População de Timbiras reclama da falta de telefone para fazer contato com a polícia

Delegacia de TimbirasSe depender de atendimento por  telefone  os moradores de Timbiras, pelo menos na atualidade, nunca terão qualquer de suas ocorrências atendidas pela polícia.

A Polícia Militar e a Civil ficam no mesmo prédio. Existia para ambas um telefone fixo – 3668 1333 – mas há muito tempo a linha foi cortada. Desde então, ainda que o cidadão utilize um telefone público (orelhão) para acionar o 190 da PM, por exemplo, a denúncia não tem como chegar aos policiais.

Também não há número de celular disponível, segundo o comandante do pelotão, Sebastião Cavalcante dos Reis

“Nós trabalhamos muito bem junto com a comunidade, mas a comunidade quer  ajudar, mas, como eu já falei, telefone nós não temos nenhum, nem 190, nem celular nenhuma  comunicação pra população ajudar a gente”, afirmou

RECLAMAÇÃO

Os cidadãos estão reclamando porque situações de emergência onde a polícia é necessária não faltam na cidade.

No exemplo mais recente, a briga que resultou na morte do adolescente Cleiton da Silva, de 16 anos, no início desta semana, no bairro Forquilha,  durou mais de 10 minutos, tempo suficiente para os militares chegarem se tivessem sido acionados por telefone.

 “É muito ruim porque na hora a gente pode precisar e aí cadê, quem que pode nos ajudar, atender, fiscalizar uma coisa que tá acontecendo? Podia avisar, né”, frisou  o mototaxista César Feitosa

O vendedor ambulante Domingos Alves dos Santos, reafirmou a necessidade

“A gente precisa muito de um telefone pra contato com a polícia, é necessidade pelo menos em casos de muitas coisas que vem acontecendo, as vezes o cidadão tá lá na sua casa, as vezes um bandido chega perturbando a pessoa fora de hora, se não tiver o telefone fica difícil pra gente se comunicar”

SOLUÇÃO

O comando do Pelotão explicou que está tentando solucionar o problema.

“Nós vamos pedir ajuda com o comando da companhia ou alguém politicamente, né, nós temos que ter uma comunicação com a sociedade”, explicou sargento Tião

2 comentários sobre “População de Timbiras reclama da falta de telefone para fazer contato com a polícia”

  1. se não tem justiça é pq tem gente cara de pau que desobedece, só param de ter festa quando toram a cara de um na faca, a proibição teve, depois que se lascam é que vão atras da polícia… francamente…

Deixe uma resposta