Sem partido Domingos Reis diz que vai ouvir Zito antes de decidir novo destino

Domingos REIS  ainda decidirá para que partido irá
Domingos REIS ainda decidirá para que partido irá

Agora é oficial, o vereador Domingos Reis não é mais do PT. A história foi confirmada por ele mesmo na sessão da última segunda-feira, 15.

Em entrevista ao radialista Francisco Lemos, Dominguinhos disse que sempre se manteve fiel aos ditames do estatuto do Partido dos Trabalhadores, mas acha que deu razão à insatisfações locais quando se insurgiu contra a presidente Dilma Roussef.

O fato ocorreu quando o ex-petista se sentiu contrariado. Dilma vetou a lei que permitia a criação de novos municípios, entre eles o município Moisés Reis, atual Km 17.

“Eu acredito que eu não tenha me enquadrado 100%, mas eu procurei corresponder, respeitar o estatuto, quanto à isso nunca tive problema nenhum, sempre me comportando de maneira ordeira, de uma maneira exemplar, de uma maneira obediente aos estatutos do partido”

“Mas a coisa agravou quando me posicionei contra a presidente Dilma, na sua reeleição e dessa vez usei a Tribuna aqui da Casa criticando a presidente que você sabe que há muito tempo que eu defendo que a localidade 17 vire município (…) fomos até Brasília, fizemos palestra (…) ela achou por bem vetar (…) aí é aquela história, é você querer se passar por cordeiro, quando, na realidade, você é uma onça ou um leão”, disse

PARA ONDE ELE VAI?

O repórter perguntou para que partido Domingos Reis irá, ele que pediu pra sair amigavelmente sem chances de perder o cargo para o suplente dele no PT, no caso o advogado Yuri Corrêa.

Respondeu dizendo que irá ouvir conselhos, entre os quais o do prefeito Zito Rolim à quem tachou de seu ‘gestor político”.

“Estou agora na expectativa, vou consultar agora o meu gestor político, que no caso é o prefeito municipal, vou consultar minha família e vou consultar o pessoa do 17 e adjacência”, afirmou

11 comentários sobre “Sem partido Domingos Reis diz que vai ouvir Zito antes de decidir novo destino”

      1. Yuri continua no PT chefe…até onde sei está firme e é comandando tudo por lá juntamente com emilio matos e cosme viana… e……. geziel e magno… e Zé fco ninguém nem fala mais…

    1. Mas a vaga é do partido, não interessa se são amigos ou compadres. Se Yuri não quiser ou se agora é do PCdoB, o candidato seguinte tem o direito.
      É uma vaga do partido e assume quem foi candidato pelo PT, continuar filiado e estiver na vez.

Deixe um comentário