Justiça federal condena ex-prefeito de Pindaré-Mirim por improbidade

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Pindaré-Mirim (MA), Pedro Almeida, por atos de improbidade administrativa. Ele teve seus direitos políticos suspensos pelo prazo de três anos, além de ser proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos pelo prazo de três anos.

O ex-gestor teria deixado de prestar contas de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), repassados ao município no ano de 1999. A omissão do ex-gestor em prestar contas foi confirmada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que condenou o ex-prefeito ao pagamento da quantia repassada adicionada de multa.

Para a 5ª Vara da Justiça Federal, que proferiu a sentença, ficou constatada a má-fé de  Pedro Almeida ao não prestar contas dos recursos recebidos.

G1MA

Deixe uma resposta