Gerente do Bradesco pede paciência e garante que todos serão atendidos dignamente

A gerente do Bradesco em Codó, Vilma Tereza Coelho de Aguiar, por ocasião de uma reportagem que fazíamos ontem, 8, no interior da agência, nos recebeu para falar do assunto após fazer contato com seus superiores.

Disse não ter autorização para gravar entrevista mas aceitou esclarecer alguns fatos.

Destacou que não há mais casos de falta de dinheiro nos caixas eletrônicos, isso só ocorre quando há algum problema técnico nas máquinas. Explicou isso na presença de um funcionário, segundo ela, responsável pelo abastecimento dos eletrônicos.

TODOS SERÃO ATENDIDOS

Informou que não há necessidade dos idosos dormirem na porta do banco em busca de fichas uma vez que todos serão atendidos gradativamente durante a semana inteira até que não reste mais nenhum, ou seja, todos os novos clientes (vindos do ITAU) farão a solicitação do cartão Bradesco este mês e receberão dinheiro (sem cartão) no caixa presencial (velho guichê), daí a demora no atendimento,  e quando tiverem com este cartão na mão poderão receber o dinheiro    da aposentadoria    a qualquer tempo, sem enfrentar qualquer lotação.

Frisou que o dinheiro da aposentadoria fica disponível por mais de 30 dias, o que dá aos idosos a certeza de que não ficarão sem recebê-lo.
CAFÉ E BOLO
Explicou ainda que disponibiliza dentro da agência café, refrigerante, pães e as vezes até bolo para lanchinhos por saber que muitos chegam a passar mais tempo do que deveria a espera de atendimento.
USEM OS EXPRESSOS

Em relação aos antigos clientes orientou que utilizassem também os 6 Bancos Expressos que existem na cidade para evitar a demora para se chegar aos caixas eletrônicos neste período. (No Comercial Centro, Foto Millena, Farmácia Lays, Casa Raquel e outros).

AJUDA EXTRA

Em meio à esta crise no atendimento causada pela chegada repentina de cerca de 2.500 clientes do Itaú,  Vilma Tereza Coelho de Aguiar disse  já estar contando com uma equipe extra no atendimento para agilizar o máximo que o banco pode e, assim, evitar maiores transtornos.

Garantiu ainda que o sufoco só não está sendo maior porque o Bradesco só recebeu aposentados e pensionistas do Itaú fechado, se tivesse recebido outros tipos de clientes a situação seria pior.

PREVISÃO DE MELHORA

Na opinião da gerente, provavelmente no mês que vem ainda acontecerão os mesmos transtornos porque os novos ainda não estarão com seus cartões magnéticos em mãos, porém logo que isso ocorrer, repetiu, tudo ficará normalizado.

PAGAMENTO DA PREFEITURA

A gerente evitou esticar a conversa sobre quando a folha da prefeitura for passada para o Bradesco. Disse apenas que isso ainda está em negociação com a superintendência do banco.

Porém se o negócio for, realmente, confirmado, dois caixas eletrônicos serão instalados dentro do prédio da prefeitura e o prédio do antigo Bradesco na Afonso Pena também voltará a funcionar para atender à mais esta demanda de clientes.

14 comentários sobre “Gerente do Bradesco pede paciência e garante que todos serão atendidos dignamente”

    1. pare de colocar comentários tentando voltar para o precon, vá tem consciência das coisas que fez por lá, fica agora falando que foi leal zona Zito, se ofereceu até o último minuto pro Pedro Belo e não te quiseram por lá, aí foi pedir a bênção pro Zito que tem o coração grande e te aceitou. ..

      1. É triste ver quando o povo não apóia né? O povo sabe quem é quem. Deixem o rapaz quieto e ajudem a resolver o problema. Averigua direito pq ele entrou sozinho e nunca precisou de Pedro belo e saiu sozinho pq seu trabalho foi de caráter técnico e lutou pra isso. Ele foi convidado pra campanha não pediu nada. Agora vamos mudar de assunto , vou levar comida pra quem está no banco de madrugada.

  1. Por que o procon não entrou na justiça contra o fechamento do Itaú em Codó?
    Só fez isso em São Luís? Pra dar ibope na ilha…Codó n vale nada pro governador.

  2. A falta de inteligencia ou de bom senso é uma doença contagiosa. O Bradesco e o Itaú são concorrentes, será que esses críticos da gerente do Bradesco, que sugerem até que ela durma na fila tambem, imaginam que o Itaú enviou um ofício ou avisou o Bradesco, “este mês vamos fechar a agência de Codó, dobrem a estrutura de atendimento de vocês até o final de mês que vocês irão pagar o dobro de benefícios dos programas federais”. Como estaria a situação dessas pessoas se o Bradesco pedisse prazo de 90 a 180 dias para realizar a transição desses benefícios?

    1. A babaquice e o puxa-saquismo também são doenças contagiosas. Vai pra fila junto com ela. Se fosse teu pai ou tua mãe que viesse da zona rural só com o dinheiro da passagem e chegasse aqui não fosse atendido e ficasse no meio do tempo sem um tostão no bolso, queria ver tu falando merda.

    2. Comentário tecnicamente de bancário tolo, que pensa que a população é tola tal qual você. Infelizmente, MAD MAX, você, que deixou bem claro fazer parte do banco pode estar fadado(a) a adoecer e ser desprezado(a), haja vista às metas diárias inatingíveis que o banco lhe impõe, com cobrança diária, exaustiva e abusiva, e…. num futuro talvez não muito distante, você, já não atingindo as expectativas, ou talvez já adoecido, seja repelido pelo sistema do banco. Então, dou-lhe uma sugestão: pense do outro lado também e não seja apenas um rolo compressor usado pelo sistema

  3. É mentira dessa gerente quando ela diz que todos serão atendidos,levei meu tio que mora na zona rural de Codó e fomos ao Bradesco e as 11 h da manhã já não tinha mais fichas e falaram para nós retornamos outro dia, que tanta humilhação meu Deus.

  4. …………………………………………………………………………………………………… Já liguei para Ouvidoria do Bradesco 0800 704 8383 várias vezes, eles só dão um puxão de orelha na Gerente e depois ela liga para mim pedindo desculpas dizendo que isso foi um caso isolado. Só conversa fiada.

  5. Vai ficar pior ainda, quando os funcionários da Prefeitura e os empregados da FC migrarem para o Bradesco também. Imaginem a confusão!! Segundo fontes na FC o martelo já foi batido.

Deixe um comentário