TIMBIRAS – Juíz proíbe divulgação de pesquisa programada para este domingo

Saiu a pouco uma decisão do juiz eleitoral de Timbiras, Dr. Carlos Eduardo de Arruda, proibindo a divulgação que uma pesquisa realizada por ADANS ESTATÍSTICA E CONSULTORIA LTDA-ME.

Quem ajuizou a ação foi a COLIGAÇÃO UNIDOS POR TIMBIRAS, de Nonato Pessoa e Dr. Bel,  contra a Coligação TODOS POR TIMBIRAS, COLIGAÇÃO FÉ E ESPERANÇA NA MUDANÇA, COLIGAÇÃO UNINDO FORÇA 01 e contra a empresa ADANS ESTATÍSTICA.

A alegação foi de que a pesquisa seria divulgada neste domingo, 2, dia da eleição,  sem atender aos requisitos da lei.

Segundo a denunciante Unidos Por Timbiras, a empresa não apresentou

  • PLANO AMOSTRAL
  • E PONDERAÇÃO QUANTO AO SEXO, IDADE, GRAU DE INSTRUÇÃO, NÍVEL ECONÔMICO
  • E ÁREA FÍSICA DE REALIZAÇÃO DO TRABALHO A SER EXECUTADO.

Após analisar o pedido de urgência (tutela provisória de urgência) acolheu os argumentos dos impetrantes e assim decidiu:

“DEFIRO a medida urgente postulada, para fins de determinar a SUSPENSÃO da divulgação por qualquer meio  da pesquisa eleitoral registrada sob o Nº 04470/2016 enquanto não atendidas as formalidades previstas no art. 2º, inciso IV, da Resolução nº 23.453/2015, do TSE”, determinou o juiz

Deixe um comentário