Pescadores fazem denúncias graves mas Colônia, Câmara e Secretaria do Meio Ambiente continuam caladas

Não é de hoje que pescadores do  Itapecuru andam pedindo socorro à integrantes da imprensa sobre derrame de dejetos in natura no leito do rio e todas as denúncias são contra uma empresa que trabalha com cana  na região.

Todos os pescadores prejudicados relatam a mesma coisa. Chamam de ‘GOLDA PRETA’ o que veem nas proximidades onde o cano jorra. Neste ponto não há mais peixes e quem joga a tarrafa perde o material de pesca porque o dejeto gruda na linha e ela tem que ser jogada fora.

Além do mais, quem não pode abandonar a pesca tem enfrentado problemas com micoses adquiridas em contato com a água atingida pelo derrame. As fotos aqui exibidas são da perna de um pescador do bairro São Benedito, ele informou que há caroços, como podem ser vistos, e muita coceira.

Pescador mostrou perna cheia de caroços inflamados
Pescador mostrou perna cheia de caroços inflamados

Também disse que procuraria um médico para passar uma pomada, já que o problema reaparece cada vez que ele passa pelo local.

micoses constantes, perda de material de pesca
micoses constantes, perda de material de pesca

AUTORIDADES MUDAS

Na Câmara, até agora, só o vereador Leonel Filho (PTN) tocou neste assunto, citando inclusive o nome da empresa, mas sua voz não ecoou nem mesmo entre seus pares que o deixaram falar do assunto sem repercuti-lo. Comissão do Meio Ambiente ficou calada.

De acordo com os pescadores ouvidos por nós, a Colônia de Pescadores Z-37 também está calada diante do assunto alegando que precisa do apoio dos profissionais da pesca para se mexer e denunciar o problema aos órgãos competentes.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e a Secretaria Estadual se não sabiam agora estão cientes do derrame de ‘golda preta’ no rio Itapecuru. Também nunca se moveram para ajudar os pescadores, os peixes e o próprio rio que estão sufocados.

Mexam-se.

De canoa, a motor, é 1h de viagem, segundo os pescadores, até o local que será filmado e fotografado, muito em breve.

8 comentários sobre “Pescadores fazem denúncias graves mas Colônia, Câmara e Secretaria do Meio Ambiente continuam caladas”

  1. Os vereadores da comissão de fiscalização e outros visitaram o pescador nesta ultima 4ª feira, para apurar a poluição do rio Itapecuru.

  2. Caro Acélio, pescadores e população codoense, cumpre informá-los, que esse assunto já é do conhecimento da Secretaria Estadual do Meio Ambiente – SEMA,e as providencias já estão sendo tomadas, breve teremos uma solução para o problema.

  3. Gostaria de saber do Sr. Secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho, o por que, que ele ainda não veio pessoalmente com toda sua equipe verificar, atuar e multar os responsáveis por essa degradação do Rio Itapecuru? Com a mesma rapidez em que ele veio pessoalmente e com sua equipe, multar a Prefeitura de Codó e o Pastor da Congregação Monte Sinai, da Igreja Assembleia de Deus em Codó por causa da PODA, repito, POR CAUSA DA PODA dos eucaliptos? Que por sinal Sr.Marcelo, já estão todos com folhagem novas!!

    Como V. Sa. disse, e foi repetido por este Blog e pelo Blog do Francisco Oliveira (Correio Codoense) que eucaliptos tinham sido cortados, e que hoje qualquer pessoa pode passar de frente a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Congregação Monte Sinai e ver que os eucaliptos já estão crescendo novamente, por tanto o que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente fez, foi uma maldade com o cidadão Fledson Aquino, quando o multou.

    E agora? Será Sr. Marcelo, que amanha os fiscais de sua secretaria estarão aqui para multar as empresas e as pessoas que matam o nosso Rio Itapecuru? Com a mesma eficiência e rapidez com o estiveram no caso do eucaliptos?? Saliento ainda, que é desse rio que vocês ai em São Luiz bebem.

  4. CADê os vereadores……o …………secretario de meio ambiente…Ô HOMEM MORTO…NÃO FAZ NADA SÓ ….. O DINHEIRO DO GOVERNO….

    CADÊ AS AUTORIDADES DE CODO….

Deixe uma resposta