Prefeito Francisco Nagib determina pagamento de professores contratados conforme o piso nacional

O município de Codó, através da Secretaria de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEMECTI), em conjunto com a Secretaria de Administração (SEAD), torna pública a realização do Processo de Seleção Pública Simplificada do Magistério Municipal, visando a contratação temporária de professores para o Sistema Municipal de Educação.

Reunião que definiu o novo salário

Professores serão pagos conforme o piso nacional

A boa notícia para os professores contratados é que o prefeito Francisco Nagib se reuniu com o vice-prefeito Ricardo Torres, a secretária de educação, Deuzimar Serra, secretária de administração Délia Assem e equipe técnica nessa tarde. Na reunião, ficou decidido que os professores contratados pelo seletivo simplificado receberão conforme o piso nacional da categoria.

Indo além de sua promessa de campanha, em reduzir a diferença entre concursados e contratados, o prefeito de Codó, atendendo um antigo anseio da classe, determinou pela equiparação dos salários, fato inédito no município. A partir de agora, os professores efetivos (25 horas) e os contratados (20 horas) receberão conforme o piso nacional.

Ascom – PMC

24 comentários sobre “Prefeito Francisco Nagib determina pagamento de professores contratados conforme o piso nacional”

  1. o problema grande, é que o selo nos cartorios acabaram,hj foi um constrangimento para uma fila enorme em frente ao cartório quando nos foi informado que o selo acabou e agora? isso vai comprometer a concorrência. Deviam cobrar a autenticação só dos que fossem selecionados.

  2. 4 vaguinhas para cada disciplina na sede, como se Codó precisasse só disso!
    Cadê os muitos professores contratados? Tudo carta marcada. Igual o Zito, gestão podre e prefeito de uns poucos.

  3. Caridade, primeiramente, quando me manifesto, procuro tornar público a minha declaração; diferente de muitos que se ocultam até mesmo ao usar as redes sociais. Em segundo lugar, não necessito elogiar aquilo cujo é de obrigação das autoridade; pois entendo que nada vem de graça, é necessário lutar pelos nossos direitos.

    Portanto, vejo isso como consequências das batalhas travadas logo no início deste governo. Os bajuladores podem entender de outra forma, como se fosse um favor, uma vez que cada um tem livre arbítrio para agir.

  4. gostaria de saber ai dos inteligentes,como vão fazer porque vai ficar muita gente sem autenticar os documentos e aí prefeito qual a solução?vai ficar assim mesmo e as vagas uma vergonha 20 pra educação infantil me poupe com esse edital ai que não explica nada as pessoas ler e não entendem falta de coerência tudo obscuro.

  5. eu não acho que ele ta fazendo nada de mais pra eu parabenizar pelo o salário
    pra mim não faz diferença, o novo salário ja é quase esse valor que ele colocou com, o desconto do inss vai da no mesmo.

  6. Se não trabalha, a oposição critica (com razão). Se faz o certo, ” não fez mais que sua obrigação”. Nenhum “Parabéns!”? Aquele que só elogia tem tanta credibilidade quanto aquele que só critica. A imparcialidade na comunicação codoense ainda é utópica.

  7. Ai acelio ja saiu uma nova nota em relação ao seletivo, ver se consegui mais detalhes, por favor.. Pq esses documentos emitidos pela prefeitura tem hora que e meio complexo…

Deixe um comentário