A estreia do programa CODÓ LIVRE

Apresentador André Araújo
Apresentador André Araújo

No último fim de semana, sábado (16), a TV Palmeira do Norte estreou mais um produto de sua grade de programação local. O programa Codó Livre foi ao ar levando em sua bancada o apresentador e mediador Andreh Araújo, o vereador Leonel Filho e o Prefeito de Codó, Zito Rolim, como convidado especial. A direção da TV escolheu o prefeito para participar do programa de lançamento em virtude da temática: o aniversário de emancipação política do município e a história de seus gestores ao longo dos anos.

O programa, que sempre contará com um convidado especial para entrevistas e participação nos debates, foi dividido em três blocos. O conteúdo foi uma homenagem a Codó e aos prefeitos que ajudaram a construir sua história. “Fizemos uma grande homenagem à cidade, um programa festivo e positivo e enaltecer a história desses 120 anos. O prefeito fez uma retrospectiva dos gestores que passaram por Codó, como Reinaldo Zaidan, José Anselmo, e os mais recentes como Zé Inácio, Biné Figueiredo, Ricardo Archer e também um balanço de seus próprios oito anos a frente de nosso município”.

O Codó livre também prestou uma singela homenagem ao ex-Prefeito e Deputado Federal, Dr. Antônio Joaquim. “Achei mais do que justa fazer uma homenagem a meu pai. Uma pessoa que contribuiu para a história de nossa cidade e seu crescimento, tanto como médico, quanto prefeito e deputado federal. Ele é uma pessoa querida de nossa população pela sua contribuição a nossa cidade e seu jeito amigo com todos”.

O primeiro convidado

O programa de estreia falou sobre história, seus personagens e também sobre política. Foram pontuadas algumas obras e feitos importantes da gestão do atual prefeito, como o programa Minha Casa Minha Vida, grande obras de infraestrutura, como o programa Codó Trafegável e a ponte sobre o Rio Codozinho, investimentos na educação e saúde. No entanto, mesmo sem estar na pauta do programa, Andreh Araújo tocou no assunto do acidente automobilístico do prefeito Zito em uma ponte de estrada vicinal na zona rural. O gestor explicou que as obras já estavam em andamento, tanto naquela ponte, quanto em outras, e que se esquecera que os trabalhos já tinham iniciado. A vinda de uma faculdade particular para Codó e a regionalização do SAMU também foram assuntos abordados pela mesa.

Leonel, André e Zito
Leonel, André e Zito

Zito Também ponderou com a mesa que, apesar de tudo que foi realizado nos últimos oito anos, muito ainda precisa ser feito, pois Codó cresce, sua população também, e as demandas do município não param. A direção da TV teria programado a participação do prefeito em apenas um bloco de programa, mas Zito Rolim se envolveu tanto com a temática abordada no Codó Livre que acabou participando de dois blocos, tendo apenas que se ausentar no terceiro, em função da entrega de comendas na sede da prefeitura.

Sucesso nas ruas

De acordo com o diretor Andreh Araújo e o vereador Leonel Filho, a resposta popular a estreia do programa foi imediata e muito positiva. “Recebemos muitos elogios e incentivos nas redes sociais, pelo telefone e nas ruas. Ficamos surpresos com a grande audiência e aceitação popular. Essa reação positiva das pessoas demostrou, além da grande audiência do Codó Livre e sua aceitação logo na estreia, a atenção que tivemos da população. As pessoas nos davam parabéns e nos incentivavam a continuar, levar convidados, e abordar temas interessantes e polêmicos”, disse Andreh.

Direção da TV agradece audiência

O Diretor da TV Palmeira do Norte, Andreh Araújo, agradeceu a toda a equipe de profissionais da Band envolvida em mais uma estreia da programação local e a volumosa resposta dos telespectadores codoenses a estreia do Codó Livre.

Estou muito feliz. Primeiro por estar lançando com muito sucesso mais um produto de nossa programação local, um programa de entrevistas que as pessoas ansiavam para Codó. Também me sinto realizado por colocar em prática tudo que aprendi na Escola de Interpretação do diretor Wolf Maia, uma das instituições mais respeitadas do país, onde pude estudar tudo sobre interpretação, artes cênicas e apresentação de TV, que fazia parte do conteúdo do curso. Isso me levou a fazer novelas, musicais e agora posso atuar apresentando um programa de entrevistas em minha TV. Devo tudo isso a mais pais, e quero agradecer a educação dada por eles e as oportunidades que tive, tanto fora do país, quanto no Brasil, e assim me preparar para as oportunidades que chegam. A informação e o conhecimento dignificam o homem e isso é um bem que ninguém pode tirar. Obrigado a todos”.

Ascom

9 comentários sobre “A estreia do programa CODÓ LIVRE”

  1. de todos os programas ruins,que codó,tem foi o pior de todos,esse rapaz,leva jeito,pra vender perfume,fazer bolo,confeitar,agora politica,televisao,nao nasceu pra coisa,esse daí,nao tem jeito que dar jeito,,ei acelio,,,NAO TEM A QUELA COMEDA,QUE NAO DESCE,TAÍ UM APRESENTADOR,KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. só fala porquer a tv é dele,nao conhece codó,tudo é meu PAI,MEU pai,meu PAI,meu PAI,MEU pai,meu PAI,MEU pai,e porquer nao dizer meu irmao,que tá vivo,ARAUJO NETO,ARAUJO NETO,ARAUJO NETO,ARAUJO,ARAUJO NETO,ARAUJO NETO

  3. UMA DECEPÇÃO TOTAL. ACÉLIO PELO AMOR DE DEUS.MUITA BAJULAÇÃO. O PREFEITO SE RETIROU DO PROGRAMA PORQ NÃO AGUENTOU TANTA BOBAGEM….RINDO ATÉ AGORA!

Deixe uma resposta