+ FORTE: Depois do aniversário de Codó Zito vai causar ‘colerina’ na oposição

Premiação dos melhores do ano

Os adversários de Zito Rolim terão que engolir por alguns dias o fato dele sair fortalecido da programação de aniversário de Codó.

De 12 à 16 de abril, o prefeito fez nada menos que 16 inaugurações e reinaugurações, incluindo estradas vicinais importantes e largadas há bastante tempo, escolas de Ensino Fundamental, creches, quadras poliesportivas, mercado Público do Codó Novo, pontes e até praças.

GRATIDÃO NO CORPO A CORPO

O contato direto com a comunidade beneficiada é vital para qualquer político, ainda mais quando este pretende a reeleição. No evento de premiação dos melhores do ano de 2011, se tinha alguém da oposição por lá, saiu triste com a espontaneidade dos agraciados ao falarem de sua satisfação pelo reconhecimento ora recebido, atribuído, claro, à Zito Rolim e à Augusto Serra.

Os umbandistas, então, sentiram-se, maravilhados. O blogdoacelio não teve a oportunidade de estar em outros eventos da programação, mas se foi igual ao que aconteceu no Ananias Murad, a ascensão da opinião pública a respeito da administração certamente ganhará mais alguns pontos.

CORREDOR LOTADO

Na noite de ontem, 16, o Corredor da Folia lotou para ver a Banda Fruta Nativa que começou por volta das 10h da noite. Nem a chuva afastou o público do local que fez da água combustível para manter-se até o final quando a banda Furacão do Forró assumiu o palco e encerrou as festividades dos 116 anos de Codó. Não dá para dizer que o povo não esteve presente.

Esta ala de ação foi engrossada por eventos paralelos como os realizados na praça Ferreira Bayma com públicos específicos, entre estes católicos, evangélicos e a juventude.

PERIGO

Devemos considerar o fato de que Zito deu uma implementada perigosa este ano. Quero dizer que, se nos anos anteriores o ritmo tivesse sido o mesmo de 2012, ele, certamente, estaria ainda em maior ascensão, mas é preciso esperar para ver como as pessoas reagirão.

Passada a euforia das realizações, de 12 a 16, vem agora o trabalho de marketing para garantir que tudo que fora feito chegue ao conhecimento da massa, sobretudo, daqueles que ficaram distantes das obras entregues. O trabalho só precisa deixar claro que isso é bom para todo o município.

Por outro lado, a oposição já deve afiar o facão para desconstituir tudo que for de bom proveito para a imagem de Zito, afinal o que seria da democracia sem a oposição, não é mesmo?

Deixe uma resposta