Juiz responde – Casal gay pode se inscrever a partir de hoje no casamento comunitário de Codó?

Dr. Cândido
Dr. Cândido

Na entrevista concedida pelo juiz, Cândido José Martins de Oliveira, titular da 2ª Vara, acumulando a 3ª, que é a da Família e está  sem juiz desde o início do ano, uma pergunta feita por mim soou estranha entre os colegas repórteres que ali estavam, mas foi recepcionada com simpatia e com certo bom humor pelo juiz.

O assunto está na moda, mas ainda é visto como um tabu por muitos de nós – casamento gay.

Como a entrevista era sobre o casamento comunitário que será realizado em Codó dia 17 de dezembro de 2013, cujas inscrições começam hoje (21) no Fórum da Av. João Ribeiro, gratuitamente, quis saber se os gays poderiam se inscrever.

Lógico, fui gozado pelos companheiros e até ouvi a frase  – ‘ quer casar Acélio?”, quando os risos baixaram, o juiz voltou a ter toda atenção dos jornalistas para responder. Dr. Cândido, inteligentemente, manteve-se na posição de um homem da lei.

Disse que, se houver inscrição, a documentação do casal gay será submetida ao mesmo exame realizado no de um casal formado por homem e mulher, sem qualquer restrição. Na exatidão, as palavras do magistrado foram as seguintes:

“Inscrever pode, mas nós vamos analisar porque nós não temos nenhum caso desses aqui na Comarca, mas o casamento é comunitário e a documentação será, porque toda documentação será examinada, certo?, toda documentação será examinada, questão das idades, questão dos nomes, questão da regularidade da certidão de nascimento e assim por diante,  nós não temos restrição à nada, mas será examinado conforme os preceitos do lei, não tem nenhum caso, até agora”, disse

Finalizando o assunto, falou de ausência de preconceito na condução de seu trabalho.

“(…) Este juiz não tem preconceito contra coisa alguma, ele só tem a obrigação legal de cumprir a lei”, concluiu

PODE OU NÃO?

Se pode ou não? De acordo com o juiz, o casal gay poderá  se inscrever sim, se a papelada tiver ok, pode até casar.

Deixe uma resposta