René Bayma abre às 17h e Paixão de Cristo começa às 18h

Tudo pronto para a apresentação da peça A PAIXÃO DE CRISTO no estádio René Bayma,  onde, em 23 cenas, a Vida Pública de Jesus é relembrada com riqueza de detalhes.

Ator Telvane Frazão
Ator Telvane Frazão

Telvane Frazão  vai protagonizar  esta história, sendo Jesus, pela quarta vez. Diz buscar inspiração nos próprios ensinamentos daquele que irá representar.

 “Vem da fé, da maneira como nós cremos num Deus vivo através da Bíblia e isso é que faz com que  a gente traga um personagem desse à realidade, eu gostaria de dizer que não é fácil, não é fácil retratar um homem que até hoje comove multidões”, afirmou

Ensaios de algumas encenações são feitos no próprio estádio para que haja uma melhor interação dos atores com o local.

Luciele Maranhão será uma dançarina do rei Herodes apaixonada pelo trabalho que desenvolve há 20 anos na Companhia Arte Cultural.

 “Tenho pessoas que vão continuar esse legado, tenho uma filha que vai continuar fazendo o que eu gosto de fazer, então assim  eu não vou parar de jeito nenhum, eu vou continuar, próximo ano se Deus permitir estarei aqui novamente”, disse

A HORA DO ESPETÁCULO

Nesta sexta-feira, 3,  o estádio será aberto às 17h e a entrada custará R$ 3,00, o espetáculo está previsto para começar às 18h.

Qual o significado dessa contribuição é que possam tá nos ajudando a ajudar a própria companhia para que possamos tá sempre realizando esse evento e outros eventos…MARCADO PRA QUE HORAS? A abertura do estádio está marcado para as 17h e a abertura do espetáculo está marcado para as 18h”, explicou o presidente da Companhia Arte Cultural Carlos Santos

2 comentários sobre “René Bayma abre às 17h e Paixão de Cristo começa às 18h”

  1. Parabéns a Companhia Arte Cultural, afinal manter um espetáculo desta magnitude com poucos recursos é quase que um milagre. Mas nada substitui o talendo.

  2. Parabéns a Companhia Arte Cultural, afinal manter um espetáculo desta magnitude com poucos recursos é quase que um milagre. Mas nada substitui o talento.

Deixe um comentário