REFORÇO: Roseana Sarney encerra curso de 437 novos profissionais que atuarão na Polícia Civil do MA

A governadora Roseana Sarney encerrou oficialmente ontem os cursos de formação profissional da Polícia Civil para os cargos de investigador, escrivão, perito criminal, médico legista, odontólogo, farmacêutico legista e auxiliar de perícia médico legal. Ao todo, foram formados, num período de quase três meses, 437 candidatos que lograram êxito no último concurso público promovido pelo Governo do Estado.

Novos policiais civis
Novos policiais civis

A solenidade de formatura foi realizada no auditório do Centro de Convenções Governador Pedro Neiva de Santana com a presença do secretário de Estado da Segurança Pública, Aluísio Mendes; da delegada-geral da Polícia Civil, Cristina Meneses; do secretário chefe da Casa Civil, João Abreu; do secretário de Planejamento, Fábio Gondim, e demais autoridades.

Do universo de candidatos que concluíram os cursos de formação profissional, a Polícia Civil passa a contar com uma nova estrutura: 261 investigadores, 80 escrivães, 45 peritos criminais, 14 médicos legistas, 9 farmacêuticos legistas, 12 odontolegistas e 16 auxiliares de perícia médico legal.

Roseana Sarney destacou que o Governo do Estado demonstra que, investindo forte na reestruturação da Segurança Pública, para abranger o maior número possível de municípios maranhenses. “Estou nesse instante muito feliz por chegarmos nesse fim de ano e promover a formatura de mais de 400 novos policiais civis que irão entrar para reforçar o sistema de segurança pública do Maranhão. Continuando, no início do próximo ano, vamos concluir a formatura dos novos policiais militares e, dessa maneira, melhorar cada vez mais a segurança do nosso estado”, garantiu.

A governadora também destacou que o problema da segurança pública não atinge somente o Maranhão, mas também todas as demais unidades da Federação. “A falta de segurança pública é hoje um dos grandes problemas que passam os estados brasileiros. Para isso, estamos investindo não só em pessoal, mas também na aquisição de equipamentos com a aquisição de 400 novas viaturas, na construção de novas Unidades de Segurança Comunitária (USC), além de melhorias que estão sendo feitas nas delegacias. Enfim, isso é fruto de um planejamento estratégico para a área de segurança e tenho certeza que as coisas vão melhorar”, ressaltou Roseana Sarney.

Para a delegada-geral Cristina Meneses, o número de formandos ainda não é o suficiente, mas dará um incremento substancial nos quadros da Segurança Pública do Maranhão. “Nós precisamos mais e temos certeza que a governadora Roseana Sarney irá se sensibilizar com isso e, possivelmente, deve chamar uma nova equipe para ser treinada posteriormente. O que está sendo formado hoje suprirá as comarcas que ainda estão vagas e várias cidades do interior do estado que ainda não dispõem de policiais civis. Também suprirá em parte as vagas abertas com as aposentadorias de policiais que ocorrerão neste e no ano que vem”, declarou.

Formação – O secretário de Segurança, Aluísio Mendes, disse que a conclusão do curso de formação profissional é essencial para que todos fossem treinados e pudessem atuar tanto na capital quanto no interior do estado. “São mais de 400 novos policiais que estarão nas ruas no intuito de proporcionar mais segurança para a nossa população. Utilizamos os melhores instrutores para ministrar o curso. Portanto, estamos entregando à sociedade policiais bem treinados e capacitados que, com certeza, irão alavancar muito a política de segurança do nosso estado”, afirmou.

Segundo o diretor da Academia de Polícia Civil do Estado, Mauro Costa da Rocha, os novos profissionais irão acrescentar muito aos quadros da segurança pública no Maranhão. “Apesar disso, ainda há uma demanda a ser preenchida, mas esse passa a ser um grande avanço na prestação do serviço da polícia judiciária do estado. O curso transcorreu no período de 80 dias, em horário integral, com disciplinas de aulas teóricas e práticas, de maneira que a gente pudesse possibilitar a melhor formação no quesito segurança para todos eles, que prestarão um serviço de excelência para nossa sociedade”, frisou.

Prestigiaram a solenidade os deputados federais Sétimo Waquim (PMDB), Lourival Mendes (PTdoB) e o deputado estadual Zé Carlos (PT). Também compareceram o comandante do Corpo de Bombeiros, Vanderlei Pereira, o secretário-adjunto de Segurança Pública, Laércio Costa, e o comandante do Gabinete Militar, major Vieira.

Números

A Polícia Civil passa a contar em sua estrutura com:

261 investigadores

80 escrivães

45 peritos criminais

14 médicos legistas

9 farmacêuticos legistas

12 odontolegistas

16 auxiliares de perícia médico-legal

FONTE: Jornal O ESTADO DO MA

Deixe uma resposta