Prefeitura ajuda vítima de homofobia familiar à viajar para o RJ

Parecer da procuradoria

A Procuradoria- Geral do Município de Codó deferiu ontem, 13, pela liberação de uma passagem para o Rio de Janeiro no intuito de ajudar à um jovem caxiense vítima de homofobia familiar.

O rapaz, cujo nome preservamos a pedido da própria procuradoria-geral, morava em Caxias com a avó que faleceu. Sem ter como se sustentar, veio para Codó a procura do pai. O encontrou, mas por causa de sua opção sexual foi rejeitado e expulso de casa. Desde então, há dois meses, passou a morar de favor na casa de pessoas que não são seus parentes.

Ao procurar ajuda na Prefeitura pediu uma passagem para o Rio de Janeiro onde moram sua mãe e uma irmã. Antes de autorizar o repasse da ajuda o governo enviou uma assistente social para averiguar a situação. Tudo que viu relatou a assistente Yeda de Almeida num parecer social.

Baseado nele, o procurador-geral, Ricardo Torres, disse sim ao pedido compadecendo-se das consequências diretas do abandono paterno por ser o filho um homossexual, citando em seu parecer favorável “abandono material e psicológico, além de marginalização social”.

A vítima de homofobia, caso até então inédito na história de coberturas jornalísticas locais, foi amparada pelo governo cuidando de nossa gente.

3 comentários sobre “Prefeitura ajuda vítima de homofobia familiar à viajar para o RJ”

  1. É por isso que digo:

    querem criar uma casta especial, acima de todos, na sociedade!

    Alguem ainda duvida disso?

    Se, em vez de um filho homossexual, fosse uma filha adolescente expulsa de casa por está gravida… será que a prefeitura prestaria todo essa ‘solidariedade’ à menina??? Duvido!!!
    E olha que esses casos são bem mais comuns…

  2. Muito bom !

    Só esqueceram de dizer que esse pedido junto a Prefeitura Municipal foi efetuado pelo Grupo Atitude de Codó em mais uma de seus trabalhos de ordem social que desenvolve pelos homossexuais codoenses.

    Nossa associação agradece a sensibilidade da Sec. de Ação Social pelo ato de bondade e de reparação.

    De veras agradecido!

    GAC

Deixe um comentário