Jovem é assassinado a facadas em concentração de caminhada política no bairro São Francisco

As pessoas ainda se concentravam na praça da Igreja de São Francisco (bairro do mesmo nome) para iniciar a caminhada dos candidatos Zito Rolim, Márcio Jerry e Weverton Rocha quando dois grupos  rivais (um do bairro São Francisco e outro do Codó Novo) se encontraram e começaram uma briga generalizada.

Vítima Guilherme de Freitas Moreira

Em meio à socos e pontapés, GUILHERME DE FREITAS MOREIRA, que completaria 22 anos no dia 5 de dezembro deste ano, levou uma facada no peito, chegou a ser socorrido pelo SAMU mas não resistiu ao grave ferimento e morreu.

Na opinião do delegado Rômulo Vasconcelos, existe um rixa antiga entre os dois grupos e a turma do Codó Novo se arriscou ao vir para o território inimigo.

Noutra ocasião, segundo a autoridade policial, os rivais já haviam trocado até tiros.

“Eles saíram do Codó Novo, então eles vieram para um local completamente adverso à eles, esse grupo aqui são inimigos mortais e ele veio  pra dentro da casa dos caras, teve uma briga generalizada onde um sofreu as consequências que foi o Guilherme, tanto o Ratinho quanto o Baby já atiraram nesse pessoal daqui e esse pessoal daqui do bairro (São Francisco) já atiraram no pessoal do bairro Codó, então eles têm uma treta muito grande entre eles”,

Foram presos por estarem, conforme o delegado, diretamente na briga Romário Leal da Silva, de 20 anos, vulgo Ratinho, e Evair Santos da Silva. Um terceiro suspeito identificado apenas pelo primeiro nome – EDMUNDO – está foragido.

O delegado ainda tem dúvida se Evair tem o apelido de Baby, ele nega.

Evair nega ser chamado de Baby

“Na verdade, isso aí a gente vai autuar tanto o Baby, quanto o Ratinho que eles estavam lá na hora, eles participaram, os dois estavam armados, a vítima levou uma facada no peito, eles partiu pra cima dele, tem uma testemunha ocular do crime, tem várias testemunhas oculares do crime, entendeu? Tem um que a gente prendeu na hora com a faca que é parente, primo da vítima, tem nada a ver com o caso mas foi preso no local do crime, a gente vai aprofundar as investigações”

O delegado ainda não identificou quem desferiu a facada fatal.

 HOMICÍDIO EVITADO

O  grupo que reagiu imediatamente ao crime,  composto por delegado Rômulo e homens da Polícia Militar, evitou outros assassinatos por vingança.

O irmão da vítima, cujo nome ainda não foi revelado, foi flagrado já dentro da casa de um dos suspeitos de ter  matado seu ente. O jovem estava com duas armas de fabricação caseira, foi preso e responderá pelo porte ilegal de duas garruchas.

Armas apreendidas com irmão da vítima que caçava inimigos do morto

Também foi detido Ivanilson, mas já se sabe que ele não tem relação com o crime.

As buscas se concentram agora na captura de Edmundo.

A CAMINHADA

Como tudo aconteceu antes da caminhada, o evento político saiu pelas ruas do bairro São Francisco, passou pelo centro e parou no bairro São Pedro sem qualquer percalço de natureza criminal.

5 comentários sobre “Jovem é assassinado a facadas em concentração de caminhada política no bairro São Francisco”

  1. Não adianta prender, a JUSTIÇA na audiência de custodia, manda soltar, pois não oferece risco a sociedade. Esses ai não faz falta a sociedade. deixem que se matem.

  2. Continuaram com a caminhada? Não tiveram respeito pela mãe que trabalhava na equipe, nem pelo morto, que estava segurando a bandeira do candidato! Se fosse uma liderança, era 3 dias sem evento!

  3. Se trocasse o que morreu e o que matou por um………., ambos fariam um bom negócio. E não há porque parar a caminhada. Os interesses de Codó e do Maranhão,em disputa pelas coligações nessa eleição, estão acima das perdas desses

  4. É a garotada que não se respeitam, não tem amor a nada, se acham acima tudo, que a lei não chega até os mesmos, falta de punição aos mesmos! Pessoas ficam querendo culpar quem não tem nada a ver com intrigas, tretas destas pessoas.

Deixe um comentário