Veja como foi a visita de Francisco Nagib e César Pires à Flávio Dino

Assista a reportagem que mostra como foi a visita de Francisco Nagib e de César Pires ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

7 comentários sobre “Veja como foi a visita de Francisco Nagib e César Pires à Flávio Dino”

  1. UMA VISITA AO GOVERNADOR SEM UMA PAUTA E OBJETIVOS DEFINIDOS. SEM OUVIR A COMUNIDADE CODOENSE. SEM A COMPANHIA DE LIDERANÇAS ASSOCIATIVAS E COMUNITÁRIAS. NÃO PODERÁ TER RESULTADOS SATISFATÓRIOS.
    É PRECISO OUVIR PRIMEIRO A SOCIEDADE PARA DEPOIS BUSCAR REIVINDICAR MELHORIAS COM BASE NOS PROBLEMAS ENFRENTADOS NO DIA A DIA DA POPULAÇÃO PARA O GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO.
    FALTOU MAIS ARGUMENTOS E UMA APRESENTAÇÃO DE REIVINDICAÇÕES DE FORMA MAIS CONCRETA E OBJETIVA.

  2. A hierarquia é algo positiva, e os representantes tem que respeita- lá se não o Maranhão continuaram com os desmandos, ou seja, manda que pode, o fato é que há um governo soberano e eleito pelo povo. Os aspirantes a politico não devém criar um estado paralelo se não criam-se problemas para o governante, a representatividade não é ganha por força e sim com o voto da população, em Codó tem sido diferente desde que nasci,alguns impõem e todos sofrem, façamos diferente desta vez, vamos construir juntos para que todos nós possamos ter liberdade para ir e vi, sem que se diga este é de fulano e o outro de Beltrano, a juventude não pode sê uma onda que vai para um lado e para outro, se não, não haverá futuro. O Município de Codó tem que crescer com qualidade e igualdade de oportunidade, para um sólido crescimento e não voltarmos a erá dos Coronéis que para tudo tinha que pedir favor. Este blog é responsável e os que participam creio que também são e desta forma vos peço acrescentem algo mais ao nosso estado e não criemos divisões se não teremos mais dos mesmo. Codó já foi uma boa cidade quando não tinha nada e até nossas casas era de palha, mas tínhamos um desejo de vê- lá adornada e com os amigos sendo amigo, sem perseguição politica partidária. Obrigado
    .

Deixe uma resposta