Valdeck Frota consegue acabar com férias e deixa vereadores de castigo em julho

Valdeck Frota

O vereador Valdeck Frota propôs e acabou convencendo seus pares de que estava na hora de acabar com uma regalia que não chega aos meros mortais que precisam bater ponto todos os dias nas empresas e até mesmo em alguns órgãos do serviço público onde se entra 8h da manhã e só se sai às 18h (com o descanso do almoço, de 2h).

Para a maioria dos ‘pobres diabos’ é necessário suar 11 meses, de sol a sol, para ter direito a 30 dias de férias (quando o abençoado do patrão não chama antes).

Na Câmara de Codó não era assim, desde que ela iniciou sua histórica existência.

Contou o parlamentar ao radialista Genivaldo Cobra, da rádio Mirante AM, programa Comando da Tarde, como era o gigantesco período de férias dos nossos vereadores, que, relembre, têm sessão ordinária (bem ordinária mesmo) 1 vez por semana durante 3 horas (agora aumentaram pra 4) e reunião das comissões na terça-feira pela manhã (e zefinin).

SÓ PRAIA, TRANQUILÃO

Pois bem, em dezembro, frisou o autor da proposta,  a turma já armava o guarda-sol na praia da ilha a partir do dia 16 de dezembro e podia ficar por lá mesmo até por 45 dias (natal tranquilão, janeiro tranquilão até alguns dias de fevereiro tranquilão).

E o dinheiro? Na conta todo mês meu fie, bacaninha sem qualquer chefe pegando no pé  e ligando pra perguntar – que dia tu volta, que hora tu vem? Ei! Se tu num tiver aqui amanhã, tá demitido viu, misera.

Nada disso, nada de perturbação, só tranquilidade.

E pra terminar de lascar ainda tinha mais uns ‘diazinrréi’ em julho. Tá de brincadeira, né Acélio? Não cara, tava no regimento. Olha aí o que o Valdeck falou:

“Como é que o povo brasileiro, eu sou brasileiro, tu trabalha no Paraíba, tu trabalha 1 ano pra ter 30 dias de férias, não é assim? E aqui na Câmara não, aqui na Câmara vereador entra de férias no dia 16 de dezembro e só volta a trabalhar de novo em fevereiro, só aí vai 45 dias. Aí quando chega julho ele torna a entrar de férias, por que isso?”, indagou

Disse que, a princípio, os funcionários da Câmara chiaram.

“Alguns funcionários da Câmara a princípio ficaram chateados com o vereador Valdeck Frota, mas agora não, graças a Deus ele entenderam, é pra respeitar o próximo, pra respeitar nossos irmãos”, frisou

MAIS E O QUE MUDOU?

Mudou pouca coisa, mas mudou.

Agora nossas cansadas crianças trabalhadoras  do parlamento vão ficar de castigo no mês de julho, só em julho (sem férias, que chamam de recesso).

Mas e os 45 dias de dezembro, janeiro e um pedaço de fevereiro?

Mudou não, meu fie.

Mas, de toda forma, valeu Valdeck, pelo  menos alguém agiu com um pouquinho de sensatez nessa Câmara de muitos desgostos.

Agradece aí agora pra gente encerrar a matéria.

“Então assim, eu quero aqui agradecer, parabenizar os meus pares, os nossos vereadores que compõem a Câmara Municipal e que votaram aprovando a minha proposição”, encerrou

14 comentários sobre “Valdeck Frota consegue acabar com férias e deixa vereadores de castigo em julho”

  1. A única coisa que sabem fazer é indicação de rua esburacada.
    Bando de medrosos, não cobram NADA X NADA desse governo menos conquista, menos Avanço.
    Pq ninguém fala na saúde, no desemprego absurdo em Codó??? KD o vereador mais votado???,

    O Prefeito está maltratando nosso povo codoense e ninguém faz nada.
    Eles não deixam cair nem a migalha pra seu NINGA. Tá tudo centralizado, as portas da prefeitura para o trabalho não temos e no comercio ninguém compra, mas de carroes de fora a cidade tá lotada.

    Levam nosso dinheiro pra gastar em outras cidades.

    Aaaaaa governo do cão.
    Amaldiçoado seja quem maltrata o povo de Deus.

  2. “Trabalham” uma vez por semana, isso quando não faltam ou não tem sessão, e só sabem fazer as famigeradas “indicações” e “destaques”. Todo trabalhador tem 30 dias de férias no ano, porque esse povo quer ter 60 dias? Pode até ser “legal”(lei) mas é imoral!

  3. Que resulto isso gera para sociedade??

    Esses vereadores aí mandados não servem para nada!! Eu falo de todos.

    Vereador não é pra defender prefeito. E sim defender interesses sociais!!

    Kd o vereador que disse que iria acabar com a criminalidade de eleito for! Foi!! Eai sabido, mais de 2.000 sem visitar um projeto social ?!?!$$

    Gente vamos abrir o olho e a consciência !

  4. Olha meu povo esse foi pior voto mal dado para esses .Esses vereadores é uma vergonha,a outra vereadora é só hostetando , com o suor dos que ajudaram ela. Meu voto eles não ver nunca mais, o povo desempregados e ela dizia assim se eu perder vocês também perdem também, agora tá aí de boa, só pegando na reza.E dando volta ao mundo depois que descubriu a traição do marido.

  5. Dá vergonha ser brasileiro, dá vergonha ser codoense.
    2017 regado de descaso e sofrimento. Regado de desemprego e falta de compaixão…mas com tanto dinheiro rolando dá pra lembrar de pobre? De povo?
    Prefeito ruim e vereadores comprados.
    Férias? Tanto faz. Pro povo não serve de nada. Eles não vão fazer nada mesmo!
    O prefeito só viaja e só curte. Curte com a família e curte com a cara do povo.
    E agora que começou.

  6. Deixando de lado a discussão, gostaria de te parabenizar, Acélio, pelo texto crítico e cômico, que nos faz descontrair mesmo em um momento tão difícil para a cidade.
    Parabéns, por tornar o jornalismo tão prazeroso por vermos sua credibilidade e atenção para fazer suas noticias serem entendidas por todos!
    Seria cômico, não fosse trágico, mas mesmo assim, uma leitura gostosa todos os dias.

  7. Pingback: POLÊMICA À VISTA: Vereadores de Codó podem discutir hoje se tirarão férias agora em julho – www.blogdoacelio.com.br

Deixe um comentário