Agerp experimenta mandioca de seis meses

A AGERP, com atuação nos seis municípios da regional Codó, está realizando um experimento no campo agrícola do fomento com uma variação de mandioca que promete revolucionar a produtividade e a renda dos agricultores.

Atualmente nossos lavradores cultivam apenas a mandioca cuja colheita só pode ser feita após 1 ano de meio do plantio.

A principal finalidade do experimento de 1 hectare é mostrar que com um trato diferenciado, que inclui adubação e reparo do solo com aplicação de calcário, é possível colher a raiz em apenas seis meses. Raiz que, posteriormente, é transformada em farinha.

Uma vez dando certo, o cultivo desta variação será incentivado em Codó, Timbiras, Coroatá, Peritoró, Alto Alegre do Maranhão e em São Mateus.

5 comentários sobre “Agerp experimenta mandioca de seis meses”

  1. Esse cultivo de mandioca aumentará a produtividade do agricultor
    proporcionando uma maior rentabilidade econômica. Estou torcendo para o sucesso
    dessa pesquisa.

  2. Boa Noite.
    Sou produtor rural, já trabalho com cultivos de mandioca, milho, feijão, fava dentre outras. assim também trabalhamos com avicultura, suínos, bovinos e etc.
    estou a procura de formas de cultivos e de criações mais rápidas com a produtividade na mesma forma sem atrapalhar a produção anual.
    preciso de informações de como posso conseguir as manivas de mandioca?
    moro em Grajaú-Ma cerca de 564 km da Capital.
    Fone (99)991225782 (99)982419035

    Atenciosamente: Breno Oliveira

Deixe uma resposta