Prefeito de Santa Inês tenta beijar juíza Larissa Tupinanbá a força e será processado

Ribamar Alves
Ribamar Alves

A juíza Larissa Tupinambá foi assediada sexualmente pelo prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), durante uma audiência no fórum da cidade, nesta quinta-feira (19), é o que afirma a Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) por meio de nota enviada à imprensa. O caso ocorreu nesta quinta-feira em Santa Inês, quando o prefeito teria buscado a juíza para tratar de assuntos municipais.

G1 entrou em contato com o presidente da Associação Gervásio Protássio dos Santos Júnior por telefone. “Foi um atentado contra o gênero feminino, contra a mulher, mais que um atentado contra os magistrados. Não podemos aceitar um comportamento desses”, declarou o presidente Gervásio Santos.

Por meio de nota, a AMMA repudiou o ocorrido e informou que além de prestar assistência jurídica, vai acompanhar o caso no âmbito da esfera competente. Ainda segundo a nota, já foi instaurado o procedimento para apuração do caso e a Associação espera uma punição rigorosa. Veja a íntegra da nota abaixo.

G1 tentou contato com a juíza por telefone. O marido dela, Geraldo Castro Sobrinho, secretário de Educação de São Luís, informou que a magistrada não irá se pronunciar sobre o assunto.

Também por telefone, o delegado regional de Santa Inês, Walter Costa, informou que não há registro do caso na Polícia. “Não estou sabendo oficialmente de nada”, completou.

Veja a nota da AMMA na íntegra:

“Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) vem a público repudiar a atitude reprovável, sob todos os aspectos, do Prefeito Municipal de Santa Inês, José Ribamar Alves, que, nesta quinta-feira (19), a pretexto de tratar de assuntos relacionados à municipalidade, procurou a Juíza da 2ª Vara daquela Comarca, Larissa Tupinambá Castro, sendo por ela recebido no seu gabinete, oportunidade em que, ultrapassando todos os limites da ética e da moralidade, assediou a magistrada e, em seguida, segurando-a, à força, desferiu-lhe um beijo, tendo sido imediatamente repelido.

Após a intervenção dos funcionários, alertados pelo pedido de socorro da magistrada, o fato foi levado imediatamente ao conhecimento da autoridade policial que já instaurou o procedimento para apuração da conduta delituosa, com a consequente adoção das demais medidas legais.

Trata-se de questão de gênero, onde a  magistrada foi atingida em sua dignidade, merecendo, a exemplo de situações assemelhadas de que são vítimas inúmeras mulheres, rigorosa punição .

A AMMA se solidariaza com a sua associada Larissa Tupinambá Castro, a quem prestará a assistência jurídica necessária e acompanhará o caso no âmbito da esfera competente.”

FONTE: G1 Maranhão

3 comentários sobre “Prefeito de Santa Inês tenta beijar juíza Larissa Tupinanbá a força e será processado”

  1. Lutou tanto para Ser Prefeito de Santa Inês-MA, mais só Tá Fazendo Besteira,o Povo Confiou Tanto nas Suas Promessas de Campanha.a Cidade esta uma Lastima o Desmando Imperando no seu Governo.

Deixe um comentário