VIDEOS – Rotary cobra aumento de atiradores em Codó de 50 pra 100 e general responde

A atual é  terceira sede do Tiro de Guerra no município de Codó, funciona no bairro São Benedito desde 1982, mas o serviço de instrução do Exército é bem mais antigo por aqui, começou no ano de 1945.

Em todo este tempo já passaram pela instrução do Exército aqui em Codó, exatamente, 5.843 jovens que atingiram os 18 anos de idade. Atualmente, mais 50 estão prestando o chamado Serviço Militar Obrigatório.

As fotos de turmas passadas, expostas nas paredes do rol de entrada,  mostram um pouco do que se pratica no período, o treinamento básico militar se une à ações de ajuda humanitária como explicou o general Anísio David em visita de vistoria do Tiro de Guerra realizada ontem pela manhã..

 “O braço forte significa exatamente as ações de Guerra, as ações ligadas ao adestramento, à defesa da Pátria e a Mão Amiga é uma ação do nosso Tiro de Guerra, do nosso Exército Brasileiro acolhendo a nossa população, participando de ações em casos de necessidade, desastre naturais, campanhas de vacinação, campanhas de educação ao trânsito, combate a dengue, coisas deste tipo que nós estamos prontos pra participar”, disse o general

Quem passa pelo serviço destaca a disciplina.

“Servir ao Exército, aqui ensina disciplina, foco, se você é uma pessoa que não segue padrão social adequado, vindo servir você vai melhorar no meio da sociedade (…) além de ter uma visão melhor de como é já passar pra fase adulta, de adolescente pra fase adulta”, destacou o atirador Francisco Sousa


COBRANÇA DO ROTARY

Na visita o comandante da 8ª Região Militar foi cobrado pelo Rotary Club Internacional. O presidente local, Herbeth Júnior,  pediu que Codó volte a ter 100 atiradores por turma e não apenas 50, dado à importância do trabalho que é feito no Tiro de Guerra.

“Nós tivemos dois 2 instrutores, nós tivemos 100 atiradores que servia aqui junto ao EXÉRCITO Brasileiro , hoje esse contingente caiu pra 50, então fiz um apelo diretamente ao nosso prefeito, fiz uma apelo ao general para que aumentasse o número de atiradores, ou seja, pessoas que vão servir aqui no Exército”

O general ficou de analisar.

 “É possível sim, nós podemos estudar isso, havendo , realmente, a necessidade, o anseio da sociedade materializada por uma ação ligada à Prefeitura e da sociedade aqui de Codó a gente pode estudar, havendo esta possibilidade é possível nós incrementarmos um aumento aqui no nosso Tiro de Guerra”

3 comentários sobre “VIDEOS – Rotary cobra aumento de atiradores em Codó de 50 pra 100 e general responde”

Deixe um comentário