VÍDEO – CORPO DE BOMBEIROS acaba de fechar a passarela de Codó por causa dos riscos à população

Atendendo à uma denúncia feita pelo ex-deputado Sebastião Murad o comandante do Corpo de Bombeiros Militares, 15ª Companhia, capitão Wilson Belo, esteve hoje, por volta das 11h 40 da manhã fazendo uma segunda vistoria, depois da de ontem feito por tenente Antonio, na passarela de Codó e decidiu interditá-la.

 “Uma condição mista entre estrutura metálica e estrutura de madeira, então nós verificamos as condições, O índice de corrosão é muito acentuado e as madeiras, a maioria delas, estão soltas ou em péssimo estado de conservação”, resumiu

Agora a fita zebrada mostra que há, oficialmente, um fechamento da ponte para tentar forçar as autoridades a cuidarem dela, evitando, de imediato, o risco para as pessoas. Wilson Belo informou ao blogdoacelio que já está entregando ofícios à diversas autoridades para dar-lhes ciência.

 “Nós já realizamos um ofício formal, junto com relatório e a notificação à doutora Linda Luz da promotoria da Comarca aqui de Codó, Ministério Público, e também agora na parte, posteriormente, nós vmaos comunicar também o senhor João dos Plásticos que é secretário do governo daqui de Codó, e o senhor Roberto da secretaria de obras”

Mas a necessidade de utilização é tão grande que mesmo com a presença do Corpod e Bombeiros muita gente insiste em passar por debaixo da fita.

“É porque quem mora pra cá tem que passar aqui todo dia, aí vai ter que fazer aquela volta pra ir pro outro lado, sem ter nada, moto nem nada”, explicou um morador Adriano Custódio

Pior para mais de 700 pessoas que passam todo dia por esta passarela é que mesmo após esta interdição não há prazo para que a reforma deseja aconteça, até lá, sobretudo os idosos como dona Malvina Matos, aposentada, terão que seguir reclamando.

“Eu acho impossível né, porque eu moro pra cá, aí fica difícil pra gente (…) de qualquer maneira fica ruim, aí não tem dinheiro pra pagar essa moto pra rodear pro centro e por aqui já é mais fácil, e agora tá fechado”

6 comentários sobre “VÍDEO – CORPO DE BOMBEIROS acaba de fechar a passarela de Codó por causa dos riscos à população”

  1. Meus pêsames ao povo Codoense, notadamente ao povo da Trizidela. Nunca fizeram a manutencao desta passarela. Ai esta o resultado. Eita Codo velho.

  2. Faz alguma coisa de útil nesse teu governo e constrói uma ponte decente pra populacão Malgib. Arraial, exposição, feirinhas , reformas de praças ,são umas babaquices feitas pra ludibriar o povo e desviar o foco das necessidades básicas, como o direito de ir e vir com segurança.

  3. Estamos comemorando 55 anos da inauguração da ponte sobre o Rio ITAPECURU localizada ali na Rua da Bomba. Ficamos entusiasmados quando anunciaram a construção de uma outra ponte. O povo já estava cansado daquela travessia em CANOA ali na rampa da Igreja Matriz. Eis que surge uma passarela em vez de ponte. Uma estrutura metálica com Taboado no piso. De lá pra cá a coisa piorou. Fiz uma visita no local e fiquei com medo de cair. Agora vem o construtor falando em joia da coroa. Logo depois o corpo de bombeiro interdita. Voltamos a estaca zero. O que acontece com a nossa querida Codó? Porque ACONTECEM estas coisas? Vamos desenterrar está caveira de burro que não NOS permite ir pra frente. A FABRICA de cimento fecha. O Aeroporto é grilado com o aval do Prefeito. O cemitério não tem muro. Segundo especialistas é pro defunto assistir o trem passando. Deus nos acuda.

  4. Decorridos mais de cinquenta anos da construção da ponte sobre o Rio ITAPECURU ali no final da Rua da Bomba, a população vem solicitando a construção de uma outra ponte de preferência ali na antiga rampa da Igreja Matriz. Eis que de repente é anunciada está construção. Por coincidência quem ganha a obra é a Construtora de um CODOENSE. Ganhamos ao invés de uma ponte, uma passarela em estrutura metálica com o piso feito de Taboado de madeira. Veio logo o aviso. Carro não pode passar. Só gente e bicicleta. Parece que moto também foi proibida. Segundo o dono da construtora uma verdadeira joia para a cidade. Com o decorrer do tempo uma coisa ficou bem clara. Falta de manutenção. Agora vem a notícia da interdição. Aqui sempre existiu a historia de obra que é do governo federal, estadual ou municipal. Um não entra na área do outro. DESTA forma temos rodovias esburacadas, passarelas querendo cair, a velha ponte de concreto feita para veículos de pouco peso hoje enfrenta carretas com dezenas de toneladas. Ao lado disso nos os usuários sofremos as consequências. O nosso dinheiro mal aplicado e pagamos o pato. Quando ê que vamos ter uma mentalidade diferente na administração pública CODOENSE? Acho que nunca pois a turma que passou por aqui agora quer colocar os filhos, netos e outros paus mandados. Vão libertar o Codó. Que Deus tenha compaixão de nós e vamos conseguir uma CANOA pra fazer a travessia da Trizidela ali na rampa. VELHOS tempos que vivemos. Um dia a coisa muda. Prefeito mande consertar a passarela. O povo merece.

Deixe um comentário