinados na ocasião serviram para fortalecer os comitês já existentes e a criação de novos como os dos rios Itapecuru e Preguiças. Conseguimos dar o pontapé inicial para juntos fazermos a gestão das nossas águas”, disse o secretário.

O vereador Pastor Max disse que o seminário envolveu todos os setores da sociedade codoense e será um grande salto para uma maior participação popular na preservação do meio ambiente.

DSC_0681Conseguimos engajar os diversos setores sociais no processo, além de fortalecer o Sistema de Gerenciamento Integrado dos Recursos Hídricos. Agora as discussões serão levadas para a Assembleia para se tornarem leis e os municípios cobrarem ações em cima dessas leis criadas”.

Para o vereador Leonel Filho, o evento reforça e ajuda todo o esforço feito pela Câmara Municipal no sentido de recuperar e preservar o Rio Itapecurú.

A câmara Municipal, por meio de sua Comissão de Meio Ambiente, iniciou há pelo menos dois anos, esforços para a fiscalização, recuperação e preservação do Rio Itapecuru. Fomos a São Luís pedir apoio ao Estado, realizamos visitas na empresa que estava sob suspeita de estar desrespeitando leis ambientais e vistorias a vários trechos do rio. Com a criação do comitê do Itapecuru, todo esse trabalho ganhará volume e continuidade”.

De acordo com prefeito de Codó, Zito Rolim, as discussões foram muitos importantes para o meio ambiente. “Um assunto relevante para todo ser humano. Pedimos ao Governo do Estado para tomar providências urgentes em relação ao nosso rio para a recuperação da nossa bacia, e fomos atendidos, por meio da Sema. Foram dois dias de importantes discussões em torno do tema e estaremos atentos aos resultados”, destacou.

Entre os temas discutidos nos dois dias do fórum estavam: água e gestão participativa, “O ABC dos Comitês de Bacia Hidrográfica” e “Fundo Estadual de Recursos Hídricos e Processo de criação de CBHs estaduais”. Na ocasião o prefeito Zito Rolim e demais autoridades fizeram a entrega dos certificados aos formandos do Curso de Brigadista Contra Incêndio em Vegetação. O prefeito também homenageou as autoridades e palestrantes com a entrega de lembranças com a réplica do portal de Codó.

Ascom – PMC

2 comentários sobre “Autoridades comentam resultados do 1º Fórum Estadual sobre Comitês de Bacia Hidrográfica em Codó”

  1. Eu, só desejo que as pessoas envolvidas, procurem trabalhar mesmo, e não somente fazeer politicagem, pois A ONG AMIGOS DO VALE DO ITAPICURU, que fim levou o terreno, a lancha, e o dinheiro. O representante do Governo do Estado do Maranhão deveria tomar as devidas providências, ou pelo menos dá uma satisfação, ao povo de Codo, que assistiu a tudo acontecer e hoje, ver passando-se por bobos; mas não esqueceu, credibilidade se adquiri é com trabalho, e não com blá, blá.,,Chega!

  2. Todas as manifestações que envolvem atividades para melhorar a situação do Rio Itapecuru resultam em nada. Não temos a cultura da preservação. O homem tem sido o maior predador sobre a face da terra. Na década de 70 um Vereador tomou uma iniciativa destas, talvez tenha sido a primeira, no sentido de preservação do Rio Itapecuru e deu com os burros n’água. Não há interesse a não ser quando vem verbas polpudas, como muitas vieram n época em que o Deputado Sarney Filho foi Ministro do Meio Ambiente e muito dinheiro rolou em nome do Rio Itapecuru e nada foi feito. Uma pergunta que não quer calar é o fato do assoreamento do Rio Itapecuru na localidade “Suou banhou.” O Rio está praticamente represado e nada é feito. Total falta de interesse por um assunto tão sério. Estes Comitês sem a presença de um representante dos proprietários de terras que margeiam os dois lados do Rio não vão surtir efeito nenhum. Ano de eleição é terrível. A demagogia toma cota das ruas e acontece o que tem acontecido. É lamentável mas é a realidade.

Deixe um comentário