Fale com Acélio

Estiveram reunidos ontem (16) por volta das 15h, na sede do Ministério Público Estadual, Igreja Católica na pessoa de padre Jorge Willame Santana, representantes de bares da área que vai do antigo posto do Machado ao Gela Goela, a Polícia Militar e o promotor de Justiça do Meio Ambiente, Dr. Jailton.

O assunto foi um só, barulho nas proximidades da Igreja de São Sebastião, motivo de reclamação dos fiéis, que perderam o direito de participar em paz da celebração religiosa, e dos moradores da área, idosos principalmente.

Na saída, o subcomandante da PM, capitão Ricardo de Carvalho, concedeu entrevista ao repórter Sena Freitas, da FCTV. Disse que os donos de bares tentaram culpar os clientes que possuem som automotivo pela poluição sonora, mas a desculpa não foi aceita na sua plenitude.

“Os mesmos falaram que o grande problema de som automotivo era os proprietários de veículos, mas se os proprietários vão pra lá é porque existe um bar ali, então existe responsabilidade entre eles”, disse o capitão

APREENSÃO E PRISÃO

Informou que o promotor de Justiça orientou, na frente de todos, como a PM coibirá a poluição. Os policiais vão exigir que o barulhento mostre, além da documentação pessoal e do veículo, a nota fiscal do som.

Se nada aparecer, o carro  será levado para a delegacia onde o som ficará apreendido. Caso o dono se altere e cometa desacato, será preso em flagrante.

“Você que tem seu carro com som alto, eu quero saber da sua nota fiscal do seu veículo, do som automotivo, se você tem. Se tiver com som alto, tem a questão da perturbação do sossego, a lei do silêncio pra ele entrar, tem também, se você tá ingerindo bebida alcoólica independe agora de etilômetro, eu vou esperar você sair do seu veículo e vou lhe conduzir para a delegacia, ou seja, não tem jeito”, afirmou completando

“O Ministério Público também informou como a PM vai se comportar no momento dessa operação. Nós iremos conduzir o veículo do cidadão que tiver som automotor para a delegacia de polícia e lá o seu bem que é o som automotivo será apreendido e, dependendo da ocorrência, cidadão sair dos limites nós também que nós iremos conduzir o mesmo à delegacia de polícia”, explicou

ÁREA PERIGOSA

De acordo com o capitão a área em questão é considerada de risco pela polícia.

“Ali tem prostituição infantil, tráfico de drogas, além do mais tentativas de homicídio que já foram registradas no local”, afirmou

20 policiais vão estar nas ruas cumprindo, com rigor máximo, a orientação do Ministério Público. Segundo o subcomandante, o combate a poluição sonora já começou e será feito antes, durante e após o carnaval

19 comentários sobre “Reunião no MP define apreensão de som e prisão de quem fizer barulho na área do gela goela”

  1. Acélio trindade a lei 9.099/95 que institui os Juizados Especiais Cíveis e Criminais no âmbito dos Estados não permite a prisão em flagrante em crimes de menor potencial ofensivo, como se vê no parágrafo único do art. 69 do referido diploma. A autoridade policial, diga-se, Delegado de Polícia, somente está autorizado a lavrar o auto de prisão em flagrante se o conduzido se recusar a assinar o termo de comparecimento ao Juizado Criminal. Não cabe, em regra, como noticiado prisão em flagrante pelo crime de desacato, pois a pena se insere na competencia do JECCRIM.

    1. Valeu Fábio. O frase correta é ‘será detido e levado à delegacia”. Ressaltando-se o fato de que tal detenção é, perfeitamente, possível, por força do art. 331, do CP.

      Como o crime de Desacato é punido apenas com DETENÇÃO de seis meses a 2 anos, ato contínuo, o delegado terá que apresentá-lo, após lavrar TCO, ao juiz ou, não podendo, liberá-lo sob assinatura de compromisso de que comparecerá perante um, posteriormente.

      Quando o Mirabetti levantar (traveiz) vou perguntar à ele se existe a figura jurídica – DETENÇÃO EM FLAGRANTE.

      Boa participação, Fábio.

      Esse blog é foda, ninguém pode dá uma ‘escapulidinha’ que pau come na bucha, rapah! élate

  2. Engraçadinhooooo esse bebum….quando tiver na piora, ai lembra de Deus….sem graça.
    Se houvesse um minimo de respeito da sua parte, deveria ficar pelo menos 01:00 sem fazerem barulho e beber, na hora da missa e depois se rachassem pra tomar todas…..então assim como vc quer respeito respeite autoridade religiosa meu filho…..e com essas gracinhas Deus pode até te castigar, de ir na porta da igreja pense nisso….

  3. Bom dia, agora a única animação da cidade vai fechar, por 1 pagam todos, tem umas pessoas que não respeitam a missa, se colocarem o som depois da missa é outra coisa, mas…. e CUDUZÃO agora fu…… única animação, até no Carnaval, é o Gela. Nosso prefeito, você deve tomar umas providências cabíveis sobre isso que o Capitão falou; e os foliões que vem de outras cidades, quando ligarem o som lá, vão ser presos? “Codó ja é uma maravilha, e carnaval sem som e melhor ainda né?”

  4. Nesse caso o “carnaval gela goela 2013” acabou!?,huuumm, consecutivamente os donos de bares do mesmo recinto, de certa forma vão ficar com um pouco de prejuízo; e como conhecemos aquelas pessoas, elas não vão deixar isso assim.
    Sei não, mas isso vai dá um reboliço tão grande…

  5. A verdade é que a juventude codoense não tem opções de lazer e diversão. Não tem cinema, livraria, praça de esportes etc. Só sobram mesmo os botecos “pés-sujos” pra turma encher o rabo de cachaça e depois sair por aí fazendo merda, principalmente no trânsito. É mais fácil coibir e reprimir com força policial, do que implementar políticas públicas para o setor. A secretaria da Juventude foi criada somente pra acomodar e servir de cabide de emprego para os apaniguados do alcaide, portanto, é besteira esperar ações voltadas para a moçada. O negócio mesmo é encher a cara e seja o que Deus (ou o diabo) quiser.

  6. Ja era tempo,ali naquele local,não havia nem respeito com o horário da missa.Se assistia missa,ouvindo forró.Isto é falta de respeito e agora o feitiço virou contra o feiticeiro.Que os donos de bar,usem seu som ambiente que é mais prazeroso,respeitoso e acima de tudo,mais elegante.Vlw! Sr.Promotor, Polícias Militar e Civil,nossos ouvidos e futuros sonos agradecem e só assim,poderemos ter paz noturna e voltarmos a sonhar!!!

  7. Acho que proibir é uma atitude repressiva, o que deveria ser feito é criar uma local apropriado para que as pessoas que gostam de som poder se divertir, certo que alguns tem direito do silencio mais tbm outros tem o direito de se divertir…e outra coisa a policia deveria procurar resolver problemas de maior importância, como vários assassinatos e roubos acontecendo na cidade…minha opinião é contra a proibição e sim solução ou seja: a prefeitura deveria organizar um local próprio para a pratica de som automotivo como já existe em outras cidades. “meu direito começa quando do outro termina”.

  8. A barulheira no “inferninho” encomoda mesmo, ninguem consegue ouvir nada, são muitos sons automotivo se confundindo com a sonorização dos bares, a poluição sonora é terrivel e providências tinham mesmo que ser tomadas pelas autoridades competentes dos orgãos de defesa ambiental. A reunião convocada pelo padre foi legitima, no entanto, faltou a presença do Secretário de Meio Ambiente do municipio, do Conselho Municipal de Meio Ambiente que poderiam contribuir com a discussão, sinceramente acho que só o ministério público, policia militar e um padre denunciante não poderiam tomar tais decisões. A Santa Igreja Católica tambem polui, já perceberam que a mais de uma semana tem um som que diariamente é ligado na praça de São Sebastião com volume acima do permitido, obrigando a todos houvirem a missa, até mesmo os não católicos, a pedido do Padre. Ao Nosso sub-comandante quero dizer que a Lei vale para todos e poluição sonora em Codó não é particularidade do Gela Guela, quero é ver ele evitar poluição sonora no carnaval com o contigente que tem e tantas diligências para cumprir, na minha opinião o Capitão se empolgou…

  9. Primeiro – A polícia tem que ter o aparelho pra medir os decibéis e estar cumprindo conforme o Cód.de Trânsito Brasileiro.Art: 228 CTB

    Se acontecer com você, exija o equipamento!

  10. Pelo visto as autoridades ainda precisam se qualificar mais em termo disso, pois olhei a reportagem a qual um policial diz claramente k ira prender sem mais e nem menos, pois os mesmos tem pouca educação, chegam querendo afrontar para ver se tem algum desacato…
    1° TERÁ QUE TER UM APARELHO PRA MEDIR OS DECIBÉIS IGUAL O Advogado referiu
    e se estiver fora das leis sera detido e não preso como o disse o policial…
    realmente para quem não curtir é algo insuportável,como tmb tem uma banda na praça,enfrente a igreja com som da igreja com musicas mais pra velório que adoração ao santo a religião
    e para finalizar parabenizar ao CODOENSE ATENTO POR SUAS PALAVRAS RIQUÍSSIMAS…

  11. EU FREQUENTO O AMBIENTE, LÁ É BÃO, TEM DROGA….PROSTITUIÇÃO…CACHAÇA…BICHA, TRAVECO TEM DE TUDO INCLUSIVE CATÓLICOS, CRENTE, MACUMBEIRO UIIIIIIII

  12. É Preciso deixar bem claro que em certos momentos houveram excessos por parte dos proprietários de som automotivo, entretando , a imensa maioria reconhece que codó é uma cidade sem opção como já citaram, mesmo assim não se justifica atrapalhar os eventos religiosos, apesar disso, não se pode montar uma reunião que tá mais pra COMPLÔ contra quem tem som sem que ninguém da classe desses proprietarios se fizessem presentes para agir em defesa de sua classe, o correto é disponibilizar um lugar afastado onde o som possa ser usado livremente, remanejando assim os donos de bares que continuariam com sua clientela, os donos de som poderiam continuar a praticar seu esporte e todos rezariam tranquilos em suas igrejas, mas é preciso deixar claro ao senhor policial que a arrogância com a qual ele pretende agir não vai ajudar em nada , mas sim desqualificar seu trabalho, a farda dele ou patente, o que quer q seja , não o torna suficientemente qualificado pra agir de forma grosseira com ninguém, só deixa claro mais ainda , o seu despreparo para a função que TENTA exercer.

    1. Tu deve ser um desses donos de carros que encomodam. Sou morador desde 1978 na leontino ramos, eu é que sei o que passamos aqui. Tem que jogar duro mesmo APOIO SIM A POLÍCIA.

  13. Nessa cidade nada dá certo, quando alguém tenta fazer algo logo aparece entendidos na área que só sabem fazer críticas ofensivas e atrapalhar, a exemplo do trânsito que até hoje não se sabe o que quer, pois quando faz blitz é ruim, quando não faz também é ruim, eu quero poder é ter paz na minha casa ninguém aguenta mais. A Polícia resolveu lá no portal espero que resolva aqui junto com o ministério Público.

Deixe um comentário

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

FACULDADE IPEDE

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias