EDUCAÇÃO – Medalhas deram nova motivação à escolas codoenses

Todos os alunos com quem estivemos  pertencem à escola Modelo Remy Archer e numa reunião, mais descontraída, na biblioteca, aconteceu depois de uma prova nada fácil da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.

Medalhistas da Remy Archer
Medalhistas da Remy Archer

 O nome nem é de uma disciplina específica do Ensino Fundamental, lembrou uma  estudante, mas o que foi cobrado na hora tinha tudo a ver.

 “Tinha muitas matérias, tinha matemática, geografia, ciências, pra gente foi muito difícil (…) meu esforço, ver que valeu a pena me esforçar, ter passado  e ganho a medalha, foi bom pra mim, dar orgulho pra meus pais também”, explicou

Em todo o país, 772.257 alunos fizeram a mesma prova, 40 deles eram de Codó, 4 ganharam menção honrosa pelo desempenho e 8 ganharam medalha de bronze.

Também teve medalha de bronze em matemática de uma aluna da esacola Senador Archer e menções honrosas para alunos das escolas Neyde Magalhães e Alexandre Costa.

“Esse prêmio ajuda a desmistificar aquela ideia de que a escola pública não é uma escola de qualidade, estamos sim preocupados em oferecer uma educação de qualidade, uma educação que não se preocupe apenas com as estatísticas”, disse o professor de Matemática Sebastião Ribeiro, da Remy

MUNICÍPIO INCENTIVA

Além da lembrança do Ministério da Educação, o município deu aos medalhistas um tablet como incentivo aos estudos.

 “A gente  pode fazer outras provas a mais e ganhar outras coisas, vários prêmios pra escola …NÃO QUEREM PARAR NO BRONZE? Não, porque,  assim se a gente já passou no bronze, a gente se esforçando mais, a gente pode chegar até o ouro”, frisou Emielly Costa

O efeito da premiação, mesmo de bronze, foi revigorante em sala de aula, explica a professora de matemática da turma, no Remy, Meirilane Vieira.

“Com certeza, o efeito pedagógico é que eles se interessam muito mais agora pela disciplina pelo fato deles terem ganho bronze, eles agora querem prata, querem ouro…E O RESTO DA TURMA? O reste da turma também está toda eufórica porque eles agora também estão no páreo  com  todos que passaram”, afirmou

ENTRE OS ALUNOS

David Araújo também acha que  os colegas agora têm um bom novo motivo para se dedicarem mais na escola.

 “Eu acho que assim porque eles vão ter a gente assim como padrão, vão querer alcançar e também ultrapassar a gente”, disse o medalhista de bronze com o tablet na mão.

“eu quero chegar as medalhas, ganhei a menção honrosa e isso estimula a gente a ganhar medalhas”, completou Mônica Fernandes

Para a Secretaria de Educação, Rosina Benvindo,  isso significa que os codoenses desenvolveram competências maiores dentro das disciplinas cobradas nacionalmente, o trabalho no próximo ano será fazer isso alcançar um número maior de alunos.

 “Significa que os alunos que participaram demonstraram competência conhecimento conforme as exigências das olimpíadas porque geralmente são atividades relacionadas à resolução de problemas, leitura e escrita com competência”, ressaltou a secretária.

Um comentário sobre “EDUCAÇÃO – Medalhas deram nova motivação à escolas codoenses”

Deixe uma resposta