“O futuro à Deus pertence”, diz Ricardinho sobre 2016

Na região do Boqueirão dos Vieiras
Ricardinho na região do Boqueirão dos Vieiras (Arquivo)

Ricardinho Archer, do PSL, esteve ontem (22) no programa A HORA DA VERDADE, apresentado pelo radialista César Santos, na Eldorado AM, agradecendo a votação que teve no município de Codó (18.065 votos) e em todo o Maranhão.

“Em nossa última eleição tivemos 15 mil votos, aumentamos a nossa votação, quer dizer que o povo acreditou na gente, confiou na gente, pra que a gente tivesse sim oportunidade de representar o nosso município”

“Faltou apenas 700 votos, então saimos daqui com o coração em paz, agradecendo a cada codoense, agradecendo à zona rural também que nos deu a grande votação, saímos em primeiro lugar tanto na zona rural, como na zona urbana. Então, acreditaram sim em nós”

“Isso é muito gratificante pra gente saber que eu como jovem botando o meu nome pela segunda vez, tive sim a confiança do povo de Codó e saio aqui, repito novamente, com o coração em paz, sempre agradecendo a grande votação que tivemos aqui”, concluiu

E PARA PREFEITO?

Ricardinho foi perguntado sobre se tinha pretensões de disputar a Prefeitura de Codó, em 2016. Foi curto em sua resposta.

Disse que sempre lançou seu nome para disputar o legislativo federal, quanto ao que significaria 2016 para ele (como indagou César Santos),  resumiu-se à seguinte frase – “o futuro a Deus pertence”.

9 comentários sobre ““O futuro à Deus pertence”, diz Ricardinho sobre 2016”

  1. Espero que o jovem político mantenha sua palavra, e marche junto com o candidato do grupo do prefeito ZITO Rolim.Ou seja: Juntoemisturado com Chiquinho do SAAE.

  2. O proximo prefeito de Codó será Francisco Nagib
    O resto é o resto…kkkkkk
    Sonhem aii, e aguardem para ver…
    Futuro promissor de Codó, Francisco NAGIB

  3. Codó não pode retroceder… pra frente Codó, Francisco Nagib prefeito 2016. Por uma administração de resultados em prol do povo codoense. Chiquinho do Saae, que sabe não será o vice??????

Deixe uma resposta