FALTA COMPROMISSO – Mário Braga e Zé Francisco estão transferindo codoenses com Coronavírus e continuam com medidas ‘meia-boca’ dentro de Codó

Dois pacientes  foram transferidos do Hospital Geral Municipal de Codó nesta sexta-feira, 05/03,  em estado grave da COVID-19. Uma para Teresina, de ambulância, e outro, mais grave ainda, para São Luís, segundo o médico para hospital Carlos Macieira.

“O município solicitou um leito por se tratar de uma paciente grave, o caso suspeito de covid-19, a transferência terrestre era uma transferência que envolvia risco para o paciente e foi solicitado o serviço aeromédico”, diz Dr. Daniel que veio no helicóptero.

Aconteceria tudo na surdina se não fosse a curiosidade do repórter Jair Ribeiro que  correu para o estádio ao ver o helicóptero sobrevoando a cidade pela manhã,  pensando ele que cobriria a chegada de mais um lote de vacinas.

Que bom que ele correu pra lá, do contrário provavelmente a população codoense jamais saberia o que está ocorrendo nesta cidade dado à falta de clareza, à falta de informação, graças  à escuridão em que este governo parece querer tratar a segunda onda da COVID-19.

Como a imprensa estava em cima naquela data, sobretudo o blogdoacelio, soubemos que entre 20 e 25 de fevereiro, 7 vidas foram perdidas para o Coronavírus. Somando-se às 93 registradas até 31/12/2020, podemos dizer que já temos 100 mortes causadas por esta terrível doença.

Mas e do dia 25 de fevereiro até 05 de março, o que ocorreu, quantos mais já morreram, quantos já foram transferidos?

É falta de leitos em Codó, dado ao grande número de infectados, competência ou medicamentos na UTI? O que falta?

O governo CIDADE DE TODOS precisa aprender a encarar a nova situação com coragem, sem covardia administrativa se quiser salvar vidas como vem propagando nestes vídeos que solta em rede social.

VEJA  VÍDEO.

4 comentários sobre “FALTA COMPROMISSO – Mário Braga e Zé Francisco estão transferindo codoenses com Coronavírus e continuam com medidas ‘meia-boca’ dentro de Codó”

  1. Parabéns Acélio. Está faltando transparência mesmo. É obrigação do município manter a população informada, senão continuarão todos na normalidade, negando a doença e agindo com se tivesse tudo bem.
    .

  2. Espero que esses dois pacientes tenham sido transferidos pelo menos com dignidade e com todos os protocolos de segurança. Pois infelizmente não aconteceu com minha mãe, na qual foi transferida em uma ambulância sem nenhuma estrutura, sem um enfermeiro ou médico. Foi só transferida com o acompanhante e um motorista sem nenhuma proteção, com uma bomba de oxigênio acabando chegando ao.destino em.predeiras. infelizmente minha mãe não.resistiu uma idosa de 79 anos obesa. Descaso com a vida da população.

  3. Parabéns Acélio pela matéria verdadeira. Parabéns ao repórter curioso. E todo bom repórter tem que ser mesmo muito curioso(Eu falo do que sou também). Graças ao brilhante trabalhos dos bons jornalistas/repórteres, o povo sabe das realidades do meio político.
    O povo de Codó foi enganado, perdeu um governo que estava dando certo e apostou em aventuras. Me preocupo com nossa cidade tão progressiva.

Deixe uma resposta