Servidores do Detran-MA não gostaram do tom da carta do diretor-geral e afirmam seguir em greve

Em publicação no @sinsdetran servidores demonstraram que não gostaram do tom da carta emitida ontem pelo diretor-geral do Detran-MA, acharam ameaçador em vez de conciliador.

Na legenda da postagem, está  escrito:

“Em vez de tentar solucionar o problema o diretor-geral Francisco Nagib ameaça servidores. Ameaças ilegais.

Não cabe PAD (Processo Administrativo Disciplinar). Quanto às  faltas, serão discutidas na Justiça.

Servidores seguem firmes no que é  a maior greve da história do Detran”, enfatiza o texto.

Ainda não há nova manifestação do diretor-geral a respeito. Seguimos acompanhando.

3 comentários sobre “Servidores do Detran-MA não gostaram do tom da carta do diretor-geral e afirmam seguir em greve”

  1. Tá aí que eu não sabia que “instinto de perseguidor” é algo hereditário.

    O “ditadorzinho do babaçu” pegou em graxa no Detran, pois pensava que lá seria igual a Prefeitura de Codó.

    Abram os olhos Maranhenses, é esse perfil de representante que vocês querem na ALEMA, a partir de 2023?

    Instagram: @diariocodoense

  2. Lembrando que o STF já reconheceu como legítimo o desconto nos vencimentos de servidores públicos em greve, pois tal ausência por conta de greve se equipara a suspensão do contrato de trabalho na iniciativa privada.

    Ou seja, há base jurídica para instauração de PAD e posterior descontos dos vencimentos.

  3. A greve no Detran é prova irrefutável da incompetência de Nagib, que agora piora a situação ao ameaçar retaliar grevistas com processo administrativo disciplinar. É voz unânime entre os servidores do Detran que Nagib foi o pior gestor da autarquía. Já nos bastidores políticos falam à boca pequena que o Detran é uma verdadeira isca para fisgar corrupto. E tudo indica que é verdade, a tirar pelo que ouvimos do deputado Wellington do Curso sobre a desastrosa gestão de Nagib.

Deixe um comentário