ELEIÇÃO 2016 – Enquete mostra disputa entre Ricardo Torres e Francisco Nagib

Ricardo Torres  na preferência dos internautas
Ricardo Torres na preferência dos internautas

O jornalista Francisco Oliveira, do Correio Codoense, deu uma mexida na cabeça dos internautas que gostam de política. Numa sacada genial, ele resolveu abrir uma enquete onde seus leitores podem votar respondendo a seguinte pergunta:

QUEM DEVERÁ SER O CANDIDATO DO PREFEITO ZITO?

Francisco Nagib pode receber apoio de Zito em 2016
Francisco Nagib pode receber apoio de Zito em 2016

As opções são apenas 5:

  • Chiquinho do SAAE
  • FRANCISCO NAGIB
  • Pedro Belo
  • RICARDINHO ARCHER
  • Ricardo Torres

Quando da realização desta postagem (momento da escrita), 200 pessoas haviam votado e o resultado apontava o sobrinho do prefeito, Ricardo Torres, advogado e atual secretário de Saúde, com ingerências na de Governo, Guarda Municipal e DMTRANS.

Torres tinha 30,50% das indicações de que deve ser o candidato de Zito em 2016.

Seguido por Francisco Nagib (23% dos votos), Pedro Belo (18%), Chiquinho do Saae (16,50%) e Ricardinho (12%).

A enquete continua e estes números podem mudar a qualquer momento, mas prevalecerá a inteligência de Francisco Oliveira em, de certa forma, antecipar a discussão e, claro, não deixar os leitores desamparados no quesito política, aquilo que nos é mola propulsora.

 

32 comentários sobre “ELEIÇÃO 2016 – Enquete mostra disputa entre Ricardo Torres e Francisco Nagib”

  1. Acelio primeiro abrir a matéria dizendo que Francisco oliveira o jornalista é uma …… Segundo está muito cedo pra tratar do assunto. De todos o mais preparado é o Pedro Belo, acredito ser o menos pior.

  2. ….. FAZER ESSA midia PARA FICAR NA crista da onda,POIS SABE muito BEM QUE NÃO VAI PRA LUGAR NENHUM. O atual Presidente da Camara tem todo apoio dos vereadores(até da oposição)para fazer frente a QUALQUER candidato e ele também tem MUTO RECURSOS intocado,pois não gasta nada seu,só da esttrutura municipal. Acho que o João dos |Plasticos será seu VICE. Vice o João ??Isso mesmo !! Mas Lá no Palacio dos Leões TEM UMA DETERMINAÇÃO; As maiores 20 cidades do Maranhão,terá candidatos PRA GANHAR A ELEIÇÃO. O povo que vai RECEBER OS CARGOS EM CODÓ sabe disso e tem gente que está com a PARTE DE TRAZ que não cabe um FIO DE CABELO FEITO PONTA. É ou Não é??? E ainda,as FORÇAS DO ATRASO,DA CORRUPÇÃO,DA OLIGARQUIA SARNEY,DOS DESVIOS E ETC,estarão MAIS UNIDAS DO QUE NUNCA,para acabar logo o SUCESSO DO FLAVIO DINO,pois em 2018 são 2 VAGAS DE SENADORES e o Flavio Dino NÃO VAI PRA REELEIÇÃO. Então, serão dois lados em 2016,um contra o Governo estadual e a favor do esquema da Prefeitura e outra candidatura a favor do GOVERNO FLAVIO E OPOSIÇÃO. O PTtem que expulsar uns trairas),PSOL,Pc do B,terá que MEXER os pauzinhos e se unirem com PSDB,PDT,PMN e outros e PROVOCAR UMA ALTERNÂNCIA NA PREFEITURA. Ou ficarão felizes com os 300.000,250.000 como venda a um certo candidato ??

  3. Pense mum, monte de merda os cinco nomes. O rico não manda nem na mulher. O presidente pior ainda.O sobrinho sabe de nada..Resumo: O reporter que fez esse furo é muito um pau no @X##…Aliás ele entende bem disso.
    Acélio todos nós sabemos que isso é midia paga para lançar nomes. Tem muita agua pra derramar ainda.

  4. Por que não puseram o nome do João dos Plástico? Estão com medo pois dentre os citados é quem tem nenos rejeição. Me compre um bode francisco Oliveira!

  5. R?…o cara mal fala com as pessoas e quer ser prefeito!
    Me poupe…primeiro ele tem que dormir um ano debaixo da rede do Zito, Chiquinho do Saae e Francisco Nagib.

    Imagina um homem desses pegar uma prefeitura como a de Codó?

    Jesus cura,salva e olha.porque ninguem merece!

  6. Deus nos livre de..

    ..
    espero que nunca esse homem seja eleito prefeito de Codó.

    Ele, não dá conta de resolver nenhuma das atribuições que lhe são conferidas tais como secretária ……….. e como é que pode ser prefeito?

    Aliás, esse DMTRANS só funciona mesmo pra onerar os cofres do município porque esse departamento e nada é a mesma coisa.

  7. Caro Acélio,
    Aproveito para pedir o apoio de todos em favor de nossa próxima campanha, aliás, nossas campanhas… de vacinação, contra AIDS, contra o calazar, para diagnóstico precoce do câncer de útero ou próstata, controle do diabetes e da hipertensão arterial, doação de sangue, campanha para redução de velocidade e aumento do uso do capacete no trânsito, entre outras.
    Tenho certeza que contarei com o apoio do Prefeito Zito nessas campanhas. Esperamos a adesão de todos.
    Quem gostou dá um gritão aí…
    Feliz 2015 a todos!

  8. O CARA PRA SER O NOVO PREFEITO TINHA QUE TER A CARA DO POVO OU SEJA

    CONHECER AS REAIS NECESSIDADES TIPO SE COMPROMETER DE COMPRAR UM

    APARELHO DE HEMODIÁLISE, UM SIMPLES APARELHO DE RAIO X PRA GENTE NÃO TER

    QUE PASSAR VERGONHA NA MÍDIA MARANHENSE, E NÃO PERDER NOSSOS PARENTES,

    POR CONTA DA FALTA DESTES APARELHOS OU SEJA UM CARA COMPROMETIDO, COM

    NOSSAS REALIDADES, AMIGOS CODÓ NÃO TEM UM BANCO INTERLIGADO A REDE 24 HS,

    ISSO É UM ABSURDO. ENTÃO FUTURO PREFEITO POR FAVOR ESTES PEKENOS

    DETALHES TEM QUE SER CORREGIDOS URGENTES.

  9. O nome do Advogado Mendes é um dos Melhores e deve ser candidato independente e de oposição a esse desgoverno cuidando da “gente dele”.
    O candidato do (seja ele quem for e tiver a coragem) terá muito que se explicar.
    Pois como defender um desgoverno com um rosário de tantas ………(licitações como a compra da Merenda Escolar(inexistente), a Licitação dos Serviços de limpeza Urbana contratados por mais de 03(três) milhões de reais, Escolas de Palha do Fantástico, Saúde de Quarto Mundo, …… do Sorteio de Casas do Conjunto Minha Casa Minha Vida para beneficiar amigos e apaniguados, Compra de Votos na Eleição de 2012, Nepotismo, Clientelismo, Transformação da Prefeitura em um cabide de Empregos de parentes e apaniguados etc. etc. etc.

  10. Piada mesmo são esses nomes da enquete já citados: ……………. e o Prefeito de Fato de Codó -RT. Será que nenhum deles se garante como candidato ? ou terão que choramingar e implorar o apoio de um Prefeito investigado pelo Ministério Público Estadual e pela Policia Federal? Onde Está o Dinheiro do Carvaval de 2013 ?
    Porque o Governo “cuidando da “gente dele” não se pronunciou e permanece calado e mudo sobre a investigação da do MPE e PF e da matéria divulgada pelos jornais de todo Maranhão ?
    (vejam a Matéria sobre o Carnaval de 2013 que Custou mais de R$ 2.100.000,00 (dois milhões e cem mil reais). e da planilha que foi apreendida pelos Promotores de Justiça e Investigadores da PF.
    Onde estão os candidatos do Prefeito ?

  11. O nome do Advogado Mendes é um dos Melhores e deve ser candidato independente e de oposição a esse desgoverno cuidando da “gente dele”.
    O candidato do Prefeito(seja ele quem for e tiver a coragem) terá muito que se explicar.

  12. Prefeitura de Codó também foi outra beneficiada, com convênios que somam R$ 1,5 milhão. Envolvido em denúncias de compra de votos, o prefeito(PV) é apoiador histórico do grupo Sarney.
    Essa informação está no Blog Marrapá de hoje.

  13. DEU NO THE NEW YORK TIMES: Declínio de uma família política abre o caminho para uma mudança no Brasil
    Por Simon Romero
    (Tradução livre por Tereza D´Avila Lima)

    SÃO LUÍS, Brasil – A homenagem é pródiga. Entre no Convento das Mercês, uma jóia colonial elegantemente restaurada construída aqui em 1654, e aprenda sobre os feitos de José Sarney, ex-presidente do Brasil e chefe da dinastia política que tem mantido o domínio sobre o vasto estado do nordeste, o Maranhão, por cinco décadas.

    Um documentário retrata o Sr. Sarney como um generosamente bigodudo governador tirando o Maranhão de seu isolamento econômico na década de 1960. Fotos o capturam presidindo a transição do Brasil para um regime civil na década de 1980. A exibição de títulos, incluindo “Master of the Sea” (Mestre do Mar), mostram seu talento literário como romancista-estadista.

    Fora do Convento das Mercês, que abriga uma fundação financiada pelo Estado anunciando Sr. Sarney, os moradores são rápidos em apontar a marca da família ao redor de toda São Luís, capital do estado.

    Um busto de José Sarney, um senador e ex-presidente do Brasil, no Convento das Mercês. Nome e imagem do Sr. Sarney são onipresentes em São Luís, capital do Estado do Maranhão. Crédito Mauricio Lima para o The New York Times
    Precisa de um lugar para viver? Considere o bairro da Vila Sarney, eles brincam. Um hospital? Há a Maternidade Marly Sarney. Quer ler um livro? Experimente a biblioteca José Sarney. Precisa ir ao Centro Histórico? Pegue a ponte José Sarney. E se você tem um problema, você sempre pode mover uma ação judicial – no Forum Desembargador Sarney Costa.

    Mas toda a celebração visível do Sr. Sarney agora está em nítido contraste com a forma como o patriarca, 84, e sua prole são amplamente percebidos tanto no Maranhão, um dos estados mais pobres do Brasil, quanto no resto do Brasil.

    Eleitores eliminaram políticos leais ao Sr. Sarney no Maranhão nas eleições estaduais em outubro, e o Sr. Sarney, por muito tempo um dos homens mais poderosos em sua posição no Senado Federal, anunciou que não iria tentar a reeleição, possivelmente abrindo o caminho para uma das mudanças mais profundas na política brasileira nos últimos anos.

    “O último grande coronel do Brasil está finalmente em declínio”, disse Rodrigo Lago, advogado e ativista da transparência, usando o termo para os homens fortes que afirmam poder sobre grandes áreas do Brasil, principalmente aqui no nordeste pobre do país.

    “Se o Maranhão pode mudar, então oligarquias em outros lugares podem ser controladas neste país”, acrescentou.

    Sr. Sarney disse que não vai tentar a reeleição,
    abrindo caminho para uma grande mudança no estado

    Poderosas dinastias em outros lugares do Brasil estão dando sinais de desgaste. Na Paraíba, outro estado do nordeste, o filho de Ronaldo Cunha Lima, ex-governador que vergonhosamente atirou em seu antecessor em um restaurante lotado, em 1993, sem nunca sequer cumprir pena por tentativa de homicídio, perdeu a eleição para governador este ano.

    Da mesma forma, os eleitores recentemente frustraram o filho de Jader Barbalho – um senador poderoso com um império de mídia regional, que há muito tempo tem lutado contra acusações de corrupção – de ser eleito governador do Pará, o enorme estado na fronteira da Amazônia com o Maranhão.

    Naturalmente, poderosas famílias políticas são resistentes, e dinastias sempre podem planejar um retorno. Em Alagoas, um dos estados mais pobres do Brasil, o filho de 34 anos de Renan Calheiros, presidente do Senado Federal, foi eleito governador em outubro.

    Enquanto a presidente Dilma Rousseff é do Partido dos Trabalhadores de esquerda, ela tem pouca escolha além de forjar alianças com partidos de centro ou conservadores, liderados por alguns chefes políticos da velha escola.

    O Forum e a biblioteca também carregam o nome da família dele
    Mas, aqui no bastião de Sarney no Maranhão, muitas pessoas estão otimistas sobre as chances de, finalmente, virarem a página.

    “É o nosso fim com os Sarney, que ficaram no poder apenas para enriquecer-se”, disse Sueli Celeste, 48, secretária em uma escola perto do Convento das Mercês, no Centro Histórico de São Luís, que abunda em um ‘palazzo’ (casarão) abandonado após outro.

    “Esconda o seu telefone quando você andar por aqui”, acrescentou. “Os viciados em crack vão roubá-lo se o virem tirando fotos.”

    As raízes do ressentimento não são difíceis de ver. O Maranhão continua sendo um dos estados mais pobres do Brasil, com muitos dos seus habitantes conseguindo o seu sustento como agricultores de subsistência.

    No entanto, a família Sarney conseguiu montar uma poderosa coleção de meios de comunicação em massa, incluindo o jornal O Estado de Maranhão e TV Mirante, afiliada da rede Globo de televisão, permitindo que o clã celebre suas conquistas e ataque seus críticos.

    “Os meios de comunicação exaltam constantemente as grandes coisas que Sarney e seus aliados fizeram e estão fazendo”, disse Sean Mitchell, antropóloga da Universidade Rutgers, que realizou uma ampla pesquisa no Maranhão. “Apesar disso, a prestação de serviços públicos por parte da família Sarney e seus poderosos aliados é terrível.”

    O Maranhão ocupa o penúltimo lugar entre os 26 estados do Brasil no Índice de Desenvolvimento Humano das Nações Unidas, uma medição abrangente de fatores como o nível de educação, renda e expectativa de vida.

    Escrevendo este ano, em sua coluna de domingo em O Estado de Maranhão, jornal da família Sarney, Sarney argumentou que o índice de desenvolvimento foi criado como uma estratégia de “países imperialistas” para explorar as fraquezas do mundo em desenvolvimento.

    “Este é o índice que eles alardeiam quando querem falar mal sobre o Brasil e pior sobre Maranhão”, disse ele. (O índice foi na verdade criado por um ganhador do Nobel, da Índia, e ex-ministro das Finanças do Paquistão).

    Moradores vão em direção aos seus animais em Alcântara, uma área rural no
    Maranhão, um dos estados mais pobres do Brasil
    Flávio Dino, um ex-juiz e membro do Partido Comunista do Brasil, deslizou para a vitória na corrida para governador em outubro contra o candidato aliado da família Sarney fazendo campanha com uma plataforma de elevação do padrão de vida.

    Sarney nasceu em uma cidade no interior do Maranhão, em 1930, como José Ribamar Ferreira de Araújo Costa. Ele pegou o primeiro nome de sonoridade estrangeira de seu pai, Sarney, e transformou em sobrenome e começou uma carreira política com poucos paralelos no Brasil.

    Um apoiador do golpe de Estado de1964, que marcou o início de uma ditadura militar, ele prosperou durante o regime autoritário, antes de emergir em 1984 como o companheiro de chapa de Tancredo Neves, o líder da restauração da democracia no Brasil. Eleito presidente em 1985, o Sr. Neves morreu de complicações de uma cirurgia intestinal antes de assumir o cargo, abrindo o caminho para a ascensão de Sarney ao poder.

    Sr. Sarney, cujo assessores disseram que ele não estava disponível para uma entrevista, deixou o cargo em 1990, com um índice de aprovação de apenas 14% em meio a duras críticas sobre a gestão da economia. Na época, o Brasil lutava com uma taxa de inflação anual de 1,765%.

    Biblioteca Presidente José Sarney

    Então o Sr. Sarney se reinventou como um senador representando Amapá, um território na Amazônia feito em um estado em 1991, supervisionando o crescimento do império de mídia da família e da entrada de seus filhos na política. Ele ganhou destaque novamente ao longo da última década como presidente do Senado, enquanto lutava contra acusações de nepotismo e corrupção.

    Sua filha, Roseana, a governadora ‘de saída’ do Maranhão, é celebrada nas páginas do jornal da família (uma fotografia de primeira página em novembro mostrou o seu dedilhar de uma guitarra, enquanto visitava uma escola). Mas seu último ano de mandato foi atingido por uma crise sobre rebeliões prisionais envolvendo decapitações e denúncias de que as quadrilhas estavam estuprando as esposas dos presos durante as visitas conjugais.

    Citando razões pessoais, a Srª. Sarney deixou o cargo este mês, com apenas algumas semanas restantes em seu último mandato, evitando a cerimônia de transferência de faixa do governador para seu sucessor em 1º de janeiro. Enquanto isso, um testemunho no enorme escândalo de corrupção envolvendo a empresa nacional de petróleo ligou ela ao esquema. Srª. Sarney, que negou as alegações, também recusou um pedido de entrevista.

    Alguns no Maranhão duvidam que a família Sarney agora vai sentar e simplesmente observar seus adversários exercerem o poder. Na verdade, a Srª Sarney foi retirada do palácio do governador uma vez antes, após a eleição de um governador da oposição em 2006.

    Mas ele foi deposto em face das críticas dos meios de comunicação controlados por Sarney sobre acusações de compra de votos, permitindo que a Srª. Sarney entrasse e o substituísse.

    Seu pai, o patriarca da família, permanece desafiador, mesmo no final de sua longa carreira política. Escrevendo em sua coluna dominical sobre o “novo Maranhão”, disse Sarney que o estado se assemelhava a “um corpo sem cabeça” antes de se tornar governador em 1966.

  14. Para o Grupo politico do Prefeito Zito o melhor candidato é o Ricardo Torres, pois é da confiança do prefeito e da maioria dos seus aliados fieis. Os três Chiquinhos não merecem confiança já provaram isso, abandonaram o prefeito em momentos de dificuldade, dificilmente terão apoio de consenso do grupo. O Ricardinho Poderia ser uma opção, difícil é ……………… O Pedro Belo poderá sim ser a Bola da Vez, é um nome leve, está do lado do cabo, tem boas relações com o prefeito e parte do seu grupo e ainda será a candidatura mais barata para o prefeito, pois ha interesse do Governo do Estado na sua eleição. Bem, tudo são suposições o negocio mesmo é todos caírem em campo e viabilizarem suas eleições, inclusive o Dr. Mendes,João dos Plásticos e outros pretensos candidatos.
    Será que o seu Bina também não quer o apoio do prefeito?

  15. Gostaria de Sugerir a Você Acélio. a Seguinte enquete onde seus leitores poderiam votar respondendo a seguinte pergunta:

    QUEM DEVERÁ SER O CANDIDATO DA OPOSIÇÃO A PREFEITO DE CODO EM 2016, COM A CORAGEM DE ENFRENTAR E DENUNCIAR AS …………….. DO PREFEITO ZITO ? COM AS SEGUINTES OPÇÕES:
    1) DR. MENDES
    2) PROF.CELSO
    3) CAMILO FIGUEIREDO
    4) JOÃO DOS PLÁSTICOS.

    Essa enquete seria mais interessante do que está ai dos “Meninos Medrosos” e que querem a proteção do “governo cuidando das licitações milionárias e não publicadas no diário oficial”

  16. Os Pré-Candidatos RICARDO TORRES e FRANCISCO NAGIB estão fora do Próximo Pleito para Prefeito de Codó em 2016.

    – RICARDO TORRES já está condenado desde o ano de 2010 pelo Tribual de Contas do estado de Pernambuco-TCE-PE(Colegiado) por Contas Irregulares na Prefeitura de São Lourenço da Mata-PE(Tribunal de Contas do estado de Pernambuco. O processo de n° 0820023-3 trata da condenação do ex-procurador e ordenador de despesas da prefeitura de São Lourenço da Mata/PE, Ricardo Araújo Torres. Olhem o Acórdão: “O Tribunal de Contas julgou irregulares as contas da prefeitura referente ao exercício financeiro de 2007.Julgar IRREGULARES as contas dos Ordenadores de Despesas, Sr. RICARDO ARAÚJO TORRES, Procurador Geral, e JOSÉ CARLOS BORBA, Secretário de Obras, determinando a restituição do valor de R$ 1.473.766,59(UM MILHÃO QUATROCENTOS E SETENTA E TRÊ MIL SETECENETOS E SESSENTA E SEIS REAIS E CINQUENTA E NOVE CENTAVOS), conforme discriminação abaixo, que deverá ser recolhido aos cofres públicos municipais, no prazo de 15 (quinze) dias do trânsito em julgado da presente Decisão, atualizado monetariamente a partir do primeiro dia do exercício financeiro subsequente ao das contas ora analisadas, segundo os índices e condições estabelecidos na legislação local para atualização dos créditos da Fazenda Pública, devendo cópia da Guia de Recolhimento ser enviada a este Tribunal para baixa do débito. Não o fazendo, que seja extraída Certidão do Débito e encaminhada ao Prefeito do Município, que deverá inscrever o débito na Dívida Ativa e proceder a sua execução, sob pena de responsabilidade”.

    – FRANCISCO NAGIB está condenado pela Justiça Eleitoral do Maranhão por Sentença de Mérito com Recurso do TRE e TSE- Vejam a Matéria : O Juiz Titular da 7ª Zona Eleitoral de Codó, Pedro Guimarães Junior, cassou o registro de candidatura de Francisco Nagib Buzar de Oliveira e José Francisco Lima Neres, declarou ambos inelegíveis pelos próximos oito anos e anulou os votos recebidos nas eleições de 2012, por meio de sentença judicial publicada nesta quarta-feira, dia 27 de fevereiro de 2013. A sentença foi emitida em Ação de Investigação Judicial Eleitoral proposta pela Coligação “Codó no Rumo Certo”, condenando Francisco Nagib Buzar por ABUSO DE PODER ECONÔMICO e USO INDEVIDO DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, pela utilização abusiva da FCTV e FCFM 96,5, veículos que compõe o sistema de comunicação pertencente ao próprio Nagib. O conteúdo da programação da TV Palmeira do Norte,dirigida por Antônio Joaquim Araújo Neto, Coordenador da campanha de Francisco Nagib, também serviu de base para a condenação. Além do uso abusivo de TV´s e Rádio, Francisco Nagib foi condenado ainda por distribuir mais de 10 mil exemplares de jornais durante as eleições de forma ilegal, para denegrir a imagem do Prefeito Zito Rolim e de familiares do candidato adversário.

    Moral da História: Portanto, o Prefeito de Codó, também cassado por duas vezes pela Justiça Eleitoral por compra de Votos e Abuso dos meio de comunicação” caso tente emplacar os seus “pupilos” terá que enfrentar na Justiça Eleitoral várias ações de Impugnação, para manter os 02(dois) pré-candidatos inelegíveis pela “Lei da Ficha Limpa” para a Próxima eleição.

  17. Peraí menino ! me esclareçam uma coisa.
    Que dizer que o RT está condenado pelo TCE-Pernambuco e o FN está condenado pela Justiça Eleitoral, e ainda querem ser candidatos a Prefeito de Codó em 2016?.
    E querem contar com o apoio do Prefeito também cassado pela Justiça Eleitoral por compra de votos e Abuso dos Meios de Comunicação?
    E isso Pode ainda acontecer mesmo com a Lei da Ficha Limpa?
    Olha é por isso que dizem que Codó é uma terra de muro baixo!
    Pois qualquer ………………………………..

Deixe uma resposta