EDUCAÇÃO SOFREDORA: Profissionais de Codó denunciam ‘Rodízio de Professores’

Professores em frente ao Ministério Público
Professores em frente ao Ministério Público

Em entrevista à TV Mirante professores da rede pública estadual e municipal denunciaram diversas irregularidades enfrentadas pela classe e por estudantes de Codó.

O professor Jean Pierry Siqueira Lopes, por exemplo, da rede estadual, criticou a falta de vigias nas escolas, algo que se registra desde o final de outubro do ano passado quando todos os vigilantes deixaram de ir trabalhar para forçar o governador Flávio Dino a pagar os meses atrasados.

O governador até hoje não pagou e as escolas estaduais continuam sofrendo até furto de motocicletas dos alunos, como você poderá ouvir na fala de Jean Pierry.

Na rede municipal, o professor Marcos da Silva denunciou o que chamou de RODÍZIO DE PROFESSORES.

Protesto em frente à Prefeitura (Praça Ferreira Bayma)
Protesto em frente à Prefeitura (Praça Ferreira Bayma)

Ano passado, a denúncia que foi parar em rede nacional foi a de um certo RODÍZIO DE MERENDA (quando uma escola recebia este mês, mas ficam sem alimentação no mês seguinte para que outras tivessem a mesma oportunidade).

Já o rodízio de professores se dá em razão da falta de professores contratados nas escolas. O rodízio se dá entre os efetivos que vão ‘girando’ pelas salas afim de manter o aluno o maior tempo possível na escola (já que sem professor de várias disciplinas o jeito é liberar mais cedo).

Os detalhes estão no áudio exposto abaixo, que traz a íntegra, sem cortes ou emendas, das entrevistas concedidas ao jornalista Acélio Trindade

5 comentários sobre “EDUCAÇÃO SOFREDORA: Profissionais de Codó denunciam ‘Rodízio de Professores’”

  1. EDUCAÇÃO SOFREDORA: Profissionais de Codó denunciam ‘Rodízio de Professores’.

    Ano passado, a denúncia que foi parar em rede nacional foi a de um certo RODÍZIO DE MERENDA (quando uma escola recebia este mês, mas ficam sem alimentação no mês seguinte para que outras tivessem a mesma oportunidade).

    Já o rodízio de professores se dá em razão da falta de professores contratados nas escolas. O rodízio se dá entre os efetivos que vão ‘girando’ pelas salas afim de manter o aluno o maior tempo possível na escola (já que sem professor de várias disciplinas o jeito é liberar mais cedo).

    TRECHOS DA ENTREVISTA DO PROFESSOR “”JEAN PIERRY SIQUEIRA””.

    O PARAIBANO + O PERNAMBUCANO, INVENTARAM “”O RODÍZIO DA MERENDA ESCOLAR””. ACREDITO, QUE FOI A SOLUÇÃO PARA EVITAR A “”OBESIDADE”” E, ASSIM, ENGORDAR A PARTILHA.

    SÃO TEIMOSOS. INVENTARAM O RODÍZIO DE PROFESSORES NAS SALAS DE AULAS.

    O PIOR É QUE, ALUNOS, PAIS E O POVO EM GERAL, TAMBÉM FAZEM PARTE DE UM NOVO RODÍZIO. O RODÍZIO DOS EXCLUÍDOS, QUE NÃO SABEM COMO ENTRAM E COMO SAEM OS RECURSOS NA PREFEITURA.

  2. Do Blog do Neto Ferreira

    Prefeitura de Codó gasta mais de R$ 4 milhões com material elétrico
    Os contratos foram celebrados com três empresas.
    17/03/2016 06h00 0

    A Prefeitura de Codó mais uma vez celebrou contratos duvidosos e volumosos. No dia 11 de fevereiro deste ano, o Município firmou quatro parcerias com o objetivo de fornecimento de material elétrico, hidráulico, construção e ferragens em geral para atender as ‘necessidades’ das secretarias.

    A ‘prestação de serviço’ vai gerar um rombo de R$ 4.136.622,35 (quatro milhões, cento e trinta e seis mil, seiscentos e vinte e dois reais e trinta e cinco centavos) nos cofres públicos. Os acordos foram firmados com as empresas A. Costa Nascimento-Comércio, detentora de dois contratos com valor total de R$ 250.465,40; com a J.Gonçalves dos Santos Filho & CIA, ganhadora do maior contrato (R$3.511.945,43); e A.F Lobo Mendes Comércio e Serviços (R$374.211,52).

    À frente da prefeitura de Codó, Zito Rolim já arranjou diversas parcerias suspeitas, que torraram ciras milionárias.A lista é extensa e continua aumentando. Foi constatado, inclusive, pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), o envolvimento do Município em irregularidades financeiras.

Deixe uma resposta