É DE LASCAR : Em vez de apontar soluções Max e Leonel sugerem mais audiências públicas para discutir caos no trânsito

Não há dúvida que o governo Descuidando de Nossa Gente abandonou o trânsito, no final de 2009, criando para si e para o cidadão codoense uma grande bola de neve destruidora de vidas.

Agora, em meio ao caos, fala-se em discutir o trânsito por meio das velhas e já enfadonhas audiências públicas, cujo resultado positivo nenhum ser vivo da minha Codó, Codorniz apresentou até hoje à sociedade.

Discuto sempre este tema, criticando-o veementemente, porque essas audiências são realizadas paras as mesmas caras ‘de sempre’ (é fulano da associação tal, é sicrano do conselho num sei de quê e por aí a história se repete).

CIDADÃO EXCLUÍDO

O cidadão, vítima do descaso, nunca comparece. Se sente excluído, acabrunhado ao ver tanta gente chique discutindo algo que está dentro da casa dele, as vezes de forma fatal, numa linguagem inacessível (é políticas públicas pra cá, é políticas públicas pra lá e ninguém ver essa moça em lugar nenhum). Ao final, escolhe-se alguém pra fazer um tur em São Luís ou Brasília como delegado, cria-se um documento que vai nunca se sabe pra onde e de mais uma audiência pública nada mais se tira de proveito.

AUDIÊNCIA ATÉ PARA O TRÂNSITO

Dois cidadãos me apareceram novamente com essa história de audiência ontem (27) na Câmara. Seu Max e seu Leonel Filho.

O primeiro sugeriu a solução de todas as coisas ( a audiência) para conscientizar os moradores da Av. Cristóvão Colombo, na Trizidela, de que ela vai ser duplicada e esta duplicação vai comer um pedacinho da calçada de alguém. Um carro de som passando 5 vezes pela manhã e mais 5 à tarde teria mais resultado. Duvido que todos os moradores compareçam para ouvir conversa mole.

Um corpo a corpo da secretaria responsável para com os moradores com calçada fora do limite também cairia bem. Mas NÃO, tem que haver a bendita audiência pública ( com ar-condicionado ‘troando’, aquela água mineral geladinha, a classe A circulando de paletó, paradinha para o cafezinho, lanchinho, restaurante de primeira para os palestrantes e mão naquilo, aquilo na mão, e coisa e tal)

Pois bem, depois de seu Max, seu Leonel me apareceu com a bendita para discutir soluções para trânsito desgraçado pela falta de fiscalização, pela inoperância do governo. Segundo ele, a sugestão seria de seu Ricardo Torres, secretário de Governo.

“Fizesse uma audiência pública e nessa audiência pública nós possamos discutir o trânsito, eu não sei  qual vai ser o posicionamento de vossa excelência a respeito do que falou tanto o nobre colega pastor Max, como o vereador Carrim da Construções, mas o Ricardo (Torres) ele acha que é tema pra ser discutido numa audiência pública nas comissões. Então de antemão, Carrim, já fica aqui a sugestão pra gente fazer uma audiência pública nas comissões”, disse Leonel empolgado

“TÁ FALTANDO É CABRA MACHO”

Ei Leonel, psiu! Seu Max, ei rapaz olha aqui. Assim não pessoal. Ninguém engole mais essa, vamos procurar um negócio novo aí cara. Sai dessa meurimão.

Na noite de ontem (27) acho que a coisa mais sensata prolatada do alto da Tribuna da nossa Augusta Casa saiu da boca de quem menos esperávamos – Carrim Construções.

O trizidelence foi macho suficiente pra dizer na lata dos seus pares que pra resolver tanta bandalheira no trânsito de Codó tá faltando é um CABRA MACHO, alguém com aquilo roxo.

“Tem que ter boa vontade da população tem, tem que ajudar? Tem, mas se o Poder Público e o prefeito não arregaçar as mangas o trânsito não acontece,  daí a gente fica se perguntando QUANDO É QUE VAI ASSUMIR UM CABRA MACHO pra tomar conta do trânsito de Codó e botar tudo numa rédea

“Do jeito que tá pode acontecer com qualquer um filho nosso, Codó o trânsito tá sem lei porque nenhum prefeito tem coragem de mexer com o trânsito com medo de perder voto”, concluiu

É triste, mas devo admitir que Codó parece ser  a única cidade do mundo onde um voto é mais importante do que uma vida.

17 comentários sobre “É DE LASCAR : Em vez de apontar soluções Max e Leonel sugerem mais audiências públicas para discutir caos no trânsito”

  1. MUITO BOA ESSA REPORTAGEM CARO ACELIO,POIS CONCORDO COM VOÇÊ E O NOBRE VEREADOR CARRIM,PODE FAZER REUNIÕES DO LADO DO VENTO,NÃO VAI RESOLVER,ATE PARECE QUE ESSAS REUNIÕES SÃO APENAS PARA IR IMPURRANDO COM A BARRIGA O CAOS NO TRANSITO,AGORA SERA QUE ESSE PREFEITO NÃO TEM COMPAIXÃO NENHUMA DAQUELES QUE ESTÃO MORRENDO NESSE TRANSITO,É UMA VERGONHA,VERGONHA MESMO,QUE TEM CONDIÇÃO DE SAIR DESSA CIDADE QUE VA EMBORA OU PODE SER MORTO PELA FALTA DE CORAGEM DESSE PREFEITO COM RESPEITO AO TRANSITO,SERA QUE QUANDO ELE VAI DORMIR A NOITE ELE FICA COM SUA CONCIENCIA TRANQUILA? OS CODOENSES MORRENDO NO TRANSITO E ELE PODENDO FAZER ALGUMA COISA E NÃO FAZ NADA?

  2. O Governo da Sua Gente já dá o caixão pro miserável que se estabaca no maravilhoso trânsito do Cuduó, portanto, os nobres edis estão querendo só fazer média e mídia com o povinho.

  3. Prezado Acélio, admiro muito o seu trabalho, porém os vereadores não podem ser responsabilizados pela falta de responsabilidade do condutor de motocicleta.
    Concordo sim, que os vereadores devem pressionar os orgâos competentes pelo trânsito, solicitando medidas que atenuem a ocorrência de acidentes em nossa cidade. Entretanto, a conscientização é um dever de todos.
    Quer exemplos de descaso em nossa cidade…
    1º As concerssionárias locais (FC Motos e CN Motos) ao invés de realizarem campanhas educativas, trazem “shows” (mesmo que advertindo que aquelas manobras são feitas por profissionais) que incentivam os imprudentes;
    2º Policias, colaboradores da 3ª CIRETRAN, Vereadores, Prefeito, etc… conduzem seus veículos sem utilizar os equipamentos de segurança;
    3º Pais estão cedendo / comprando motos para seus filhos de menores.

    Pois é meu amigo, enquanto a população não adiquirir cultura, o caos no trânsito permanecerá.Palavras de motociclista acostumado a viajar vários e vários kilometros nesse Brasil afora.

    1. Meu amigo tu só vai te preocupa com os outros no dia que teu filho sofrer um acidente, esses cara nun querem saber de nada ….. O trabalho do vereador é fiscalizar e não passar a mão por cima das coisas ruins que estão acontecendo

    2. É meu caro amigo,mas tudo isso acontece sabe por que? por causa do descaso das autoridades competentes que deveriam agir e ficam fazendo vista grossa!! Se houvesse uma fiscalização rigorosa constantemente e campanhas educativas, muitos pais iriam pensar 2 ou 3 vezes antes de comprar um transporte para um menor. Como não há nada, então mesmo ele entendendo que é errado compra…!!! Pois ninguém faz nada..!!! Pra que melhor que os agentes de trânsito ficarem mais de 1 ano,isso mesmo,mais de 1 ano em casa recebendo e sem atraso,sem fazerem nada. Pois segundo informações as autoridades não queriam perder votos por causa das bletes…É mole heim…!!!!

  4. Será se o Sr. Carrim Construções vai ser Macho do Saco Roxo, e aplicar a Lei do transito sem olhar para situação social e política! E quando a maior parte dos cidadãos que votaram nele, os quais tem moto e não tem carteira ou a documentação da moto esta atrasada ou irregular, começarem ter a sua moto apreendida, o seu ganha pão apreendido, ele vai continuar se perguntando QUANDO É QUE VAI ASSUMIR UM CABRA MACHO pra tomar conta do trânsito de Codó e botar tudo numa rédea, ou ele vai dizer que é culpa do Zito, ou de um outro qualquer, ou mesmo de ninguém? Ele não é político e precisa destas pessoas também? Ele vai pagar as despesas destas pessoas e tirar a suas carteiras? Pois a maioria são humildes que sequer não tem condições nem de pagar a sua moto direito, mas votaram no Carrim!
    Será se o Carrim não esta com uma faca de dois gumes e só esta olhando pelo lado dos que tem condições, ou não, ele esta certo e tem que cumprir a Lei e apreender mais da metade das motos dos Codoenses!

    1. Rpz tu só pode ser mais um desses que tem inveja do trabalho do carrim. Como que o cara tem dinheiro pra comprar uma moto e não tem pra tirar uma carteira????? A lei está ai é para ser cumprida, todos colocam culpa no prefeito, mais, os verdadeiros responssaveis são PAIS COMO VC que deixam sus filhos pilotarem sem ter abilitação e ainda por cima nem 18 anos tem.

  5. CODOENSE CINSIENTE O SENHOR VAI FAZER O QUE QUANDO UM DESSES QUE ANDAM INRREGULAR ATROPELAR ALGUEM DE SUA FAMILIA,AI VOÇÊ VAI VER SE CONTINUA FALANDO ISSO,ESSA BALALLE SUA AI, LEI TEM QUE SER CUMPRIDA,MEU AMIGO A VIDA DAS PESSOAS ESTA ACIMA DE QUALQUER COISA,IMAGINE SUA MÃE,SEUS FILHOS SE TIVER,SEU PAI,OU QUALQUER OUTRO PARAENTE SENDO ATROPELADO E MORTO POR UM INRRESPONSAVEL DESSES NO TRANSITO,QUE NÃO POSSUEM HABILITAÇÃO,PORTANTO NÃO PODEM PILOTAR MOTO ESSA É A LEI E PONTO FINAL.A VIDA É UM BEM INRREPARAVEL,SE UM DETERMINADO PAI DE FAMILHA,COMO VOÇE COMENTA TER SEU VEICULO APREENDIDO ELE PODE TRABALHAR DE OUTRA FORMA,O PAI DE FAMILHA QUE PERDI A VIDA NÃO TEM OUTRA CHANSE,ACABOU,É ISSO QUE VOÇE E A PREFEITURA DE CODO PREFERE?.

  6. PRIMEIRO: NÃO É PRECISO CABRA MACHO, PRECISAMOS DE UM PREFEITO COM MAIS
    RESPONSABILIDADE. SEGUNDO: A IDÉIA É DO RICARDO TORRES, ENTENDIDO APENAS
    DE $$$LICITAÇÕES$$$ ASSESSORADO POR … E …. TERCEIRO: O PREFEITO
    NÃO ENTENDE NADA, NÃO DIZ NADA E NÃO RESPONDE NADA, SOMENTE FALA PARA O
    RICARDO TORRES: ……..

    APROVEITO PARA CONTAR UM ACONTECIMENTO
    DO NACIF EM CONVERSA COM O SEU FILHO, RESIDENTE EM SÃO LUIS:
    NACIF: MEU FILHO, AS COISAS EM CODÓ ESTÃO DIFICEIS. O FILHO: PAPAI, VEM
    PARA SÃO LUIS, AQUI O DINHEIRO ESTÁ CORRENDO. NACIF: MEU FILHO, EM CODÓ
    O DINHEIRO ESTÁ PARADO E EU NÃO CONSIGO PEGAR, IMAGINE ELE CORRENDO.

  7. Cidadão sem Conciencia, como é que um pai de familia como você fala tem R$ 6.500,00 para comprar uma moto e não tem R$ 1.000,oo para pagar sua Habilitação!!!!!

    Meu jovem, Lei é para ser cumprida, e tem mais como é que um pai de familia entraga a moto para seus filhos andarem feito malucos empinando o pneu pelas avenidas da cidade!!!!

    Moto MATA, não tem essa não de ficar com bla bla bla, quem não é habilitado, não pode conduzir, pois esta assumindo o risco muito alto e pagar caro por isso….

    Sr Prefeito, cumpra e faça os condutores a cumprir a LEI, um caixão é mais cara do que uma habilitação…..

  8. Se o cara tem consciência de comprar uma moto, um carro, ele tem primeiro que saber as leis de transito e pra isso ele tem que andar habilitado e também ter condições de pagar as taxas do seu veiculo, então não tem essa de que o cara é pobre e não tem condições de tirar um documento ou não. Se não tem condições, não compra. Lei ficou foi pra ser cumprida.

  9. sem falar que nas escolas tanto publicas como particulares o que tem de motos na portas destas escolas não está no gibí, todas estas motos são de estudante ou seja menores, ai a culpa é de quem? dos vereadores? do prefeito? deputado? senador? governador? presidente? educação comerça em casa coisa que os pais não estão fazendo quando entregam uma moto ao eu filho menor de idade.

  10. Caro Acélio, a verdade tem que ser mostrada …e em verdade os nobres vereadores de Codó-Ma nunca tiveram a coragem de Enfrentar o Problema do Trânsito. Quando alguém fala a verdade todos se calam.

    E Afinal de contas quem é O Senhor Ricardo Torres(EX-TCE-PE)Super-secretário(?) que está pouco preocupado como que vai acontecer no trânsito de Codó, pois se tivesse coragem já teria tomado alguma atitude.

    Nesse Ponto tenho que concordar com o Vereador Carrim construções, quando disse “se o Poder Público e o prefeito não arregaçar as mangas o trânsito não acontece, daí a gente fica se perguntando QUANDO É QUE VAI ASSUMIR UM CABRA MACHO pra tomar conta do trânsito de Codó e botar tudo numa rédea”.

    Acredito Caro Acélio que o trânsito e a cidade de Codó-Ma irá mudar quando tivermos…um outro Prefeito, Outro Diretor do DMT, Outro Chefe da CIRETRAN, outro Comandante… Pois as atuais autoridades tem se mostrado omissas e o Trânsito de Codó-MA já virou mesmo foi um caso de Polícia. Pois querer apelar para a consciência do Motorista no trânsito é quase uma piada, se não dizer, brincadeira

    Concordo a opinião, pelo que se observa, as autoridades são omissas e fingem que não sabem da existência do Código Nacional de Trânsito-CTB.

Deixe um comentário