Garoto de 15 anos abusa sexualmente de sobrinha de 4 anos na zona rural de Codó

O adolescente de apenas 15 anos de idade continua numa cela da 4ª Delegacia Regional de Codó. O delegado que preside o inquérito contou à imprensa que ele  foi flagrado quando tocava nas partes íntimas da criança, sua sobrinha.

Quem viu a cena criminosa acontecendo foi a própria mãe da criança de 4 anos de idade. Ao ver a filha sendo tocada pelo próprio tio correu até o posto da Polícia Militar , instalado no povoado KM 17 onde tudo aconteceu, e os policiais, a partir desse fato fizeram a apreensão do menor.

O adolescente, dizendo-se arrependido,  confessou que abusou da sobrinha  pelo menos duas vezes. Disse o delegado que um exame já realizado não constatou a conjunção carnal, o que agora é irrelevante para a aplicação da lei de estupro de vulnerável.

A Justiça ainda está decidindo se entrega o adolescente aos cuidados dos pais ou o interna pelo período máximo de 45 dias numa unidade de ressocialização em São Luís. VEJA ZILMAR SANTA FALANDO SOBRE O CASO AO JORNALISTA SENA FREITAS (FCTV)

Deixe um comentário