PROCON-MA inicia fiscalização em postos de combustível de Codó

A fiscalização do PROCON-MA iniciou na manhã desta quinta-feira uma inspeção nos postos de combustível de Codó com a finalidade de verificar a qualidade e quantidade que chega ao tanque do consumidor.

Os gerentes são convidados a acompanhar o teste de qualidade – um recipiente recebe 50% de gasolina comum e a outra metade de água, depois de agitar os dois líquidos, espera-se um resultado  como explicou o coordenador de fiscalização Tomé Mota.

“E o índice tem que dá entre 62% a 63%, se o índice tiver fora desse número vai caracterizar que tá em desconformidade com a portaria da  ANP e aí a gente faz o relatório e encaminha para o ANP para tomar as providências….O QUE PODE ACONTECER COM O POSTO? Ele pode ser autuado e, provavelmente, deve ser multado porque a qualidade da gasolina é um direito do consumidor, essencial”

A quantidade vendida também está na lista de averiguação.

 “Ao adquirir o consumidor ele paga pelo valor e pela quantidade, vamos supor 10 litros de gasolina, mas ele não tem como conferir, se o que foi dito pra ele, realmente, é aquilo que foi fornecido e com este teste é possível a gente aferir exatamente  o que foi entregue ao consumidor, destinatário final, quantidade a maior, a menor ou idêntica o que foi prometido”, explicou Mota

Está sendo a primeira fiscalização deste tipo realizada pelo Procon em Codó.

Todos os postos serão fiscalizados. O resultado deverá ser divulgado nos próximos dias.

13 comentários sobre “PROCON-MA inicia fiscalização em postos de combustível de Codó”

  1. Pergunte ao dono de Codó que compra tudo
    Pergunte aos donos dos postos
    Parabéns ao Duarte Jr Presidente do Procon MA pelo trabalho e por estar entrando na história do direito do consumidor e do Maranhão.
    Nunca tinha visto um trabalho tão sério como esse em Codó e no Maranhão.

    1. Patrícia se alguém compra é porque alguém vende e se alguém vende é porque não soube administrar. Tu devia era se preocupar com quem rouba sem comprar. Também, se alguém compra e mantém os empregos , que bom.

  2. Continue firme na defesa do consumidor.
    Críticos de Plantão só sabem reclamar de tudo.
    Parabéns Dr Duatrte Jr e ao Dr Tomé Mota pela fiscalização! !!

  3. Não era de se esperar outra coisa senão isso. O consumidor está muito bem representado em Codó e no Maranhão!
    Orgulho de ser codoense e maranhense.

  4. Esse jovem realmente defende a bandeira do Consumidor, sem bandeira política e partidarismo.
    Primeiro na OAB e agora no Procon está superando as expectativas. Sucesso e Felicitações ao Presidente do Procon Nordeste Duarte Jr e ao Tomé Mota!

  5. Parabéns pela iniciativa do PROCON, mas peço que o orgão vá além do aferimento da qualidade e quantidade do produto vendido nas bombas, ou seja, saber porque o combustível vendido em Codó é tão caro.

  6. O CONSUMIDOR TEM QUE SABER SE ELE NÃO ESTÁ COMPRANDO GATO POR LEBRE. ESTA QUESTÃO DOS COMBUSTIVEIS EM CODÓ É UM CASO SÉRIO. EXISTEM POSTOS QUE NÃO VENDEM COMBUSTIVEIS DE QUALIDADE E QUE RESULTA NA IDA A OFICINAS PARA SABER PORQUE O RENDIMENTO DO CARRO CAIU.ANTIGAMENTE ERA OBRIGATÓRIO O USO DE BALANÇAS NOS LOCAIS DE VENDAS DE GAS LIQUEFEITO. HOJE O GÁS É ENTREGUE DE MOTOS E VOCE NÃO TEM COMO CONFERIR O PESO. PRECISAMOS DE UMA FISCALIZAÇÃO MAIS RIGOROSA E CHAMAMOS A ATENÇÃO PARA A VIGILÂNCIA SANITÁRIA PARA UMA VISITA AO MERCADO PÚBLICO PARA CONSTATAR AS IMORALIDADES LÁ EXISTENTES.

Deixe um comentário