Policiais são feridos e homem baleado no carnaval de Peritoró

Dois policiais militares saíram feridos na noite de sábado, 18, quando trabalhavam na segurança do Carnaval de Peritoró.

Segundo informações do serviço de permanência da PM, repassadas ao Xerife Sena Freitas, o tenente Ronaldo Moura, que comanda o pelotão na cidade, e o cabo Glaudio, foram chamados por uma mulher de nome Márcia.

Ela pediu que os militares tirassem o irmão dela, identificado como Flávio Moreira, da multidão pois ele poderia alterar-se. A mulher teria informado a polícia que ele usa remédios controlados que, por razões óbvias, não podem misturar-se ao álcool.

Quando cabo Glaudio o abordou, o homem teria sacado de um pequeno punhal acertando a região dossal esquerda do cabo (as costas na região abdominal). No momento, o tenente teria partido em seu socorro e, na tentativa de imobilizá-lo, acabou ferido na mão direita, levando sete pontos.

Flávio só parou quando fora atingido por um tiro na perna dado por outro policial, não identificado. Os três foram levados para o hospital e, segundo informações, não correm risco de morte. A bala não atingiu parte perigosa da perna do agressor.

O problema ocorreu nas adjacências do corredor da folia de Peritoró.

Deixe um comentário