Povo reclama após reforma do Restaurante Popular de Codó parar por falta de dinheiro

Até dezembro de 2016 o restaurante popular de Codó funcionou. Seu Clidenor Pereira Costa ainda lembra.

“Tinha R$ 1, tinha R$ 2 aí já almoçava e ficava no serviço…HÁ DOIS ANOS ISSO NÃO ACONTECE? Não acontece…FECHOU? fechou…COMO É QUE FICA O CIDADÃO? Triste, é porque serve muito né”, respondeu o vendedor de picolé.

Restaurante Popular de Codó em 22 11 2018

Muita gente que dependia do restaurante, localizado estrategicamente no centro da cidade,  ficou desamparada.

 “Fica na ruim, né, o cara não tem dinheiro pra comer um de R$ 10 e o de R$ 2 tá na falta…PASSA FOME? Passa fome”, lamentou o pedreiro Sebastião da Silva

O governo Mais Avanço, Mais Conquista sempre desculpou-se alegando que o Restaurante estava fechado para ser reformado e que  aguardava recursos do Governo do Estado para realizar o serviço.

A OBRA PAROU

O Estado enviou R$ 349.965, 03 para reformar a estrutura, a obra começou em meados de junho deste ano e quando todos acharam que ela seria concluída em 90 dias, como anuncia a placa, parou.

As pessoas que viram a obra começar  estão sem entender nada, pois nunca tiveram nenhuma explicação.

“Faz falta e muito porque nós tá sem restaurante popular, todo lugar isso funciona e esse aí nunca funciona (…) até o pessoal do interior ajudava muito, mas desse jeito começou e parou”, reclamou o vendedor ambulante Antonio Genildo Sousa Machado

Em dezembro já serão dois anos sem alimentação com preço mais acessível, o que é algo mal avaliado na opinião da dona de casa Cleane Dourado Silva.

 “Péssimo porque nem todo mundo dá tempo, as vezes, tá resolvendo uma coisa e correr em casa pra comer, as vezes da aquela fraqueza as vezes até desmaia na rua e tendo o restaurante a gente corre lá ligeirinho e sai satisfeito…AGORA FECHADO? Fechado não tem como, você tem que ir numa lanchonete, as vezes sai até mais caro e você não tem o dinheiro”

PALAVRA DA PREFEITURA

O secretário de Finanças de Codó, Ivaldo José da Silva, explicou que a obra é resultado de um convênio (nº 05/2017) entre Prefeitura e Governo do Estado orçada em R$ 615.865,68 (O que aparece na placa corresponde apenas ao valor da reforma no prédio, o restante é para novos equipamentos).

Do valor total, o Estado repassou até agora pouco  apenas R$ 34.997,68, ou seja, menos de 6% da verba (Exatamente 5,68%), sem o pagamento ele  não pode reinaugurar porque a empresa KAL Construções ainda não entregou  a obra, nem o fará com tanto dinheiro ainda por receber.

“Ate então apesar de já terem sido feitas medições, notas já terem sido enviadas,  com dificuldades está o Estado, e nós não recebemos os recursos definitivos, consequentemente na ausência deste repasse a gente também não pode pagar porque não é obra nossa, é obra conveniada e nós não temos como fazer este pagamento”, disse o secretário

Já pedimos manifestação do Governo do Estado a respeito. Divulgaremos quando a nota oficial nos for enviada.

3 comentários sobre “Povo reclama após reforma do Restaurante Popular de Codó parar por falta de dinheiro”

Deixe uma resposta