PM de Codó recebe reforço de formandos do curso de soldados

A Polícia Militar de Codó irá intensificar o policiamento durante as festividades de carnaval, será desencadeada uma operação especial durante o período, de sexta-feira (24) até 28 de fevereiro. O objetivo da ação é promover todo suporte e apoio necessário para a garantia de uma folia segura aos cidadãos.

Serão cerca de 50PM’s por dia atuando ativamente para proporcionar tranquilidade dos codoenses e dos visitantes durante a festa, com patrulhamento em viaturas e motocicletas, além do policiamento ostensivo a pé. Ainda, teremos o apoio mútuo da Guarda Municipal, DMTRANS e seguranças contratados pela Prefeitura Municipal de Codó.

Na imagem registramos, a recepção do Comandante do 17ºBPM aos alunos Soldados, que estão em fase de estágio e irão reforçar também o policiamento ostensivo em Codó.


O foco será inibir o furto e roubo de celulares, veículos e residências. A orientação para os cidadãos é que sejam cuidadosos com seus pertences, principalmente em locais com grande concentração de pessoas.

ASSECOM 17ºBPM

Um comentário sobre “PM de Codó recebe reforço de formandos do curso de soldados”

  1. PORTARIAS
    1º Promotoria de Justiça da Comarca de Codó – MA
    PORTARIA DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO
    Nº 002/2017 – 1ª PJC
    EMENTA: PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO.
    PRESTAÇÃO DE CONTAS.
    NECESSIDADE DE DILIGÊNCIAS.
    CONVERSÃO EM INQUÉRITO CIVIL
    PÚBLICO.
    O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO MARANHÃO,
    através da PROMOTORA DE JUSTIÇA de Defesa do Patrimônio Público
    e da Probidade Administrativa da Comarca de Codó, no uso de suas
    atribuições legais e constitucionais, com fulcro nos art. 129, III, da Constituição
    Federal de 1988, art. 26, I, da Lei 8.625/93, art. 6º, XX, da Lei
    Complementar no. 75/93, e demais disposições legais pertinentes, em
    especial a Resolução n°023/2007 do CNMP,
    Considerando a necessidade de adequação do procedimento às
    normas estabelecidas pela Resolução nº 23 do Conselho Nacional do
    Ministério Público e pelo Ato Regulamentar Conjunto nº 005/2014 –
    GPGJ/CGMP,
    Considerando que os elementos de prova até então colhidos
    apontam para a necessidade de maior aprofundamento das investigações,
    com vistas à correta adoção de providências judiciais ou extrajudiciais.
    RESOLVE CONVERTER O PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO
    EM INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 6093-500/2016,
    DETERMINANDO:
    1)Registro e autuação da presente portaria, com as devidas altera-
    ções no sistema de controle (SIMP), assinalando como objeto do Inquérito
    Civil: “apurar possíveis irregularidades na prestação de contas do expresidente
    da Câmara Municipal de Codó, acórdão PL-TCE nº 951/
    2013 (Processo nº 3391/2009-TCE/MA), exercício financeiro de 2008”
    e como investigado: Antônio Marcos de Sousa Zaidan;
    2) Designação, mediante termo de compromisso nos autos, da servidora
    Cyntia Mara Leal de Sousa, Técnico Ministerial da Procuradoria-geral de Justiça,
    lotada neste órgão, para funcionar como Secretária;
    3) Publicação da presente portaria, mediante afixação no local de
    costume, bem como a remessa de cópia para a Coordenação de Documentação
    e Biblioteca, para publicação no diário Oficial;
    4) Expedição de ofício ao investigado, comunicando-lhe a conversão
    do Procedimento Administrativo em Inquérito Civil, enviandolhe
    cópia da presente portaria e, caso queria, providenciar toda a documentação
    que entender pertinente quanto à imputação de multa e débito
    constantes do Acórdão nº 951/2013, no prazo de 10(dez) dias;
    Adotadas as providências acima e decorrido o prazo para resposta,
    voltem os autos conclusos, para o devido encaminhamento.
    A fim de serem observados o art. 9º da Resolução nº 23 do CNMP,
    deve ser realizado o acompanhamento de prazo inicial de 01 (um) ano
    para conclusão do presente inquérito civil, mediante certidão nos autos
    após o seu transcurso.
    Cumpra-se. Expeça-se o necessário.
    Codó, 30 de janeiro de 2017.
    LINDA LUZ MATOS CARVALHO
    Promotora de Justiça
    1ª Promotoria de Justiça de Codó
    2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Codó – MA
    PORTARIA Nº 002/2017 – 2ªPJC
    A Promotora de Justiça que tem como atribuição a defesa da
    cidadania, usando das atribuições que lhe confere o art. 129, II e III da
    Constituição da República e o art. 26, I da Lei Orgânica Nacional do Ministério
    Público (Lei Federal n.º8.625/93), sem prejuízo das demais disposi-
    ções legais pertinentes em especial a Resolução n°023/2007 do CNMP, e
    considerando apurar conflito e ameaças na Comunidade Quilombola 03
    irmãos, nesta cidade. RESOLVE converter a Noticia de Fato n° 002/2016-
    2ª PJC, SIMP 1834-259/2016, em Inquérito Civil nº. 002/2017/2ªPJC/
    SIMP 001834-259/2016 para apurar tais fatos.
    Investigado: Empresa Costa Pinto
    Objeto: Apurar conflito e ameaças na Comunidade Quilombola
    03 irmãos – Codó/MA.
    Resolve, assim, promover diligências investigatórias visando a
    apuração dos fatos para posterior instauração de inquérito civil,
    propositura de ação civil pública, celebração de ajustamento de conduta,
    ou arquivamento na forma da lei.
    Registre-se em livro próprio e proceda-se em conformidade ao
    que preconiza a Resolução nº 023/2007 – CNMP.
    Para auxiliá-la na investigação nomeia secretária a servidora Paula
    Brito da Silva, Técnica Ministerial da Procuradoria Geral de Justiça, lotada
    nestas Promotorias de Justiça, que deverá tomar as providências de praxe.
    Registre-se em livro próprio e proceda-se em conformidade ao
    que preconiza a Resolução n° 023/2007 – CNMP.
    Adoto, desde logo, para a melhor instrução deste procedimento,
    as seguintes deliberações:
    1. Notifique-se a investigada, encaminhando cópia da presente
    Portaria

Deixe uma resposta