Feira Artesanal é uma das ações da Semana do Idoso

A terça-feira (29) começou bastante especial para os idosos que fazem parte dos Centros de Convivência do Idoso (CCIs), projeto da Prefeitura de Caxias, vinculado à Secretaria de Assistência Social. Isso porque é com grande expectativa que esperam o momento de expor e comercializar as peças produzidas por eles ao longo do ano nas oficinas de artesanato dos CCIs, com a ajuda das monitoras de arte.

Exposição
Exposição

É o que garante Raimunda Evangelista, assistida do CCI Ponte.

“A gente produz, vende e também faz questão de comprar das colegas para ajudar. Hoje me sinto muito bem, feliz. Ainda mais nessa época da Semana do Idoso. Sou adoentada, mas fico boazinha nesse período, pois converso com um e com outra, olho as peças e participo de tudo”.

Para Adelita dos Anjos Sousa, 71 anos, assistida do CCI Seriema, as atividades desenvolvidas no projeto social lhe fazem tão bem que ela já está há 14 anos participando e aproveitou para levar as suas outras duas irmãs.

“Lá é nossa segunda família. Fazemos ginástica, artesanato, aulas de canto, dança e ainda passeamos. Nem penso em doença”, frisa.

A dona Augusta Vieira, 90 anos, nem sequer mora em Caxias. Ela é de Colinas, mas sempre que está por aqui faz questão de participar das ações dos CCIs, como a Semana do Idoso.

“Acho tão bom, tão alegre, porque isso mostra que estamos vivos e é importante para que a gente não fique somente em casa. Já trabalhamos muito e agora é hora de se divertir”.

Saiba mais

Panos de prato bordados, capas de almofadas pintadas à mão, sacos para guardar papel higiênico, tapetes, bolsas de crochê, peças de decoração, centros de mesa, bonecas, litros decorados são algumas das peças normalmente comercializadas durante o evento.

A Feira Artesanal faz parte das atividades em torno da Semana do Idoso e ocorre anualmente no mês de setembro, quando se comemora o Dia do Idoso, em 27 de setembro.

Este ano, o evento iniciou às 8h, com a Banda de Música Lira Musical da Prefeitura de Caxias e aconteceu na pracinha, localizada em frente à Igreja da Matriz

Deixe uma resposta