Fale com Acélio

Dra. Christiane Nogueira – Procuradora do Trabalho

O blogdoacelio conversou com a procuradora do Trabalho, Dra. Christiane Nogueira, a respeito da exportação de mão-de-obra escrava.

O Maranhão é o maior exportador de trabalhadores-escravos do Brasil e no estado, Codó e Timbiras estão entre os que mais exportam, sobretudo, para o corte de cana de açúcar no sudeste do país.

Entrevistamos a procuradora por ocasião de sua visita à cidade quando, na companhia de outras autoridades, estava preparando uma ação de combate ao trabalho escravo e infantil em Codó, a ser realizada nos dias 21 e 22 de novembro.

Quis saber por que começar o combate por Codó?

“O Tribunal REGIONAL DO Trabalho, o Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Trabalho e Emprego pensou onde seria interessante começar e pensamos em Codó por ser um dos principais focos de aliciamento de trabalhadores, é um dos principais municípios, Codó e Timbiras”, respondeu a procuradora

O PAPEL DAS AGÊNCIAS DE TURISMO

Perguntamos se as autoridades já sabem como o aliciamento se dá nestas cidades. Christiane Nogueira falou que o contato se dá por meio das supostas agências de turismo que já levam o trabalhador com o início de uma dívida.

“Existem as agências, que se revestem de agências de turismo, mas que, na verdade, são aliciadores de empresas que contratam essas agências e aqui elas anunciam no município e levam esses trabalhadores, cobrando já por este transporte, então já começa com uma dívida, este trabalhador, então é mais ou menos isso”, afirmou

SITUAÇÃO ANÁLOGA A DE ESCRAVOS

Uma vez levados, são obrigados a se submeterem à situação degradante. Sem comida adequada, água, direitos trabalhistas e muito mais.

“Normalmente é pra corte de cana, agronegócio, soja, ou mesmo pecuária pra fazer roço de juquira, são situações muito graves, degradantes. Falta de alimentação adequada, água potável, carteira assinada nem sonhando, não há esse direito respeitado, jornadas exaustivas, trabalho por produção, força muito a parte física do trabalhador, condições de alojamento péssimas, a reunião de tudo isso é que vai ter por conseqüência a configuração do trabalho degradante, o trabalho escravo”, relatou

Grande movimentação contrária a tudo isso está sendo aguardada para os dias 21 e 22 de novembro em Codó.

3 comentários sobre “Procuradora afirma que ‘agências de turismo’ participam de aliciamento de escravos em Codó e Timbiras”

  1. veja acelio se a Dra. pode fazer um levantamento em conjunto com a Polícia Federal das “moças” de Codó que vão a goiania e outras cidades satélites para serem negociadas como moeda de prostituição. Tem gente ficando rica só com isso. As “agencias” tem que ter um cadastro como nome,endereço,documentos que eles ja levaram ou embarcaram “venderam ou exportarão” de Codó. Toda semana vejo diversos ônibus saindo lotados e a polícia nada faz com a Promotoria de defesa da vida. No Km 17,as escolas estão vazias. Faça uma reportagem na parte da tarde pegando a noite pra vc ver a quantidade de mulheres nova “pegando” carona de caminhão e depois de 2 horas voltam em outro carro. Muitas dessas mulheres pegam AIDS e outras DST(doenças sexualmente transmissíveis)e espalham pela cidade,seus parceiros. Codó pode ser no futuro uma Alto Alegre do MaranhÃO. Sugestão: A prefeitura com os governos estadual e federal,para criarem a Policia Rodoviaria Federal e um Reforça maior de policiais militares no KM17. Criar uma delegacia especializada em investigação em assuntos de prostituição de menor,doação de crianças ilegal(pessoas levam as crianças alegando que darão alimentação,educação e moradia)Será mesmo??? Veja os dados de matriculas via MEC de Codó de 2009,2010 e compare com 2011 e 2012,parece que as crianças “sumiram” da cidade.

  2. NÃO SEI PORQUE ESSE POVO VAI SER ESCRAVO EM OUTROS ESTADOS, JÁ QUE EM CODÓ TEM EMPREGO PRA TODO MUNDO, A CIDADE OFERECE CONDIÇÕES DIGNAS PRA TODOS, TEM SAÚDE DE QUALIDADE…SÓ BESTA MESMO QUE SAI DE CODÓ PRA TENTAR A “SORTE” EM OUTRO LUGAR.

  3. è triste ver minha codó,só o bargaço de cana. drogas,protistuição,assaltos,roubos,furtos,crianças sendo agredidas e vendedos até alata horas da noite para os pais comparem crak. é uma pena. fico triste mesmo. Mas nós escolhemos e vamos colher os frutos dessa geração perdida. Codó daqui a 20 anos,ninguem irá querer vir trabalhar e morar aqui,pois não tem um planejamento para as futuras decadas. O que temos,o que queremos,quem somos?????? As escolas estão desacreditas pela comunidade e o poder publico se FAZ DE CEGO pois a brigas é longa. As religiões proliferam pelo desesperos dos POBRES. Os ricos marcam conversas com o Dr BITA e os doutores

Deixe um comentário

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias